Os terramotos podem desencadear sismos no outro lado do mundo

Uma estudo recente descobriu que um grande terramoto pode causar ou tremores secundários não só perto do epicentro, como no lado oposto do planeta.

Os terramotos secundários são uma característica bastante comum nos grandes sismo mas, por norma, ocorrem relativamente perto do epicentro do abalo sísmico.

Agora, e pela primeira vez, os investigares descobriram evidências de que os terramotos desencadeiam outros eventos sísmicos no outro lado do mundo, sugerindo um efeito em cascata que, no futuro, poderá ser utilizada para prever catástrofes. As conclusões foram publicadas esta quinta-feira na Nature Scientific Reports.

Investigadores da Oregon State University analisaram quase meio século de dados sobre terramotos e chegaram a uma conclusão surpreendente: quando grandes terramotos assolam uma região, há uma boa probabilidade de ocorrer um outro sismo no outro lado do planeta nos ias seguintes.

“Os casos em estudo mostraram um claro e detetável aumento nas taxas” relacionadas com a ocorrência destes fenómenos geológicos, disse o cientista Robert O’Malley.

Os investigadores concluíram que quando um terramoto de magnitude igual ou superior 6,5 na escala de Richter ocorre, é muito provável que outro sismo de magnitude 5,0 ou mais o suceda até 3 dias depois.

A maioria dos eventos sísmicos são causados por fragmentos da crosta terrestre que colidem entre si, enquanto são puxados e empurrados pela agitação gradual das “entranhas” derretidas do planeta.

De vez em quando, quando a tensão supera a fricção entre estas placas gigantes, há uma súbita libertação de energia que muitas vezes pode originar uma série de pequenos tremores de terra em cascata.

“Os terramotos são parte do ciclo de acumulação e libertação de tensão das placa tectónicas. Como resultado, as falhas das placas podem ser alcançadas, desencadeando um sismo”, explicou O’Malley.

Estas ondas de energia podem sacudir a superfície da terra, mas também podem direcionar ondas de pressão para o manto terrestre. Por isso, estas ondas são muitas vezes utilizadas como uma espécie de sonar gigante, permitindo estudar a estrutura interna do planeta.

Têm sido realizados vários estudo sobre a atividade sísmica. Um deles, publicado em 2011 na revista Nature, estudou as mudanças na frequência dos terramotos vários meses após o fenómeno. Esta investigação contradiz o estudo recentemente liderado por O’Malley, defendendo que não há muitos terramotos desencadeados além do epicentro.

No entanto, os investigadores dizem que o novo estudo pode ser mais “sensível”, ressaltando, no entanto, que é necessário fazer novas pesquisas antes de estabelecer uma ligação direta entre os eventos sísmicos.

Identificar exatamente onde e quando é que terramotos catastróficos vão sacudir o solo, pode, apesar de muito difícil, ajudar a salva milhares de vidas. Por isso, qualquer pesquisa que possa ajudar a calcular a probabilidade de um evento sísmico acontecer é extremamente útil.

PARTILHAR

RESPONDER

Afinal, os deuses da Antiguidade eram às cores (e já as podemos ver)

https://vimeo.com/379277357 Nos nossos livros da escola e em museus de todo o mundo, as obras de arte da antiga Grécia e Roma não têm cores: são simples, puro e branco mármore. Mas será este apenas um mito? …

A sede do petróleo está a levar os povos indígenas do Equador à extinção

Os povos indígenas do Equador estão sob ameaça dos interesses do território em que habitam. Quase metade das reservas equatorianas de petróleo estão debaixo do Parque Nacional Yasuní. Os interesses dos políticos e dos grandes magnatas …

"Lesmas-leopardo" acasalam da forma mais espantosamente bizarra (e ninguém sabe porquê)

As "lesmas-leopardo" têm talvez o acasalamento mais intrigante e espantoso de todo o reino animal. Os biólogos ainda não conseguiram decifrar porque razão estes moluscos acasalam desta forma. Na escuridão da noite, duas grandes "lesmas-leopardo" começam …

Naufrágio romano com 2.000 anos encontrado na Grécia. É um dos maiores do Mar Mediterrâneo

Uma equipa de cientistas da Universidade de Patras, na Grécia, descobriu os vestígios de um navio romano que naufragou há cerca de 2.000 anos perto da ilha grega de Kefalonia, avança o Greek City Times.  …

Qual é o verdadeiro significado da vida? Um novo estudo pode ajudar com a resposta

Um novo estudo aponta que encontrar significado na nossa vida é algo positivo para a nossa saúde e bem-estar mental, mas o processo de procura tem o efeito contrário. Encontrar significado na nossa vida é uma …

A crise climática vista do Espaço. Vídeo da NASA revela degelo dos glaciares no Alasca

https://vimeo.com/379314673 Um vídeo publicado recentemente pela NASA mostra o derretimento dos glaciares do Alasca visto do Espaço. Algumas imagens revelam mudanças de quase 50 anos. O nosso planeta está a caminhar a passos largos para uma situação …

Ciência explica porque é que alguns cheiros desencadeiam memórias fortes

O cheirinho de pão acabado de sair do forno pode, por exemplo, funcionar como um portal do tempo, levando-nos de volta àquele pequeno café em Paris que visitámos há alguns anos. Os cheiros têm a capacidade …

Quase 40% dos americanos com dificuldades financeiras. Doar sangue é a sua maior receita

A economia dos Estados Unidos (EUA), considerada uma das maiores do mundo, permitiu avanços sociais e tecnológicos inestimáveis. Contudo, atualmente, cerca de 40% dos norte-americanos afirmam ter dificuldade em pagar por comida, por habitação, por …

"Políticos devem ser colocados contra a parede". Greta pede desculpa

A ativista do clima Greta Thunberg pediu desculpa por ter dito que os políticos devem ser colocados “contra a parede”, após diversas pessoas terem considerado que a jovem estava a defender a violência. A sueca de …

Carnaval belga retirado da lista de Património Imaterial da UNESCO após queixas de antissemitismo

As festas da cidade de Aalst, na Bélgica, foram retirada da lista do Património Imaterial da Humanidade, depois de a UNESCO ter sancionado a presença de carros carnavalescos contendo imagens antissemitas. O presidente da Câmara …