No coração de Tikal, os reservatórios de água eram tão poluídos que podem explicar o desaparecimento da população

(dr) David Lentz / UC

A antiga cidade de Tikal

Os reservatórios no coração de uma antiga cidade maia estavam tão poluídos com mercúrio e algas que a água, provavelmente, não era potável.

Os reservatórios da antiga cidade maia de Tikal, na atual Guatemala, estavam tão poluídos com mercúrio e algas que, segundo uma investigação recente, a água não era potável.

Segundo o Phys, uma equipa de cientistas da universidade norte-americana de Cincinnati encontrou níveis tóxicos de poluição em dois reservatórios centrais em Tikal. As descobertas sugerem que as secas do século IX terão contribuíram para o despovoamento e o posterior abandono da cidade.

“A conversão dos reservatórios centrais de Tikal de locais que sustentam a vida para locais que induzem doenças terá ajudado, prática e simbolicamente, a provocar o abandono desta magnífica cidade”, concluíram os cientistas. O estudo foi publicado recentemente na Scientific Reports.

A análise geoquímica indicou que os dois reservatórios mais próximos do palácio e do templo da cidade continham níveis tóxicos de mercúrio, tendo a equipa rastreado um pigmento usado pelos maias para adornar edifícios e louças. Durante as tempestades, o mercúrio no pigmento foi lixiviado nos reservatórios, onde se depositou em camadas de sedimentos ao longo dos anos.

Ainda assim, a equipa adverte que a população da cidade tinha água potável em abundância de outros reservatórios que permaneceram sem qualquer contaminação.

Para este estudo, a equipa (composta por antropólogos, geógrafos, botânicos, biólogos e químicos) recolheu amostras de sedimentos em 10 reservatórios da cidade e realizaram uma análise do ADN antigo encontrado na argila estratificada de quatro deles.

Os sedimentos dos reservatórios mais próximos do templo e do palácio central mostraram evidências de algas tóxicas – as conhecidas cianobactérias. O consumo desta água, principalmente durante as secas, terá adoecido as pessoas, mesmo que a água tivesse sido fervida.

O surpreendente é que os cientistas não encontraram provas dos mesmos poluentes nos sedimentos dos reservatórios mais distantes. Encontrar alguns poluídos e outros não sugere que os maias usavam os reservatórios para propósitos diferentes.

“Os governantes maias conferiram a si mesmos o atributo de poder controlar a água. Eles tinham um relacionamento especial com os Deuses da chuva, sendo que o reservatório era um símbolo bastante potente”, disse o co-autor Nicholas Dunning, referindo-se aos reservatórios mais próximos do templo e do palácio central.

O mais provável é que os maias tenham usado estes dois reservatórios para beber, cozinhar ou irrigar. No entanto, segundo Kenneth Tankersley, professor de antropologia na Faculdade de Artes e Ciências da Universidade de Cincinnati, a água tinha “uma aparência e sabor desagradáveis“.

Atualmente, Tikal é um parque nacional e Património Mundial da UNESCO. Os cientistas acreditam que uma combinação de fatores económicos, políticos e sociais levaram as pessoas a deixar a cidade, mas o clima terá também desempenhado um papel fundamental, nomeadamente por causa das secas.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Polícia do Capitólio sabia que manifestantes iriam invadir o edifício armados

Um novo relatório do Senado mostra que a polícia designada para proteger o edifício já tinha informação sobre as intenções do ex-Presidente Donald Trump pelo menos duas semanas antes da invasão. Contudo, essa informação não …

Já há regras para os Santos Populares em Lisboa

Em conferência de imprensa, a Polícia de Segurança Pública (PSP) divulgou as medidas em vigor para esta semana, durante os festejos do Santo António em Lisboa. O comandante Domingos Antunes, do Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) …

“Não pode impor a sua vontade". Defesa de Sócrates pede suspensão de decisão de Ivo Rosa

A defesa do antigo primeiro-ministro José Sócrates anunciou esta terça-feira que vai apresentar uma reclamação junto do Tribunal Constitucional a pedir a suspensão da decisão do juiz Ivo Rosa, que ordenou o envio do processo …

Ex-chefe de gabinete de Pedro Nuno Santos investigado por tráfico de influências e corrupção

Em causa estão suspeitas da prática de crimes de corrupção e tráfico de influências em matérias relacionadas com contratação pública para municípios, explica o Ministério Público em comunicado. No total foram realizadas 10 buscas numa empresa …

PSD não vai renovar diploma que obriga a usar máscara na rua. Decisão nas mãos do Governo

O PSD não vai renovar o diploma que obriga ao uso de máscaras na rua em espaços públicos, cujos efeitos terminam em 13 de junho, considerando que "é mais coerente" que essa seja uma opção …

Emmanuel Macron é agredido numa visita ao sudeste do país

Emmanuel Macron iniciou na semana passada uma volta de dois meses a França para contactar a população. O Presidente francês, Emmanuel Macron, foi hoje agredido por um popular numa visita que está a efetuar à região …

Marcelo mostra-se tranquilo com "erro" de Espanha. País pede desculpa a Portugal

Marcelo Rebelo de Sousa qualificou hoje de "erro técnico" o pedido de Espanha de prova de vacinação contra a covid-19 ou teste negativo nas fronteiras terrestres com Portugal, norma entretanto corrigida, e afastou qualquer "problema …

Armando Vara saiu em precária da prisão (e estará presente em julgamento na quarta-feira)

O antigo ministro Armando Vara, a cumprir pena de prisão no caso Face Oculta, beneficiou esta terça-feira de saída precária da cadeia, na véspera do seu julgamento em processo separado da Operação Marquês, disse à …

Ex-polícia admite ter raptado e violado Sarah Everard

Esta terça-feira, Wayne Couzens declarou-se culpado de ter raptado e violado Sarah Everard, que desapareceu em março, no sul de Londres.  O antigo agente da polícia Wayne Couzens, de 48 anos, admitiu esta terça-feira, em tribunal, …

598 novos casos e mais um morto nas últimas 24 horas

O boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta terça-feira regista um óbito, 598 infetados e 790 recuperados. Há 296 internados com covid-19 em Portugal, sendo que 66 destes estão nos cuidados intensivo. No entanto, esta terça-feira há …