Terrorista de Charleston divulgou manifesto racista

lastrhodesian.com

Dylann Roof, autor do massacre da igreja de Charleston, Estados Unidos

O autor do massacre da igreja de Charleston, Estados Unidos, em que morreram nove pessoas, na última quarta-feira, terá escrito um manifesto racista num site da internet, que começou a circular nas redes sociais.

A página, lastrhodesian.com que entretanto ficou indisponível, exibia várias fotos do atirador, Dylann Roof, e continha um longo texto apresentado como um manifesto pela “guerra racial”.

Não se sabe se o site foi partilhado por cúmplices do assassino, de 21 anos, ou se terá sido descoberto por acaso.

O nome do site, em português “O Último Rodésio”, é uma referência à Rodésia do Sul, nome do actual Zimbabué, quando esta nação africana era dominada por um regime ditatorial da minoria branca.

No manifesto, Roof explica que o caso de Trayvon Martin motivou-o a cometer o crime de quarta-feira.

O jovem refere-se à morte de um adolescente negro em 2012 na Flórida, abatido a tiro por George Zimmerman, um latino. O atirador foi absolvido da acusação de homicídio, mas o episódio tem sido apresentado como um exemplo da violência contra jovens afro-americanos.

“É óbvio que Zimmerman tinha toda a razão”, afirma Roof, ao mesmo tempo que considera que os hispânicos são “inimigos”.

O jovem defende a segregação racial e diz-se um defensor dos brancos “forçados a viver entre os negros por razões económicas”, por oposição aos que mudam para “bons subúrbios” e que colocam os filhos em “boas escolas”.

“Alguém tem de lutar por eles”, acrescenta.

O atirador explica, ainda, que escolheu Charleston por ser uma cidade tradicionalmente de maioria negra, e a igreja Emanuel pelas ligações históricas ao movimento dos direitos civis.

Roof pretendia iniciar uma guerra entre raças. Está agora detido, arriscando a pena de morte.

lastrhodesian.com

Em várias das fotos colocadas no site lastrodhesian.com, Dylann Roof exibe armas de fogo

Em várias das fotos colocadas no site lastrodhesian.com, Dylann Roof exibe armas de fogo

Milhares de pessoas em vigília pelas vítimas

Milhares de pessoas participaram numa vigília, na última sexta-feira, dia 19, para lembrar as nove vítimas do tiroteio, segurando rosas brancas e vermelhas.

De mãos dadas, muitos com lágrimas nos olhos, os participantes cantaram o hino do protesto “We Shall Overcome”, em resposta ao massacre na igreja episcopal metodista.

Os líderes da comunidade expressaram mensagens de fé e compaixão e disseram que esta tragédia não irá criar uma divisão racial na cidade.

“Juntamo-nos aqui para uma noite de oração e amor”, disse o presidente da Câmara, Joseph Riley, que partilhou o palco com os principais líderes religiosos de Charleston.

/Move

PARTILHAR

RESPONDER

Mário Centeno nomeado governador do Banco de Portugal

O Conselho de Ministros aprovou, esta quinta-feira, o nome do ex-ministro das Finanças para o cargo de governador do Banco de Portugal (BdP). A decisão foi revelada, esta quinta-feira, depois do Conselho de Ministros, pela ministra …

Finanças admitem queda de 9% no PIB. Governo prepara-se para rever projeção inicial de 6,9%

O Ministério das Finanças admite a possibilidade de que a queda do PIB se aproxime dos 9%, revelou esta quinta-feira o Jornal de Negócios, adiantando que o Governo se prepara para rever a projeção inicial …

Vacina de Oxford testada em humanos com "resultados promissores"

Os testes clínicos em humanos da potencial vacina contra a covid-19 que a Universidade de Oxford criou tiveram "resultados prometedores" e desencadearam a resposta imunitária que se pretendia. Os testes em humanos, que desde abril envolveram …

Goa decreta novo confinamento, com Índia a rondar um milhão de casos

Depois de ter aberto portas ao turismo, Goa decreta um novo confinamento de três dias. Registaram-se 198 novos casos nas últimas 24 horas, o número mais alto desde o início da pandemia. O estado de Goa, …

Tribunal da Concorrência confirma coima de 75 mil euros a Ricardo Salgado

O Tribunal da Concorrência confirmou, esta quinta-feira, a coima de 75 mil euros aplicada pelo Banco de Portugal a Ricardo Salgado, no caso do financiamento do Grupo Alves Ribeiro (GAR) para compra de ações da …

Mais três mortes e 339 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 339 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da DGS. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos …

Crise entrou em nova fase mas mundo "não está fora de perigo", diz FMI

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse esta quinta-feira que a crise provocada pela pandemia entrou numa nova fase, que exige flexibilidade para assegurar "uma recuperação sustentável e equitativa", alertando que o mundo …

China bane importação de ovelhas portuguesas

As alfândegas chinesas baniram as importações de ovelhas e produtos relacionados de Portugal, alegando um aviso da Organização Mundial de Saúde Animal sobre um surto de paraplexia enzoótica dos ovinos na Guarda. A notícia foi avançada …

Tânia já pode abraçar os filhos. Livrou-se do coronavírus ao 16º teste após 4 meses isolada

A algarvia Tânia Poço foi, finalmente, dada como "curada" de covid-19 após quatro meses de confinamento. Aquele que terá sido o caso mais prolongado da infecção em Portugal, chegou ao fim com o 16º teste …

Exame de Matemática A criticado. Prova "infeliz" não permite "distinguir" alunos

A Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM) criticou esta quinta-feira a elaboração do exame nacional de Matemática A, prova realizada por mais de 38.699 alunos que pretendem concorrer ao Ensino Superior. No entender da SPM, "o …