Autarca sugere transferir operação da TAP de Lisboa para o Porto por questões de segurança

A autarquia de Santa Maria da Feira sugeriu que a operação da TAP devia ser transferida para o Norte, de forma a “transmitir segurança” aos viajantes, enquanto os casos de covid-19 continuarem a aumentar na capital.

O presidente do Município de Santa Maria da Feira, Emídio Sousa, defendeu esta segunda-feira que a operação da transportadora TAP devia ser deslocalizada para o Norte como forma de “transmitir segurança” aos viajantes enquanto aumentam os casos de covid-19 em Lisboa.

Esta é a proposta do social-democrata que, enquanto autarca no concelho que integra o distrito de Aveiro e também a Área Metropolitana do Porto, afirma que o Aeroporto Francisco Sá Carneiro e toda a região Norte do país têm nesta altura “muito mais controlada” a situação epidemiológica do vírus SARS-CoV-2.

“Neste momento, o que prejudica a nossa imagem no estrangeiro é a situação que se vive em Lisboa e nos concelhos em redor, onde todos os dias está a aparecer uma grande quantidade de novos infetados. O Porto e os outros concelhos da região Norte, no entanto, representam agora a zona mais segura do país em termos de covid-19”, argumentou.

É por isso que o autarca da Feira e também vice-presidente da Junta Metropolitana do Porto sugere: “Se a operação de retoma dos voos da TAP for transferida para o Porto, que agora está há duas ou três semanas com zero casos novos por dia, isso vai transmitir segurança aos viajantes e permitirá atrair de novo o turismo para um destino que já era muito forte”.

Recordando que em 2019 o Porto “recebeu 12 milhões de passageiros” e que o Aeroporto Francisco Sá Carneiro tem “todas as condições para garantir uma operação de qualidade” à transportadora aérea portuguesa, Emídio Sousa acredita que a deslocalização “temporária” do plano de voos da TAP para o Norte seria uma medida positiva para recuperar um dos principais setores da economia portuguesa.

Isso não invalida a necessidade de reajustar expectativas: “Se no ano passado tivemos 12 milhões de passageiros, este ano já era muito bom se recebêssemos metade disso e é aí que a TAP pode ajudar”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Falta é explicar que as viagens de negócios e turismo é mais viradas para Lisboa.
    A região norte tem muitos pontos de interesse mas, são muito afastados e os custos muitíssimo elevados. Um jantar na Ribeira fica por 44 euros por pessoa. Uma noite no centro fica por 163 euros. Mais 270 euros para uma volta num “cruzeiro do Douro”. Mais 30 euros para visitar uma adega. Mais 70 euros para o táxi.
    Sim, existem pontos de interesse para visitar mas, estão muito mal organizados. Basta ver que a associação de comércio do Porto, queria a linha do Douro activa, com o comboio de luxo, sendo que o estado teria de pagar 100% dos custos e o ministério do Turismo 40% dos bilhetes, para que os passageiros pagassem 30 euros por bilhete, para pararem nas lojas dos empresários dessa associação.

RESPONDER

Variante Delta está a crescer em Portugal. Lisboa e Vale do Tejo é a região mais afetada

As autoridades de saúde confirmam que já foi detetada, em Portugal, a transmissão comunitária da variante Delta do novo coronavírus. Esse cenário estará a ser mais evidente na região de Lisboa e Vale do Tejo. "Até …

Vírgula permite aos deputados receberem abono de exclusividade mesmo mantendo cargos em empresas

Um parecer da Comissão de Transparência permite aos deputados acumularem funções em empresas enquanto recebem o subsídio de exclusividade na Assembleia da República. Tudo por culpa de uma vírgula que desperta interpretações diversas. A situação é …

Grupo Espírito Santo só tem verbas para pagar 2,6% das dívidas

Os credores reclamam 11,5 mil milhões de euros em dívida, mas o império Espírito Santo só tem cerca de 300 milhões de euros. De acordo com o semanário Expresso, aquilo que resta do império Espírito Santo …

CTT reclamam dívidas de 67 milhões ao Estado

Os CTT iniciaram um processo de arbitragem contra o Estado, reclamando um total de 67 milhões de euros em compensações pelo impacto da pandemia de covid-19 e pela extensão unilateral do contrato de concessão. "Os CTT …

O candidato de Costa ao Porto só durou 24 horas (e a "asneira" pode sair-lhe cara)

Está lançada a confusão no PS Porto com a escolha do candidato do partido às próximas eleições autárquicas. O secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, não resistiu às reacções negativas à sua escolha para …

Mourinho Félix ao ataque. BdP "subjugou-se" à ex-ministra das Finanças

O antigo secretário de Estado Adjunto e das Finanças criticou, esta sexta-feira, a "falha grave" do Banco de Portugal (BdP) ao se ter subjugado à antiga ministra das Finanças quanto à capitalização inicial do Novo …

Castillo obtém a maioria dos votos nas Presidenciais peruanas

Pedro Castillo obteve a maioria dos votos nas eleições presidenciais de domingo no Peru, com 50,168% dos votos, restando apenas 0,328% para contar, uma distância que a sua rival, Keiko Fujimori, não será capaz de …

Câmara de Lisboa arrisca multa de 80 milhões devido à partilha de dados

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) terá cometido quatro violações à lei da Proteção de Dados, puníveis cada uma com uma coima até aos 20 milhões de euros. Em declarações ao jornal Público, Elsa Veloso, advogada …

Joanetes e ossos partidos. A moda dos sapatos pontiagudos teve um alto custo na Inglaterra medieval

A moda dos sapatos pontiagudos na Inglaterra medieval desencadeou uma onda de joanetes, que, por sua vez, levaram a que as pessoas caíssem e partissem ossos. O século XIV assistiu à chegada de uma abundância de …

Sir António Horta Osório. Português foi condecorado pela Rainha Isabel II

O gestor português do setor da banca foi condecorado, este sábado, pela Rainha Isabel II com o grau de cavaleiro da Ordem do Império britânico, passando a ter direito ao título de "Sir" antes do …