Tórax dos neandertais era adaptado para conseguir mais oxigénio

Erich Ferdinand / Flickr (OD)

O Homem do Neandertal

O tórax do homem Neandertal era consideravelmente mais amplo na parte inferior do que o do Homo sapiens, o que lhe permitia inalar mais oxigénio, segundo um estudo realizado por cientistas do Museu Nacional de Ciências Naturais e da Universidade Autónoma de Madrid.

O trabalho, publicado no “Journal of Human Evolution”, baseia-se na análise de fósseis da caverna de El Sidrón, no norte de Espanha, o sítio Neandertal mais importante da Península Ibérica.

O homem Neandertal foi uma espécie humana inteligente que conviveu com o Homo sapiens e que foi extinto há 40 mil anos.

A principal caraterística dos Neandertais era a sua grande massa muscular que, segundo os especialistas, exigia uma grande quantidade de ar no organismo, já que o tecido muscular é um grande consumidor de oxigénio.

E embora este alto consumo de oxigénio seja refletido na caixa torácica, até agora não foi possível comprová-lo mediante métodos tradicionais, já que as costelas e vértebras do fóssil estão geralmente fragmentadas ou deformadas.

No entanto, utilizando técnicas como morfometria geométrica 3D, os cientistas conseguiram determinar como era o tórax Neandertal.

Para isso, estudaram mais de 100 caixas torácicas (costelas e vértebras) do sítio de El Sidrón, junto com partes de outros Neandertais.

Após reconstruir costelas e vértebras com técnicas 3D, os investigadores chegaram à conclusão de que os Neandertais eram caracterizados por uma caixa torácica relativamente mais curta e mais ampla na parte inferior que o Homo sapiens.

“Como o diafragma, um dos músculos mais envolvidos na respiração, se situa na parte inferior do tórax, uma expansão desta área poderia conferir aos Neandertais uma maior potência respiratória e uma maior entrada de ar no organismo devido a uma maior contribuição diafragmática”, explicou Daniel García Martínez, coautor do trabalho.

“Esta maior entrada de ar no organismo seria totalmente coerente com a necessidade de uma maior presença de oxigénio no organismo, pois a massa muscular era maior que na nossa própria espécie”, acrescentou.

O porquê da maior massa muscular em Neandertais é algo controverso ainda hoje.

Alguns autores pensam que poderia ser uma adaptação à luta corpo a corpo contra grandes predadores, enquanto outros dizem que se trata de um traço genético. Outra corrente acredita que era um isolamento térmico, já que os Neandertais viviam na Europa quando a temperatura média anual era muito baixa.

// EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …

59 autarcas constituídos arguidos na Operação Éter

O Ministério Público constituiu 74 arguidos, 59 dos quais autarcas e ex-autarcas de 47 câmaras do Norte e Centro, no processo da investigação às Lojas Interativas da Turismo do Porto e Norte, realizada no âmbito …