Toyota chama à revisão 868 híbridos em Portugal devido a falha de software

A Toyota Caetano Portugal vai chamar às suas oficinas 868 carros híbridos devido a uma falha de software que pode reduzir o poder motriz e fazer mesmo com que o veículo pare.

Fonte oficial da Toyota Caetano Portugal disse à agência Lusa que esta atualização de software “é uma situação normal e que ocorre nos mais diversos setores de atividade e equipamentos”, sendo que o sistema visado é o que “controla o fluxo de energia no sistema híbrido, apenas para os modelos Auris HSD e Prius+“.

Em causa em Portugal estão 821 unidades do Toyota Auris HSD e 47 veículos do Toyota Prius+.

O fabricante automóvel japonês anunciou esta quarta-feira que vai chamar à revisão cerca de 625 mil carros híbridos em todo o mundo devido a esta falha, frisando que a avaria não provocou qualquer acidente, nem ferimentos aos ocupantes.

O defeito afeta os modelos Prius+ (comercializado como Prius V ou Prius Alfa, em determinados mercados) e o Auris híbrido, fabricados entre maio de 2010 e novembro de 2014. É considerado um automóvel híbrido aquele que é movido a eletricidade e a gasolina ou gasóleo.

A fonte da Toyota Caetano adianta que dentro dos próximos dias, a empresa “vai contactar diretamente os clientes de viaturas envolvidas (por carta registada) para que, mediante a sua disponibilidade, se desloquem com as viaturas à rede oficial de concessionários Toyota”.

Acrescenta ainda que a atualização de software “deve demorar cerca de 30 minutos e não terá qualquer custo para o cliente”, observando que a Toyota “reforçou e empenhou-se afincadamente na segurança e na qualidade dos seus modelos” e que, como reflexo desta atitude, colocou os seus “clientes e as pessoas em primeiro lugar, tomando sem hesitação, qualquer ação que vise a melhoria destes pilares”.

Do total dos 625 mil carros híbridos, 160 mil foram comercializados na Europa, 120 mil na América do Norte e aproximadamente 340 mil no Japão, enquanto os restantes 5000 foram vendidos em África e em outros mercados.

A atual configuração de software destes automóveis pode causar um sobreaquecimento de transístores, que, se danificados, podem levar, em primeiro lugar, ao acender de várias luzes de aviso, segundo a Toyota.

Na maioria dos casos, o veículo entraria em “modo de segurança”, o que reduz a força motriz do carro e permite conduzi-lo apenas por uma distância limitada.

Em última instância, explica a Toyota, o sistema híbrido desativar-se-ia e o automóvel ficaria parado.

A empresa explicou que as viaturas afetadas devem ser levadas aos concessionários em que foram adquiridos, onde será efetuada uma atualização do software, operação estimada em cerca de meia hora.

O problema foi detetado numa altura em que a Toyota, a par com outros fabricantes japoneses, tem ainda muito presente as massivas chamadas à revisão devido a avarias nos airbags da companhia Takata, que terão estado na origem de pelo menos oito mortes.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Economia abrandou, mas ainda é possível cumprir meta de crescimento

O Produto Interno Bruto cresceu 0,3% no terceiro trimestre, face aos três meses anteriores, metade do registado no segundo trimestre, mantendo o ritmo de crescimento, de 1,9%, na comparação com o mesmo período de 2018. Segundo …

Sporting vai avançar com ação de despejo das claques

A SAD leonina vai avançar com uma ação de despejo para que as claques Juventude Leonina e Directivo Ultras XXI deixem os espaços que ocupam no Estádio José Alvalade, avança A Bola esta quarta-feira. De …

"Ninguém quer trabalhar" na Casa Pia. Pais em protesto devido à falta de pessoal

Os pais e encarregados de educação do Centro Educativo e Desenvolvimento D. Maria Pia, em Lisboa, vão entregar na segunda-feira um abaixo-assinado à tutela para pedir a abertura de concursos externos para reforço de pessoal …

Trump elogiou Erdogan, depois de uma reunião que descreveu como "maravilhosa e produtiva"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, elogiou na quarta-feira o seu relacionamento com o homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan. Os dois líderes encontraram-se para tentar superar várias diferenças, incluindo a situação na Síria e a compra …

MH17. Novas provas revelam contactos frequentes entre a Rússia e separatistas ucranianos

A equipa internacional que conduziu a investigação sobre a queda do voo MH17 em 2014 no leste da Ucrânia divulgou novas provas que apontam para contactos muito frequentes entre a Rússia e os rebeldes separatistas …

Imunidade diplomática deixa em liberdade suspeito de tentar matar com ácido sulfúrico

O suspeito de homicídio, na forma tentada, ficou em liberdade depois de ter apresentado o passaporte diplomático às autoridades, que impede que seja detido ou constituído arguido. De acordo com a TVI24, um alto responsável da …

Zivkovic quer rescindir contrato com o Benfica

O extremo sérvio quer chegar a acordo com o Benfica para ficar livre a ano e meio do final do seu contrato mas, pelos vistos, a SAD encarnada nem quer ouvir falar dessa hipótese. De acordo …

Cigarros eletrónicos. Primeiro duplo transplante de pulmões feito em jovem de 17 anos em situação de "morte iminente"

Em risco de "morte iminente" por lesões causadas pelo uso de cigarros eletrónicos, um jovem de 17 anos foi submetido a um duplo transplante de pulmões, no estado norte-americano do Michigan. Este caso é considerado …

Parlamento Europeu levanta imunidade do eurodeputado José Manuel Fernandes

O Parlamento Europeu decidiu levantar a imunidade ao eurodeputado do PSD José Manuel Fernandes, após um pedido feito pela justiça e pelo próprio, relativo a uma eventual ação judicial por um alegado crime de prevaricação. Em …

"Agiu de forma premeditada". Mãe que deixou bebé no lixo vai continuar presa

O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou esta quinta-feira o pedido de habeas corpus para a libertação da jovem de 22 anos que terá deixado o seu filho recém-nascido num caixote do lixo em Lisboa. A …