Terapia usada para esclerose múltipla vai tratar esquizofrenia

Cientistas britânicos iniciaram uma pesquisa clínica que testa uma abordagem radical e inovadora para o tratamento da esquizofrenia: uma terapia imunossupressora utilizada no controlo dos sintomas da esclerose múltipla. A estratégia baseia-se nas evidências que indicam que a esquizofrenia pode ser uma doença do sistema imunológico.

Estudos anteriores sugeriram que anormalidades na atividade imunológica no cérebro podem ser a causa da doença em alguns pacientes. Um deles descobriu que, nos estágios iniciais da esquizofrenia, as pessoas apresentam um aumento no número e na atividade das células imunes no cérebro, chamadas micróglias.

Além de combater a infeção, essas células têm uma função de “jardinagem” ao podar ligações indesejadas entre os neurónios. Entretanto, em pacientes com esquizofrenia, essa poda é mais agressiva e causa a perda de ligações vitais.

“Antigamente pensávamos que o corpo e a mente eram duas coisas separadas, mas não é bem assim. A mente e o corpo interagem constantemente e não é diferente com o sistema imunológico. É uma questão de mudar a forma como pensamos sobre doenças mentais”, disse Oliver Howes, professor de psiquiatria celular no MRC Instituto de Ciências Médicas de Londres.

O tratamento convencional atua ao bloquear a transmissão de dopamina no cérebro, o que pode ajudar a manter os surtos sob controlo, mas não o protege contra danos estruturais. O imunossupressor, por outro lado, poderia prevenir essa perda, atingindo diversos fatores da doença, inclusive as microglias.

O novo estudo, uma colaboração entre cientistas da MRC e da King’s College, em Londres, envolve tratar pacientes com um medicamento de anticorpo monoclonal Natalizumabe, utilizado para tratar esclerose múltipla.

Ao contrário da esclerose, na qual os anticorpos danificam os nervos, na esquizofrenia o sistema imunológico afeta o próprio cérebro, causando a psicose. Mas o medicamento também deverá servir para remover anticorpos associados ao surgimento da doença.

Inicialmente, sessenta pacientes serão tratados ao longo de três meses. Metade deles vai receber a infusão no anticorpo e os demais, um placebo. A administração do medicamento consiste em ir à clínica uma vez por mês para receber uma hora de infusão.

Todos os pacientes e mais trinta voluntários saudáveis serão acompanhados por uma série de ressonâncias magnéticas cerebrais, testes cognitivos e de atividade imunológica. A expectativa é que o estudo se prolongue por dois anos.

Segundo os autores, mesmo que não haja melhora nos sintomas dos pacientes, a expectativa é que o estudo consiga responder a questões fundamentais sobre o papel do sistema imunológico no desenvolvimento da doença.

A Organização Mundial da Saúde estima que pelo menos 26 milhões de pessoas vivam com esquizofrenia no mundo. As causas da doença, na qual o paciente perde o contacto com a realidade, são desconhecidas.

No entanto, os episódios de surtos e delírios podem estar associados a desequilíbrios de neurotransmissores no cérebro. Segundo estudos anteriores, experiências stressantes e o uso de drogas recreativas também podem desencadear episódios em pessoas vulneráveis.

  ZAP // Move

PARTILHAR

RESPONDER

Pessoas a explorar o mapa 3D mais detalhado do Universo com realidade virtual

Google Earth do Espaço. Já é possível navegar pelo mapa mais detalhado do Universo

Investigadores da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, lançaram este mês um software de código aberto que permite visitas virtuais ao Espaço. O Virtual Reality Universe Project (VIRUP) utiliza o maior conjunto de dados do …

Otamendi e Vertonghen disputam a bola com Lewandowski

Benfica 0-4 Bayern | Primeiro a ilusão, depois o rolo bávaro

A ilusão durou 70 minutos. Ao longo de toda a partida, o Bayern foi melhor, criou inúmeros lances de golo, viu dois anulados, acertou no ferro, Vlachodimos fez defesas importantes, mas o Benfica deu luta, …

China quer punir pais de crianças mal-educadas

O regime chinês está a analisar um projeto de lei que prevê que os pais possam ser punidos se os seus filhos exibirem um mau comportamento ou cometerem crimes. De acordo com a agência Reuters, o …

Rui Moreira com Francisco Rodrigues dos Santos e Carlos Moedas

Rui Moreira promete manter a "identidade do Porto" e concluir os projetos que a pandemia atrasou

O presidente da Câmara Municipal do Porto tomou posse, esta quarta-feira, e comprometeu-se a "tudo fazer" para manter a identidade do Porto e a concluir os projetos que a pandemia atrasou. "Quero concluir os projetos que …

Já há um medicamento para tratar a covid-19 em casa (e vários países assinaram acordos de compra)

Países asiáticos já estão na luta pelo novo comprimido antiviral, cujo uso ainda nem sequer foi autorizado, contra a covid-19. Países da região asiática estão já a fazer encomendas da mais recente arma contra a covid-19: …

A Facebook vai implementar uma nova estratégia e o nome vai ser das primeiras coisas a mudar

As últimas semanas têm sido tumultuosas para a empresa de Mark Zuckerberg, que se viu confrontada com os testemunhos de antigos trabalhadores no Senado norte-americano. As notícias da última semana que resultaram do testemunho, no Senado …

Cadetes da Escola Naval investigados por alegados comportamentos abusivos

A Marinha está a investigar uma denúncia sobre alegados comportamentos abusivos entre cadetes da Escola Naval. "A Marinha informa que hoje, 19 de outubro, teve conhecimento de uma denúncia sobre alegados comportamentos abusivos praticados entre cadetes …

Índia. "Montanha de lixo" que garante sobrevivência de pobres será substituída por estação de tratamento

As "montanhas de lixo" das cidades da Índia em breve serão substituídas por estações de tratamento de detritos. A maior de todas — equivalente a um prédio de 18 andares — garante a sobrevivência de …

Candidatura de Nuno Melo acusa direção de não facultar cadernos eleitorais e de sanear senadores

A candidatura de Nuno Melo à liderança do CDS-PP acusou, esta quarta-feira, os opositores de não facultarem os cadernos eleitorais nem possibilitarem a fiscalização da eleição de delegados ao congresso, apontando também a substituição de …

Bolsonaro acusado de nove crimes pela comissão de inquérito sobre gestão da pandemia

O relatório apresentado, esta quarta-feira, na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado brasileiro pede o indiciamento do Presidente por nove crimes durante a pandemia de covid-19. No texto, com mais de 1200 páginas, pede-se que …