Três ecopontos e uma viatura incendiadas esta madrugada em Lisboa

Três ecopontos e uma viatura arderam hoje de madrugada na zona da Reboleira, Amadora, disse fonte oficial da direção nacional da PSP à agência Lusa.

A polícia foi chamada ao local pelas 2:50 e identificou três ecopontos e uma viatura em chamas. Além da viatura que ardeu, uma outra, que estava contígua, ficou também com a parte lateral danificada, segundo a mesma fonte.

Segundo adiantou à Lusa, na manhã deste sábado, a oficial de serviço na Direcção Nacional da PSP, não estão até ao momento identificados quaisquer suspeitos.

Esta é a quarta noite, esta semana, de actos de violência e vandalismo na região de Lisboa. Na madrugada de quinta-feira, trinta caixotes do lixo e ecopontos foram incendiados em toda a área do Comando Metropolitano de Lisboa, com especial incidência no concelho de Sintra.

Na terça-feira, a esquadra da PSP da Bela Vista foi atingida por cocktails molotov e em Odivelas e Póvoa de Santo Adrião foram incendiados caixotes do lixo e viaturas.

As imagens dos ecopontos e da viatura incendiadas esta madrugada foram partilhadas nas redes sociais por Jorge Cavaleiro, guarda nocturno que captou o momento em que os bombeiros combatiam as chamas, na Rua Manuel Alpedrinha, no bairro da Reboleira. O vandalismo chegou à Amadora“, diz o guarda-nocturno.

Noite de Vandalismo na Amadora Três Ecopontos, um Molok e uma Carrinha de entrega de Medicamentos destruida (Rua Manuel Alpedrinha na Reboleira)

Publicado por Jorge Cavalheiro em Sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Vandalismo chegou à Amadora (Rua Manuel Alpedrinha na Reboleira) vídeo 2

Publicado por Jorge Cavalheiro em Sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

De acordo em não generalizar incidentes

O presidente da República revelou este sábado que ele e o seu homólogo cabo-verdiano estiveram de acordo em não generalizar aquilo que são casos específicos, ao referir-se aos incidentes relacionados com o bairro da Jamaica, no Seixal.

Marcelo Rebelo de Sousa esteve na sexta-feira com Jorge Carlos Fonseca, na ilha cabo-verdiana do Sal, onde fez escala antes de partir para a Cidade do Panamá, para participar nas Jornadas Mundiais da Juventude.

Segundo Marcelo Rebelo de Sousa, os chefes de Estado dos dois países estiveram “de acordo em não empolar, generalizando aquilo que são casos específicos em investigação”. “Estivemos de acordo quanto à necessidade de haver serenidade para que a radicalização no tratamento da matéria não gere radicalização”, frisou.

“Fizemos declarações em conjunto e nessas declarações o sr. Presidente Jorge Carlos Fonseca e eu próprio estivemos de acordo quanto à importância do que está a ser a intervenção do Ministério Público para apurar o que se passou”, começou por explicar o Presidente português na Cidade do Panamá.

PSP abre inquérito a violência policial

No domingo passado, a polícia foi chamada a Vale de Chícharos, também conhecido como o Bairro da Jamaica, após ter sido alertada para “uma desordem entre duas mulheres”.

Segundo a PSP, um grupo de homens reagiu à intervenção dos agentes da polícia quando estes chegaram ao local, atirando pedras. Do incidente resultaram feridos, sem gravidade, cinco civis e um agente.

Na segunda-feira, decorreu uma manifestação contra a violência policial, convocada nas redes sociais, em frente ao Ministério da Administração Interna, em Lisboa, que resultou em quatro detenções por apedrejamento aos agentes da PSP, de acordo com a polícia. O Ministério Público e a PSP abriram entretanto inquéritos aos incidentes.

Na terça-feira, o Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, disse estar a procurar “informações concretas” sobre os incidentes entre moradores e a polícia no bairro da Jamaica, onde vivem cidadãos de origem cabo-verdiana.

Nessa noite, três dezenas de caixotes do lixo e ecopontos foram incendiados em toda a área do Comando Metropolitano de Lisboa, com especial incidência no concelho de Sintra, e um autocarro ardeu em Setúbal.

Na quinta-feira, Marcelo Rebelo de Sousa considerou que a “posição sensata” sobre os casos de violência dos últimos dias na Grande Lisboa é não generalizar nem os comportamentos dos cidadãos envolvidos, nem a atuação da polícia.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Se são tão hábeis em terrorismo porque não ficaram na terra deles onde eram tão bons profissionais? Será por falta de apoio moral e financeiro com o desaparecimento da defunta URSS? A melhor forma do ser humano se fazer respeitar é respeitar os outros e procurar vencer na vida à custa do seu suor, mesmo se entendemos que por vezes a vida não é bem igual para todos

RESPONDER

Papa Francisco defende distanciamento social e é criticado por radicais de direita

Num artigo no New York Times sobre o Dia de Ação de Graças, o Papa Francisco defendeu as restrições levantadas para combater a pandemia covid-19, acabando por ser criticado por alguns radicais de direita, que …

Dez empresas e três pessoas acusadas no caso do vulcão na Nova Zelândia que fez 22 mortes

Dez empresas e três pessoas foram acusados de não cumprirem obrigações de segurança quando um vulcão na Nova Zelândia entrou em erupção em 2019, matando 22 pessoas, anunciou hoje a agência responsável pelas normas de …

Taxa de desemprego desce em setembro para os 7,9%

A taxa de desemprego recuou em setembro para 7,9%, menos 0,2 pontos do que em agosto e mais 1,4 pontos que no mesmo mês de 2019, segundo dados esta segunda-feira anunciados pelo Instituto Nacional de …

Multinacionais com mais respeito pelos direitos humanos e ambiente? Suíços dizem não

A Suíça rejeitou este domingo, em referendo, uma iniciativa que queria impor obrigações legais mais rígidas às empresas, no que se refere ao respeito pelos direitos humanos e padrões ambientais, segundo projeções adiantadas por instituto …

Brasil. Forças alternativas a Bolsonaro e Lula conquistam metade das capitais estaduais

Na segunda volta das municipais brasileiras, disputadas em 57 dos 5565 municípios do país e envolvendo mais de 38 milhões de eleitores, os políticos apoiados pelo Presidente Jair Bolsonaro e os candidatos do Partido dos …

Surto de gripe aviária no Reino Unido origina o abate de 10 mil perus

Mais de 10 mil perus vão ser abatidos no Reino Unido, devido a um surto de gripe aviária detetado numa quinta na cidade de Yorshire, no norte do país, anunciou este domingo o Governo britânico. Segundo …

Portugal com mais 78 mortos e 3.262 novos casos

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais 78 mortos relacionados com a covid-19 e 3.262 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, Portugal já registou 4.505 …

Ministra da Saúde timorense ordena apagar referências a uso de preservativos em cartazes

A ministra da Saúde timorense ordenou retirar a recomendação de uso de preservativo em cartazes distribuídos pelo país para marcar o Dia Mundial de Luta contra a SIDA, por oposição “moral” ao que considera ser …

Messi marcou na goleada do Barça e homenageou Maradona

O Barcelona regressou neste domingo às vitórias na Liga espanhola de futebol e subiu ao sétimo lugar da prova, ao golear por 4-0 na recepção ao Osasuna, em jogo da 11.ª jornada, marcado por homenagens …

Austrália exige pedido de desculpa à China após publicação de imagem no Twitter

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, exigiu esta segunda-feira um pedido de desculpas da China por causa de uma publicação na rede social Twitter divulgado por um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês. "O Governo chinês …