A Terra primitiva tinha continentes que desapareceram sem deixar rasto

Os continentes podem ter emergido do mar muito antes do que se pensava, mas foram destruídos, desaparecendo sem deixar rasto.

Esta é a conclusão de um novo modelo de radioatividade das rochas antigas da Terra, que questiona os atuais modelos de formação da crosta continental.

Cientistas da Universidade de Adelaide, na Austrália, publicaram dois estudos – um na revista Precambrian Research e outro na revista Lithos – sobre um modelo de radioatividade da rocha há milhares de milhões de anos que concluiu que a crosta continental terrestre pode ter sido mais espessa muito antes do que os modelos atuais sugerem, havendo continentes há quatro mil milhões de anos.

“Usamos este modelo para perceber os processos evolutivos da Terra primitiva até ao presente e sugerimos que a crosta antiga sobrevivente dependeu da quantidade de radioatividade nas rochas – e não aleatoriamente“, disse Derrick Hasterok, do departamento de Ciências Terrestres da Universidade de Adelaide e do Centro Manson para a Geociência em comunicado.

“Se o nosso modelo se mostrar correto, talvez seja necessária uma revisão em muitos aspetos da nossa compreensão da evolução química e física da Terra, incluindo a taxa de crescimento dos continentes e possivelmente até o início das placas tectónicas“.

Hasterok e o seu aluno de doutorado, Matthew Gard, compilaram 75.800 amostras geoquímicas de rochas ígneas – como o granito – com idades estimadas da formação nos continentes. Estimaram a radioatividade nessas rochas hoje e construíram um modelo de radioatividade média de quatro mil milhões de anos até ao presente.

Todas as rochas contêm radioatividade natural que produz calor e aumenta a temperatura na crosta quando decai. Quanto mais radioativa uma rocha, mais calor produz”, explicou. “As rochas tipicamente associadas à crosta continental têm maior radioatividade que as rochas oceânicas. Uma rocha de quatro mil mihões de anos teria cerca de quatro vezes mais radioatividade quando foi criada em comparação com hoje”.

Mas os cientistas descobriram um deficit inesperado no nível de radioatividade em rochas com mais de dois mil milhões de anos. Quando corrigiram a produção de calor, devido à maior radioatividade que estaria presente, o deficit desapareceu.

“Achamos que teria havido mais rochas parecidas com granito – ou do tipo continental – mas, devido à maior radioatividade e, portanto, ao calor mais elevado, derretiam ou eram facilmente destruídas pelo movimento tectónico. É por isso que estas crostas continentais não aparecem no registo geológico”.

“Os nossos modelos predominantes sugerem que continentes eventualmente cresceram para fora dos oceanos à medida que a crosta se tornava mais espessa. Mas achamos que pode ter havido uma quantidade significativa de crosta continental, ainda que muito instável muito mais cedo”.

Martin Hand diz que o novo modelo pode ter implicações importantes para monitorizar os efeitos do aquecimento global. Os investigadores afirmam que o novo modelo de radioatividade também pode ajudar na busca de rochas quentes com potencial geotérmico e pode ser usado para produzir modelos mais precisos sobre a maturação de óleo em bacias sedimentares.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Imunidade de grupo pode ser impossível de atingir, avisam especialistas

No futuro, o vírus SARS-CoV-2 pode tornar-se endémico, mas menos perigoso e mais controlável, como “uma constipação comum”. Alguns especialistas avisam que as novas variantes do vírus SARS-CoV-2 e o ritmo lento da vacinação um …

Britânicos precisarão de documento de identificação com fotografia para votar

Nas próximas eleições para o Parlamento britânico, daqui a três anos, só poderão votar eleitores que possuam documento de identificação com fotografia, medida que visa diminuir a fraude eleitoral e que deverá ser anunciada na …

Em 2018, a PJ estava "na penúria" e a "ponto de encerrar"

Com recados ao Governo, a Directora Nacional Adjunta da Polícia Judiciária (PJ), Luísa Proença, lamenta o desinvestimento que tem sido feito pelo poder político na força de autoridade e revela que em 2018, quando chegou …

José Seguro acusa líderes europeus de "matar lentamente" a Europa

O antigo líder socialista António José Seguro defendeu no domingo que a ambiguidade dos líderes políticos e a morosidade dos processos de decisão nas instituições da União Europeia (UE) estão "a matar, lentamente, a Europa". O …

Marcelo não se pronuncia sobre pedidos de demissão de Cabrita

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recusou pronunciar-se sobre os pedidos de demissão de Eduardo Cabrita. Marcelo Rebelo de Sousa entende que os pedidos de demissão de ministros são "típicos da luta político-partidária" e …

TAP vai pedir a insolvência da Groundforce

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, disse esta segunda-feira aos representantes dos trabalhadores que a TAP vai avançar com um pedido de insolvência da Groundforce. A TAP anunciou esta segunda-feira que vai avançar, ainda hoje, com …

Ida de Luís Filipe Vieira para o Benfica "foi um pedido de várias instituições financeiras"

Luís Filipe Vieira diz que os bancos quiseram, no início dos anos 2000, que fosse para o SL Benfica devido à sua situação financeira, pois estavam interessados na sua viabilização. Aos deputados, o presidente das …

Alemanha autoriza vacina da Johnson & Johnson a menores de 60 anos

A Alemanha recomenda a vacina da Johnson & Johnson (Janssen) contra o novo coronavírus a partir dos 60 anos, mas permitirá o seu uso em pessoas abaixo desta idade após consulta médica e decisão pessoal. O …

Livatino é o primeiro juiz a ser beatificado. Foi morto pela máfia italiana

A Igreja Católica beatificou este domingo o juiz italiano Rosario Livatino, assassinado em 1990 pela máfia em Agrigento, na Sicília, Itália. Rosario Livatino, que hoje teria 69 anos, foi assassinado em 21 de setembro de 1990 …

Castelo do Drácula oferece vacinas contra a covid-19 aos visitantes

O castelo do Drácula, na Roménia, está a oferecer vacinas contra a covid-19 a todos os que o visitem. Nas ilhas Baleares, os turistas vão poder contar com um seguro de repatriamento. Segundo conta a BBC, …