Três asteróides “gigantes” vão passar pela Terra este sábado

ESO

Três asteróides vão passar próximo do nosso planeta este sábado, com apenas algumas horas entre eles.

De acordo com os dados da lista de Near Earth Objects da NASA, o primeiro asteróide, chamado 2018 VS1, vai passar por volta das 14h03 de sábado.

Astrónomos da agência espacial norte-americana estimam que este asteróide mede entre 13 a 28 metros – 2,5 vezes mais que o tamanho de um típico autocarro londrino de dois andares, ou 5 vezes mais alto que uma girafa.

A NASA estimou que o asteróide chegará tão perto como 0,00927 unidades astronómicas, o que se traduz em 1,38 milhões de quilómetros da Terra – algo como 3,6 vezes a distância do nosso planeta à Lua.

Depois da passagem do VS1, aparecerá o VR1, que atingirá o ponto mais próximo da Terra às 14h19. Este segundo asteróide, que terá o mesmo tamanho e velocidade que o VS1, passará a uma distância maior – 5,03 milhões de quilómetros.

O tamanho deste segundo asteróide é muito próximo do do primeiro: está estimado entre os 14 e os 30 metros.

Mais tarde, às 18h21, passa pela Terra o VX1. Este é o mais pequeno dos três asteróides, com cerca de 7,6 a 17 metros (a altura de um prédio de 4 andares), mas é o que passa mais perto do nosso planeta, a apenas 381.474 quilómetros, mais ou menos a distância da Terra à Lua – um fio de cabelo, na escala das distâncias astronómicas.

O primeiro asteróide vai passar pela Terra pela primeira vez em 5 anos. Já o segundo, de acordo com os cálculos da NASA, fará este sábado a sua primeira e última aproximação ao planeta azul.

A NASA explica que “enquanto orbitam o Sol, os Objetos Próximos da Terra podem ocasionalmente aproximar-se da Terra”. A agência relembrou que “uma passagem próxima em termos astronómicos pode ser uma grande distância em termos humanos: milhões ou até milhares de milhões de quilómetros”.

Os “Objetos Próximos da Terra”, ou Near Earth Objects, são todos os asteróides e cometas com uma trajetória menor que 194.47 milhões de quilómetros. Muitos destes objetos são classificados como “Objetos Potencialmente Perigosos” se se aproximarem a menos de 7,47 milhões de quilómetros do planeta Terra.

ZAP // Express / RT

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

    • Se a sua depressão pertence à classe dos tricíclicos, aconselho os fármacos: Imipramina, Clomipramina, Amitriptilina e Nortriptilina; se a sua depressão pertence à classe dos Inibidores seletivos da recaptação da serotonina, aconselho os fármacos: Fluoxetina, Paroxetina, Citalopram, Escitalopram e Sertralina; se a sua depressão pertence à classe dos Inibidores da recaptação da serotonina e da noradrenalina, aconselho os seguintes fármacos: Venlafaxina, Duloxetina e Mirtazapina. Mas atenção, primeiro deve aconselhar-se com o seu clínico psiquiatra pois todos estes medicamentos têm efeitos secundários que podem agravar ainda mais a sua depressão.As melhoras.

  1. “Três asteróides “gigantes””….em que o maior deles poderá ter no maximo 30 metros de diametro??????
    E se tivessem 2 ou 3 km como se designariam???? Este Zap de vez em quando delira.

  2. Aqui em Ubaporanga tambem deu. Levei um susto.Achei que tinha dado alguma batida de carros na br moro perto.

  3. Interessante como pensamos sempre com a Terra como referência, mas e a Lua? Se fosse alvo de um asteroide monstruoso, o que seria de nós?

  4. 30 metros já é muito perigoso para nosso planeta, esses objetos chegam a milhares de quilômetros por hora, agora pensa em um impacto numa cidade com uma grande população, será uma tragédia !

RESPONDER

Deputado do PSD chama “besta” a António Costa (e compara-o a Trump e a Bolsonaro)

O deputado do PSD Duarte Marques chamou “besta” ao primeiro-ministro, António Costa, e comparou-o aos presidentes dos Estados Unidos e do Brasil, Donald Trump e Jair Bolsonaro. Numa publicação na sua página pessoal do Facebook, o …

Poema na Estátua da Liberdade sobre migrantes, "refere-se a pessoas vindas da Europa"

Após a publicação de uma lei sobre a migração no país, o poema "The New Colossus", escrito em 1883 por Emma Lazarus, está agora a provocar um debate sobre o seu verdadeiro significado. Ao longo do …

Três municípios multados pelo Governo por falta de Plano de Defesa contra incêndios

O Governo determinou esta sexta-feira a retenção de 20% do duodécimo das transferências do Fundo de Equilíbrio Financeiro a Odivelas, Paços de Ferreira e Peniche por não terem ainda aprovado os Planos Municipais de Defesa …

Encontrada uma aldeia perdida no local do mais infame massacre de clãs

Arqueólogos que escavaram a cena do mais infame massacre de clãs na história escocesa desenterraram partes de uma "aldeia perdida" no vale das Terras Altas de Glencoe. O assentamento apareceu no massacre de 1692 do clã …

Autópsia confirma causa da morte. Jeffrey Epstein enforcou-se com os lençóis

O relatório oficial da autópsia ao corpo de Jeffrey Epstein revelou, nesta sexta-feira, que o multimilionário norte-americano se suicidou, enforcando-se com os lençóis da sua cela na prisão de Manhattan. Epstein estava preso a aguardar pelo …

Depois de 10 horas de reunião, não há acordo. Greve mantêm-se

Foram mais de dez horas de reunião entre os representantes do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas e o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, que terminaram na madrugada deste sábado sem acordo. A …

Descoberto novo órgão sensorial no corpo humano

Uma equipa de investigadores do Instituto Karolinska, na Suécia, descobriu um novo órgão sensorial na pele capaz de detetar estímulos mecânicos dolorosos, tal como picadas ou impactos. A descoberta do Instituto Karolinska, uma das maiores e …

"Mundo Jurássico" de vulcões encontrado sob a Austrália

Uma equipa de cientistas acaba de descobrir um "Mundo Jurássico" com cerca de 100 vulcões antigos enterrados sob as bacias de Cooper-Eromanga, na Austrália, noticia esta semana a Europa Press. Segundo a agência noticiosa, está …

Cientistas "recrutam" bactérias para mineração extraterrestre

Uma equipa de astrobiólogos da Agência Internacional Europeia enviou 18 estripes diferentes de bactérias para a Estação Espacial Internacional (EEI), visando determinar se é viável avançar para a bio-mineração extraterrestre num ambiente sem gravidade. De acordo …

O buraco negro que vive no coração da Via Láctea brilha muito mais do que o normal (e ninguém sabe porquê)

Uma equipa de cientistas da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, observou que Sagitário A * (Sgr A *), o buraco negro supermassivo que vive no coração da Via Láctea, brilha 75 vezes mais que …