Toyota chama à revisão 13 mil carros portugueses por problemas técnicos

Toyota Yaris 2011 Interior

O fabricante automóvel japonês Toyota anunciou esta quarta-feira que vai chamar à revisão 6,39 milhões de veículos em todo o mundo – mais de 13 mil em Portugal -, devido a cinco problemas técnicos que afetam 26 modelos automóveis.

“A Toyota Motor Corporation anunciou cinco deficiências que envolvem 26 modelos Toyota. Uma vez que alguns modelos apresentam mais do que uma falha técnica, o número de veículos que será alvo de correção é de 6,39 milhões”, disse a empresa num comunicado divulgado esta quarta-feira.

Pelo menos 13 mil proprietários portugueses de carros Toyota vão ser chamados para que a marca possa verificar a existência de três problemas técnicos, adiantou à Lusa fonte da empresa, assegurando que a segurança não está em causa.

“No mínimo 13 mil clientes em Portugal vão ser contactados por carta registada no caso de terem viaturas abrangidas”, disse o responsável pelo departamento de Relações Públicas da Toyota em Portugal, António Costa.

Em causa estão os modelos Yaris, HiluxUrban Cruiser e o Recreational Active Vehicle com tração às 4 rodas (RAV4).

No nosso país estão em causa três problemas técnicos, havendo ainda outros dois que não afetam os carros vendidos em Portugal. 

Três problemas principais

A situação principal tem que ver com a necessidade de reforçar a barra do tablier, “uma barra invisível, que as pessoas não vêem, e que suporta alguns componentes do veículo”, explicou o responsável, acrescentando que nenhuma das operações terá custos para o cliente.

Garantindo que “não existe qualquer problema de segurança”, António Costa adiantou que “caso haja alguma situação com a fixação da barra, a única coisa que o condutor poderá notar é um ruído proveniente da zona do tablier”.

O segundo eventual problema “prende-se com um componente chamado cabo espiral do airbag, que é um cabo que permite que o volante rode de um lado para o outro e que esteja sempre interligado com o sistema do airbag”, disse.

“No caso de uma utilização muito intensiva e mediante algumas condições, esse cabo pode quebrar-se”, referiu, adiantando que “o condutor é logo informado dessa situação através de uma luz que aparece no painel de instrumentos”.

O terceiro problema pode acontecer na calha dos bancos, mas apenas nos modelos de três portas do Yaris de segunda geração (produção de 2005/2006).

“A calha do condutor poderá ter alguma folga e, nesse caso, será substituída”, concluiu António Costa.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Misteriosos muros cercam alguns dos lagos da exótica Titã

Alguns do 600 lagos de hidrocarbonetos que pontinham a superfície de Saturno, a lua exótica de Titã, estão cercados por muros que os limitam completamente a distâncias de até 30 metros, revelou um novo estudo. A …

A Microsoft quer usar a inteligência artificial para salvar a nossa história

https://vimeo.com/349508365 Muitas pessoas olham para a tecnologia como a ameaça que vai condenar a nossa espécie, mas a Microsoft planeia agora usar inteligência artificial para preservar a nossa cultura, linguagem e história. O projeto "AI for Good", …

Uber cobrou 100 vezes mais a passageiros nos Estados Unidos

Vários passageiros da Uber nos Estados Unidos denunciaram que a empresa lhes cobrou 100 vezes mais do que o preço inicialmente apresentado na aplicação, noticia a BBC. A Uber já reagiu, dizendo que o problema …

Barbie alia-se à ESA para mostrar que as mulheres também podem ser astronautas

A Barbie e a Agência Espacial Europeia (ESA) deram as mãos para incentivar as crianças a tornarem-se na próxima geração de astronautas, engenheiras e cientistas espaciais, realçando as conquistas da única astronauta viva da Europa, …

Filho de Júlio Iglesias e portuguesa querem a sua parte da herança, que pode chegar aos 30 milhões

Agora que foi reconhecido, pelo tribunal, como filho de Júlio Iglesias, Javier Sánchez quer ter direito à sua parte da herança - 30 milhões de euros - e a uma indemnização por danos morais. Segundo divulgou …

Na terceira semana de julho contam-se cisnes no rio Tamisa (e é um assunto real)

Há vários séculos que contar cisnes no rio Tamisa é um assunto sério e real. Swan upping é o nome desta tradição que conta com a participação da coroa britânica. A tradição manda: na terceira semana …

Ciborgues vão dominar a Terra até ao final do século XXI, diz cientista

A ideia de que as máquinas com inteligência artificial irão coexistir, dominar ou até mesmo destruir a humanidade tem ganho destaque na ficção científica. Esta ideia está presente e tem ganho grande popularidade como, por exemplo, …

Concorrência acusa associações de anunciantes e de agências de publicidade de violarem regras de mercado

A Autoridade da Concorrência (AdC) acusou a Associação Portuguesa de Anunciantes (APAN) e a Associação Portuguesa de Agências de Publicidade, Comunicação e Marketing (APAP) "de limitarem o normal funcionamento do mercado ao estipularem uma regra …

Vídeo raro mostra últimos índios isolados da Amazónia para evitar um genocídio

Imagens da tribo isolada Awá, que não mantém contacto com o exterior e que está ameaçada pelo avanço dos madeireiros, na Amazónia, foram divulgadas pela organização não-governamental (ONG) Survival International como uma forma de alerta …

KLM citou estudo sobre lugares onde é mais provável sobreviver

Citando um estudo da Time, a companhia aérea KLM escreveu que "a taxa de mortalidade para os assentos no meio do avião é maior" e foi muito criticada. Após a polémica recente em que a tripulação …