Três mil litros de “o menino mija” esgotaram em duas semanas

mulherdecapote.pt

Os licores da Fábrica de Licores Eduardo Ferreira & Filhos Lda, a fábrica da "Mulher do Capote"

Os licores da Fábrica de Licores Eduardo Ferreira & Filhos Lda, a fábrica da “Mulher do Capote”

Perto de três mil litros de um licor com o nome da tradição natalícia açoriana “o menino mija” esgotaram em apenas duas semanas, revelou hoje o produtor, que quer exportar o produto para os Estados Unidos em 2015.

“Este ano foi uma experiência. Tivemos à volta de dois mil e quinhentos litros ou três mil litros. Esgotou rapidamente. Para o ano vamos produzir muito mais e tentar colocar nos EUA”, afirmou à Lusa Eduardo Ferreira, proprietário da Fábrica de Licores Eduardo Ferreira & Filhos Lda., fundada em 1993 na cidade da Ribeira Grande, na ilha de S. Miguel.

Pelo Natal e até ao dia de Reis (06 de janeiro) vive-se nos Açores a tradição do “menino mija”, que junta grupos em peregrinação por casas de amigos e familiares, constituindo um símbolo do património etnográfico do arquipélago.

“Colocámos dentro de uma garrafa esta tradição. Tem tudo a ver connosco. Chama a curiosidade às pessoas e isso é um potencial comercial”, disse Eduardo Ferreira, acrescentando que o resultado da primeira experiência foi toda vendida na região e que a marca “O menino mija” já foi registada pela fábrica de licores.

mulherdecapote.pt

A Fábrica de Licores Eduardo Ferreira & Filhos Lda. foi "fundada em 1993 com saberes de 1936"

A Fábrica de Licores Eduardo Ferreira & Filhos Lda. foi “fundada em 1993 com saberes de 1936”

Segundo Eduardo Ferreira, esta é “uma aposta ganha”, pelo que a ideia, no próximo ano, é “produzir mais e exportar para os Estados Unidos”, algo que “já está a ser tratado em termos de autorizações”.

“As pessoas perguntam de que é feito o licor, porque não vem na garrafa os ingredientes, mas isso já foi de propósito. Quando vai a casa dos amigos e pergunta se o menino mija, o senhor não sabe o que vai tomar”, disse, acrescentando apenas que a fruta utilizada neste e nos restantes licores produzidos pela sua fábrica é toda dos Açores.

Neste momento, a fábrica de licores de Eduardo Ferreira importa apenas ginga, pois toda a restante fruta utilizada no fabrico das bebidas alcoólicas é plantada e colhidas nos Açores.

A criatividade, a constante inovação e a qualidade são para Eduardo Ferreira, antigo emigrante nos EUA, o segredo do sucesso da fábrica, que em 2015 vai começar a produzir gin e rum com sabores de frutas locais.

“Não é por acaso que no ano passado subimos 17% nas vendas, num ano de crise. Estamos constantemente a investir e a melhorar”, referiu Eduardo Ferreira.

O empresário revelou, ainda, que tenciona abrir, em fevereiro, a segunda loja da “Mercearia dos Açores” em Lisboa, dado o sucesso obtido com a primeira, localizada na baixa da capital e onde se podem encontrar vários produtos genuinamente açorianos.

/Lusa

2 COMENTÁRIOS

  1. “As pessoas perguntam de que é feito o licor, porque não vem na garrafa os ingredientes, mas isso já foi de propósito. Quando vai a casa dos amigos e pergunta se o menino mija, o senhor não sabe o que vai tomar”………. Pergunto isto não é ilegal??

RESPONDER

NASA mostra como o furacão Ofélia influenciou os incêndios em Portugal

A estação espacial norte-americana NASA divulgou um vídeo que ilustra o impacto dos furacões que atingiram o Oceano Atlântico, nos últimos meses, mostrando em particular como o Ofélia teve influência nos grandes incêndios que abalaram …

Cesarianas e tempos de espera nas urgências vão condicionar financiamento

Os hospitais com taxas de cesariana superiores a 29,5% ou 31,5%, consoante o grau de diferenciação, não vão receber do Estado o pagamento pelos respetivos episódios de internamento, no âmbito do programa para a redução …

Empresas públicas escondem das Finanças os salários dos gestores

Cerca de metade das empresas públicas não comunicaram dados sobre os salários dos membros do conselho de Administração ao Ministério das Finanças, como está estipulado na Lei. O Correio da Manhã apurou que, em 2016, 118 …

"0 tiros disparados". PSP publica (e depois retira) post polémico sobre tiroteio

O post partilhado no Facebook da PSP, que parecia fazer alusão ao tiroteio que, na semana passada, provocou a morte de uma mulher, já foi retirado desta rede social. "0 tiros disparados", podia ler-se. A PSP …

PJ descarta abuso sexual na Queima das Fitas de Porto e Braga. Autores dos vídeos ainda por apurar

A Polícia Judiciária descartou o crime de abuso sexual nos dois casos, mas mantém a investigação aos crimes de de gravação ilícita e devassa da vida privadas. Dois jovens envolvidos numa cena de sexo num autocarro …

Negociações para formar Governo fracassam na Alemanha

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, lamentou no domingo em Berlim o fracasso das negociações da CDU com os liberais do FDP e com Os Verdes para a formação de um novo governo. Desde as eleições …

Armada argentina duvida que chamadas de satélite sejam do submarino desaparecido

No sábado, bases navais da Argentina anunciaram ter recebido contactos por telefone-satélite que poderiam ter sido feitos a partir do submarino militar argentino Ara San Juan. De acordo com o Diário de Notícias, sete chamadas de …

Morreu o infame Charles Manson

Na sequência dos assassínios brutais que levou a cabo com a sua seita, Charles Manson tinha sido condenado à morte em 1971. Um dos criminosos mais famosos dos Estados Unidos, Charles Manson, líder de uma seita …

Portugal prepara-se para o regresso dos seus jihadistas

As autoridades portuguesas estão a preparar-se para o regresso dos jihadistas que partiram de Portugal para combater nas fileiras do Estado Islâmico. Polícia e entidades de apoio social estão a receber formação para prevenir a …

Criminologista espanhol encontrou a "mulher de roxo" do caso Maddie

A polícia inglesa procurava a "mulher de roxo", que tinha saído da Praia da Luz com o marido - um pedófilo condenado que entretanto morreu -  na mesma altura do desaparecimento de Madeleine McCann, em …