/

“O que produzem em Portugal?” Lei laboral leva Trevor Noah a perguntar o que o Twitter não tardou em responder

2

Trevor Noah / Facebook

Trevor Noah, apresentador do The Daily Show

Trevor Noah, apresentador do The Daily Show

Trevor Noah insinuou que uma quebra na produção nacional em nada influenciaria o resto do mundo. Os utilizadores portugueses não deixaram o apresentador do The Daily Show ficar sem resposta.

O Código do Trabalho português chegou aos Estados Unidos. Trevor Noah, apresentador do The Daily Show, abordou as mais recentes alterações, nomeadamente a que impede os empregadores de contactarem os seus trabalhadores no período de descanso, num dos seus monólogos humorísticos.

A medida foi elogiada pelo humorista, que explicou no programa que Portugal “disse chega” à falta de divisão entre a vida profissional e a pessoal criada durante o teletrabalho. Uma decisão “mesmo gangsta“.

Mas “se os portugueses passarem a trabalhar menos, isso significa que vão produzir menos, o que poderá fazer com que o resto do mundo possa ter acesso a menos… cães-de-água?“, brincou, numa referência a Bo, o cão-de-água que Barack Obama recebeu em abril de 2009.

O que eles fazem, mesmo, lá em Portugal?”, questionou.

O trecho termina com o apresentador a elogiar a alteração ao Código do Trabalho, referindo que é um bom exemplo das diferenças entre Portugal – e da grande maioria dos países europeus – e a realidade norte-americana.

No caso dos funcionários da Amazon, por exemplo, a única vitória laboral resume-se a “poder escolher entre garrafas de vidro e plástico para urinar”.

A resposta dos portugueses

Confrontados com o monólogo de Trevor Noah, os utilizadores portugueses do Twitter não se deixaram ficar e deram, prontamente, uma resposta ao humorista.

“Aqui em Portugal produzimos o melhor vinho, 50% da cortiça do mundo, muito bom azeite, sapatos e vestuário para marcas de luxo, grandes jogadores de futebol e comida fantástica. Se alguma vez aterrar aqui, avise-me”, comentou um utilizador na rede social.

“Para alguém que considerei estar bem informado, revelou (ou fingiu) um desconhecimento de um país apenas pelo humor fácil”, comentou um outro utilizador, que manifestou alguma reprovação.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Já a Feedzai, uma das cinco empresas unicórnio do país, lembrou “que há uma tecnologia desenvolvida em Portugal que ajuda a proteger quatro dos cinco maiores bancos na América do Norte”.

“E não, não desligamos os nossos telemóveis. You’re welcome!”

A paródia do sucessor de Jon Stweart no The Daily Show faz menção à aprovação de uma proposta que consagra na lei portuguesa o dever de o empregador não contactar os seus funcionários durante o período de descanso, excetuando “situações de força maior”.

  Liliana Malainho, ZAP //

2 Comments

  1. O que produzimos muito bem são políticos corruptos, criminosos e incompetentes, bem como um ódio desmesurado por quem quer produzir alguma coisa.
    Nestes campos, estamos de certeza entre os melhores do mundo.

  2. Realmente este trevor tem cá uma lata desinformada. Mas como disse um dos críticos: humor fácil e sem conhecimento. Até nas naves espaciais da Nasa , portugal está metido…….

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE