Tradutora do FBI fugiu para casar com o terrorista islâmico que estava a investigar

Uma agente do FBI que estava envolvida na investigação a um terrorista do Estado Islâmico, acabou por se apaixonar por ele. Fugiu para a Síria, onde casou com o jihadista de origem alemã, colocando a nu as fragilidades de Segurança do Departamento de Investigação dos EUA.

O caso remonta a 2014, mas só agora foi revelado pela CNN, após uma investigação que levou o canal de televisão a descobrir que Daniela Greene, uma agente do FBI com funções de tradutora, mentiu, fugiu e casou-se com o terrorista que era suposto investigar.

A mulher de 38 anos trabalhava como tradutora de alemão para o FBI desde 2011, e em Janeiro de 2014, juntou-se à investigação do FBI ao terrorista alemão Denis Cuspert, um antigo rapper que protagoniza vários vídeos de propaganda do Daesh.

No âmbito da sua investigação, a agente do FBI identificou várias contas online e números de telefone usados pelo jihadista e terá mantido “acesso exclusivo” a uma terceira conta de Skype, revela a CNN.

Em Junho de 2014, a tradutora informou o FBI de que ia viajar para Munique, na Alemanha, para tirar férias e visitar familiares. Mas na verdade, embarcou para Istambul, na Turquia, rumando depois até Gaziantep, a 20 quilómetros da fronteira com a Síria.

Com a ajuda de um contacto de Denis Cuspert, passou a fronteira e casou com o terrorista, que tinha como nome de guerra, enquanto rapper, “Deso Dogg”.

O cidadão alemão tinha-se juntado ao Estado Islâmico, assumindo o nome de Abu Talha al-Almani e um papel preponderante no recrutamento de jihadistas, através da Internet.

A sua capacidade de influência, manifestada em vídeos onde aparece nomeadamente com uma cabeça humana decapitada, é tal, que conquistou até a agente do FBI que o investigava.

Agente foi condenada a 2 anos de prisão

Mas ao cabo de apenas cerca de um mês, Daniela Greene acabou por ganhar juízo e perceber que se tinha enganado.

Conseguiu voltar a casa, tendo sido detida mal pisou de novo o solo dos EUA. Concordou em colaborar com as autoridades, confessando-se culpada, em tribunal, por ter feito declarações falsas no âmbito de um caso de terrorismo internacional.

A agente foi condenada a dois anos de prisão, uma sentença considerada demasiado leve, tanto mais quando o tribunal classificou a sua conduta como merecedora de “punição severa”, conforme atesta a CNN.

“Até tentativas falhadas de viajar para a Síria, para se juntarem ao Daesh, mereceram a acusados sentenças de prisão mais duras“, aponta o canal de televisão, notando que o tribunal justificou a pena mais leve pela cooperação da arguida.

O Ministério Público norte-americano acusou Greene de ter “violado a confiança pública, a confiança das autoridades” e daqueles com quem trabalhou, colocando assim “a segurança da nação em causa”.

“Um embaraço espantoso para o FBI”

O caso é um alarmante sinal da fragilidade das próprias autoridades norte-americanas perante o Daesh, bem como “um embaraço espantoso para o FBI”, conforme atesta na CNN o ex-elemento do Departamento de Estado dos EUA, John Kirby.

“Para ela poder entrar, como americana, como mulher, como funcionária do FBI, e para poder fixar residência com um conhecido líder do Daesh, tudo isso teve que ser coordenado” com as chefias do Estado Islâmico, aponta Kirby.

Reagindo à notícia, o FBI garante à CNN que “tomou várias medidas, numa variedade de áreas, para identificar e reduzir vulnerabilidades de segurança“, frisando ainda, que “continua a fortalecer as suas medidas de protecção para levar a cabo um trabalho vital”.

Quanto à agente, está agora afastada do FBI, a trabalhar na recepção de um hotel, e recusou falar com a CNN por razões de segurança.

SV, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. As mulheres e as suas atitudes românticas. Nem se importam de perder o emprego por causa de um homem..se fosse um homem decerto não o faria!

RESPONDER

Plano Outono-Inverno prevê hospitais covid free, testes rápidos e task-force para doentes não-covid

O Plano de Outono-Inverno do Ministério da Saúde foi divulgado esta segunda-feira. O documento será revisto a cada dois meses. O Plano da Saúde para o Outono-Inverno, divulgado esta segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS), revela …

Cientistas já sabem como é que raro tipo sanguíneo ajuda a prevenir a malária

Um raro tipo sanguíneo, encontrado apenas em algumas partes da África Oriental, parece proporcionar uma resistência natural à malária. Cientistas pensam ter descoberto como é isto possível. Em 2017, depois de terem analisado milhares de genomas no …

"Nem mais um tostão". Rio defende nova auditoria ao Novo Banco (e vai votar a favor do projeto do BE)

O presidente do PSD sugeriu que seja realizada uma auditoria ao Novo Banco por uma instituição pública como o Tribunal de Contas (TdC) e disse estar disponível para aprovar a proposta de comissão de inquérito …

O propósito do sono muda repentinamente quando somos crianças

Uma equipa de investigadores identificou uma mudança repentina no propósito pelo qual precisamos de dormir. A alteração foi verificada, na mesma altura, em animais. A razão pela qual precisamos de dormir pode variar de acordo com …

“Desrespeito e mentira”. Rui Moreira ameaça levar UEFA a tribunal após cancelamento da Supertaça europeia

O presidente da Câmara do Porto ameaçou recorrer à justiça para reclamar os prejuízos causados pela decisão da UEFA de não realizar a final da Supertaça europeia de futebol na cidade, acusando aquela instituição de …

Eis os quatro mundos mais promissores de albergar vida alienígena

Marte, Europa, Encélado e Titã são, de acordo com as descobertas científicas, os mundos mais promissores de albergar vida alienígena. A biosfera da Terra contém todos os ingredientes conhecidos necessários para a vida como a conhecemos. …

O Ciclo Solar 25 vai afetar a vida na Terra (e a NASA explica como)

A cada 11 anos, o Sol inicia um novo ciclo solar, marcado por períodos de violentas erupções e explosões magnéticas. Em dezembro de 2019, teve início um novo ciclo solar. Na semana passada, a NASA e …

Criada para prevenir a guerra, a ONU enfrenta um mundo profundamente polarizado

Criada após a Segunda Guerra Mundial para evitar novos conflitos, a Organização das Nações Unidas (ONU) comemora esta segunda-feira o 75.º aniversário, num mundo polarizado que enfrenta uma pandemia, conflitos regionais, uma economia em declínio …

Mulher cai de carro em movimento enquanto grava vídeo para o Snapchat

Uma mulher, que ocupava o lugar do passageiro de um carro em movimento, caiu numa auto-estrada enquanto filmava um vídeo para a rede social Snapchat, no Reino Unido. Segundo a CNN, a mulher estava pendurada na …

Nos Estados Unidos, a venda de discos em vinil ultrapassou a de CD pela primeira vez desde 1986

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de discos de vinil ultrapassaram as vendas de CD nos Estados Unidos em 2020. Os números foram apresentados na semana passada pela Associação Americana da Indústria de Gravação, …