Tráfico de seres humanos está fora de controlo em Portugal

Os inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) afirmam que os números oficiais sobre o tráfico de seres humanos em Portugal são “ridículos”.

No ano passado, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) instaurou apenas 20 inquéritos por este crime, número que os inspetores consideram “ridículo” e um “insulto para as milhares de pessoas que todos os anos são vítimas de exploração laboral e sexual em Portugal”.

Acácio Pereira, presidente do Sindicato da Carreira de Investigação e Fiscalização (SCIF) do SEF, conta ao Diário de Notícias que “temos noção que há milhares de abusos, em simultâneo, todos os meses, para não dizer todos os dias”, explicando que os dados dos relatórios oficiais não correspondem à realidade portuguesa.

É desta forma que o presidente do Sindicato denuncia a falta de fiscalização desta área e a escassez de meios para prevenir e combater este crime, que está a aumentar em Portugal.

Os dados conhecidos ao longo de 2017 “mostram que a exploração laboral em zonas agrícolas, especialmente no Alentejo, está fora de controlo por falta de capacidade do SEF para fiscalizar a esmagadora maioria das herdades onde trabalhadores ilegais são vítimas de abusos”, sublinha o sindicato.

Por outro lado, “Portugal começou a ser usado como nova rota para o tráfico de crianças, sobretudo africanas: essas crianças e adolescentes são utilizadas para exploração e escravatura em países como França ou Alemanha. Portugal funciona como porta de entrada para o espaço Shengen e o destino final são países do centro da Europa”.

Os inspetor entendem que é necessário aumentar o dispositivo de modo a que a maior parte deste tráfico não continue “a escapar ao nosso controlo”. Este aumento de tráfico de seres humanos no nosso país é também confirmado ao nível da mais importante organização europeia que se dedica a este fenómeno, avança o DN.

O Grupo de Peritos em Ação Contra o Tráfico de Seres Humanos (GRETA) do Conselho da Europa coloca Portugal, no seu mais recente relatório, como um dos países onde o tráfico de seres humanos mais tem crescido e um dos cinco países europeus em que a exploração laboral supera o tráfico sexual.

O relatório dá conta de que maioria das vítimas são homens e a exploração ocorre, sobretudo, na agricultura, hotelaria e pescas. Portugal surge também no cimo da lista de países com mais desaparecimento de crianças.

Questionado pelo jornal, o SEF não reconhece a necessidade de mais recursos e refere que “ao longo de 2017 foram realizadas várias ações de fiscalização em locais conotados com a eventual exploração”. Além disso, segundo o SEF, foram “sinalizadas” 67 vítimas e constituídos 20 arguidos pelo crime de tráfico de pessoas.

O Sindicato da Carreira de Investigação e Fiscalização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SCIF/SEF) realiza a 27 de abril, em Lisboa, a conferência “Tráfico de seres humanos – o SEF e a luta contra o tráfico de pessoas”.

A escolha do tema prende-se com a “subida assustadora, nos últimos anos, do tráfico de seres humanos na Europa, nomeadamente em Portugal”. Segundo o sindicalista Acácio Pereira, o tráfico de seres humanos é a “moderna escravatura” e constitui um crime que “tem de ser melhor combatido”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Isto é o resultado das politicas anti-patriotas da esquerda e extrema esquerda que nos governa!Toda a porcaria entra em Portugal…Esquerda a governar nunca mais!!

  2. Neste país anda TUDO fora de control, então quando lá estão os PS é que anda tudo sem rei nem roque… a filosofia dos PS é quem vier a seguir que se amanhe. No final quem se LIXA SEMPRE é o POVO…

RESPONDER

Turismo fez subir o custo de vida dos portugueses. Salários continuam estagnados

O crescimento do turismo em Portugal fez crescer o custo de vida dos portugueses, especialmente nos que vivem nas grandes cidades, apesar de estes continuarem com os salários estagnados, escreve o Jornal de Notícias. Entre 2013 …

Contrato público. Amazon apresenta queixa em tribunal contra Trump

A Amazon revela que os "insistentes ataques públicos e de bastidores" de Donald Trump contra Jeff Bezos causaram "pressão" que levou à perda de contrato público com o Departamento de Defesa.  A Amazon apresentou uma queixa …

Empurrões, insultos e (talvez) um murro: Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro perderam as estribeiras no túnel do Jamor

Os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro, desentenderam-se no túnel de acesso ao relvado do Estádio Nacional, ao intervalo do jogo em que as duas equipas empataram a uma bola. …

Acordo entre Rússia e Ucrânia para cessar-fogo até ao final do ano

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, chegaram na segunda-feira à noite a um acordo de cessar-fogo que deverá ter efeito até ao final do ano de 2019. "As partes …

Nova Zelândia abre investigação. Erupção do Whakaari já fez pelo menos 13 mortos

Pelo menos cinco pessoas morreram e oito continuam desaparecidas, na sequência da erupção do vulcão Whakaari, na Nova Zelândia. As autoridades afirmam que há poucas chances de terem sobrevivido. "Diria com forte convicção de que ninguém …

Falhas no acesso a remédios não são exclusivo do SNS. No resto da Europa também há, diz ministra

A ministra da Saúde afirmou que as falhas no acesso a medicamentos não são "um exclusivo nacional", estando em discussão entre os Estados-membros uma "estratégia global para o acesso ao medicamento". A ministra da Saúde afirmou …

Canal Panda e jogar sem medo. A receita de Lage para vencer os russos do Zenit

O Benfica joga esta terça-feira com o Zenit de São Petersburgo, na sexta e última jornada do grupo G da Liga dos Campeões. Os encarnados precisam de vencer por dois (ou mais) golos para garantir …

Polícia de Hong Kong desativa bombas artesanais escondidas em escola

As autoridades de Hong Kong desativaram duas bombas artesanais numa escola esta terça-feira. Os engenhos foram descobertos por um guarda e desconhece-se se estão associados à crise política que se vive no país. A líder de …

Tancos. Carlos Alexandre quer ouvir António Costa presencialmente

O juiz Carlos Alexandre quer ouvir o primeiro-ministro, António Costa, presencialmente durante a fase de instrução do processo de Tancos, recusando assim que o seu testemunho seja feito apenas por escrito. De acordo com a …

Orçamento de 2020 sem verba para pré-reformas na Função Pública

Alexandra Leitão, ministra da Modernização do Estado e Administração Pública, esclareceu que a proposta do Orçamento do Estado para o próximo ano não deverá reservar qualquer verba para financiar pré-reformas na função pública. Segundo o Diário …