Trabalhadores de call center fundam sindicato

Trabalhadores de “call center” reuniram-se este sábado, em Lisboa, para fundar um sindicato destinado a lutar contra a precariedade no sector e a defender melhores condições de trabalho, nomeadamente com a criação de um estatuto de carreira.

A maioria dos funcionários destes centros de atendimento trabalha “com contratos precários”, seja a recibos verdes ou contratações mensais, disse à agência Lusa Pedro Fortunato, um dos fundadores, à margem da assembleia que teve por missão eleger a comissão instaladora.

Dentro de duas semanas deverá ser enviada a documentação para o Ministério do Trabalho, com vista à legalização do sindicato, indicou.

Uma das principais missões do Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Call Center é conseguir melhores condições e remunerações de trabalho.

“Um estudo da Associação Portuguesa de Call Center dizia, em 2010, que havia 50.000 pessoas” a trabalhar no sector, afirmou Pedro Fortunato, referindo que hoje serão mais.

Os trabalhadores queixam-se de que quando os contratos chegam ao fim são muitas vezes dispensados por períodos de poucos dias ou semanas para voltarem a ser chamados, sem que estabeleçam vínculo à empresa.

“Há casos de pessoas que ficam anos a fio a trabalhar assim, às vezes no mesmo call center”, frisou

Querem também ter acesso a uma carreira, na qual possam progredir: “Somos a única profissão nos serviços que não tem um estatuto de progressão na carreira“.

Nestes centros predominam jovens, na faixa etária dos 20 aos 30 anos, mas cada vez mais surgem candidatos com 40 e 50 anos porque o local onde trabalhavam fechou, contou.

“Com a rotatividade que existe nos call center, há sempre espaço para outras pessoas entrarem”, disse.

Segundo a mesma fonte, há também constantes formações para jovens que acabam o 12.º ano, com a duração de um mês, em que os candidatos trabalham, mas não recebem. “Ao fim de um mês vão embora porque está outra formação a começar, os que não ficam não recebem, mas a empresa recebe o dinheiro das chamadas que são atendidas”.

A longo prazo, o objectivo é conseguir um contrato colectivo de trabalho, admitiu Pedro Fortunato.

Estes trabalhadores pretendem igualmente ver a actividade reconhecida como trabalho de desgaste rápido, “como já acontece no Brasil e em Itália”, exemplificou.

Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Na Saúde, Warren torna-se alvo de ataques. Mas o foco é "derrotar Trump"

O maior debate televisivo para umas eleições primárias na história dos EUA juntou 12 candidatos num só palco. Foi o primeiro debate para o qual o ex-vice-Presidente Joe Biden não partiu com vantagem, tendo a …

Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira …

Grécia. Incêndio em campo de refugiados deixa 600 pessoas sem alojamento

Um incêndio no campo de identificação e registo de migrantes de Vathy, na ilha grega de Samos, deixou 600 refugiados sem alojamento, alertou na terça-feira a organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF). "Em Vathy, seis …

Lista candidata à Ordem dos Enfermeiros excluída por ter poucos homens

Uma das listas candidatas às eleições para a Ordem dos Enfermeiros foi excluída por ter poucos homens. A comissão eleitoral nomeada explica que a lista não respeita a lei da paridade, aprovada pela Assembleia da …

“É a desilusão”. PSD queria novos ministros na Saúde, Educação e Justiça

  O PSD defendeu esta quarta-feira que "não há um novo Governo", mas "uma remodelação com alargamento", com um executivo aumentado e "mais partidário", considerando "uma desilusão" a continuidade em pastas como Saúde, Educação e Justiça. "Não …

Dobradinha poderá render 1,6 milhões de euros a Bruno Lage

Caso consiga alcançar a dobradinha, isto é, vencer o campeonato e a Taça de Portugal, o treinador do Benfica, Bruno Lage, receberá em prémios cerca de 1,6 milhões de euros brutos, avança a imprensa desportiva. A …

Lisboa aumenta seis vezes IMI de prédios devolutos nos centros

A Câmara de Lisboa vai aumentar, em 2020, seis vezes a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para os prédios devolutos nas zonas de maior pressão urbanística, anunciou esta quarta-feira o vereador das Finanças, …

Polícia entrou na federação de futebol da Bulgária e deteve cinco pessoas

Já depois de Borislav Mihailov se ter demitido da presidência da federação da Bulgária, uma unidade da estrutura policial que luta contra o crime organizado no país entrou esta terça-feira na sede da federação, em …

Família holandesa vivia há 9 anos numa cave à espera “do fim dos tempos”

A policia holandesa encontrou uma família de seis pessoas na cave de uma quinta no nordeste do país, onde viviam em isolamento há nove anos e, segundo a imprensa, esperavam “o fim dos tempos”. A polícia …

Kim Jong-un subiu montanha sagrada a cavalo (e deixou a Coreia à espera de um grande anúncio)

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, foi ao monte Paektu, a montanha considerada sagrada pelos norte-coreanos, dar um passeio a cavalo. As imagens foram divulgadas pela agência estatal KCNA, tendo surgido especulações de que virá aí …