Massacre ou motim? Tentativa de fuga de prisão venezuelana resulta em 46 mortos

Miguel Gutiérrez / EPA

Morreram 46 pessoas durante uma tentativa de fuga de uma prisão na Venezuela situada em Guanare, no estado venezuelano de Portuguesa, a 430 quilómetros a sudoeste de Caracas.

Os dados do Observatório Venezuela de Prisões (OVP) indicam ainda mais de 60 feridos, ao mesmo tempo que questiona a versão oficial dos acontecimentos e fala de um “massacre” e de “um motim”.

Carolina Girón, diretora do OVC, exige das autoridades “uma investigação exaustiva sobre o massacre em Cepella, cuja duvidosa primeira versão [oficial] é de que, em plena luz do dia, pelas 13:00, os presos tentaram fugir pela porta principal da prisão”.

A responsável pelo observatório precisou ainda que “os feridos causaram o colapso da área de urgências do Hospital Dr. Miguel Oraá de Cuanare”. A oposição venezuelana responsabiliza o governo do presidente, Nicolás Maduro, pelo ocorrido, e diz que os venezuelanos estão em perigo de vida.

“Em Guanare vemos um novo massacre numa prisão do nosso país, sob o controlo e a responsabilidade da ditadura. Enquanto [o regime] continuar a usurpar funções, a vida de todos os venezuelanos está em risco”, escreveu no Twitter o líder da oposição Juan Guaidó.

A deputada opositora Delsa Solorzano, vice-presidente do Grupo Latino-americano e das Caraíbas de União Interparlamentar, atribui o sucedido “a uma amostra da incapacidade do regime” para solucionar a crise nas prisões.

“Desde há meses que denunciamos as precárias condições dos centros de reclusão do país. A sobrelotação nas prisões e as condições precárias a que submetem os presos na Venezuela são violações claras dos Direitos Humanos, que devem ser garantidos pelo Estado em todas as circunstâncias”, escreveu no Twitter.

Delsa Solorzano denuncia que “a gerência encarregada dos assuntos penitenciários tem sido absolutamente serviçal à estrutura criminosa do poder que reina nas instalações prisionais e que substituiu o Estado na obrigação de custodiar as prisões na Venezuela”.

De acordo com o Público, organizações de direitos humanos já pediram uma investigação às razões do motim e à atuação das forças da polícia.

“Apelamos às autoridades que abram uma investigação minuciosa, que evitem a sobrelotação [nas prisões] e garantam os direitos básicos” dos reclusos, escreveu no Twitter a Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet.

As primeiras versões davam conta, na sexta-feira, de que pelo menos 17 pessoas tinham morrido e outras nove ficado feridas, durante uma tentativa de fuga do Centro Penitenciário de Los Llanos (Cepella).

As versões iniciais também davam conta de que os presos teriam atacado os oficiais da Guarda Nacional Bolivariana (polícia militar) que guardam as áreas externas do Cepella, desencadeando momentos de violência.

Segundo a ministra venezuelana de Serviço Penitenciário, Iris Varela, entre os feridos está o director da prisão, Carlos Toro, que terá sido agredido “com uma arma branca” pelos detidos. O director estaria a tentar falar com os detidos quando foi agredido.

Segundo o diário venezuelano Últimas Notícias, tido como próximo do regime, a tenente Escarlet González Arenas foi ferida por fragmentos de uma granada.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O mistério das gotículas pontiagudas foi finalmente resolvido

Um determinado tipo de gotículas de óleo muda de forma quando são arrefecidas e encolhidas, passando de esféricas a icosaédricas para hexagonais planas. Duas teorias tentaram explicar o fenómeno, mas não conseguiram. Uma equipa de cientistas …

Plutónio radioativo encontrado em rochas do fundo do mar. Tem uma origem extraterrestre

Os cientistas encontraram pequenos traços de plutónio-244 e de ferro-60 radioativo na crosta oceânica. Os dois isótopos são evidências de eventos cósmicos violentos nas proximidades da Terra há milhões de anos. As explosões de supernovas criam …

Anúncios de TV promovem mais os brindes do que o próprio fast food (e violam diretrizes do setor)

Para uma criança, a melhor parte de uma refeição de fast food não é a comida, mas o brinde que vem juntamente com a refeição. Os anúncios televisivos de fast food são regidos por diretrizes que …

“Se querem sucesso, têm de depender do sistema“. Empresário chinês é preso após disputa com o Estado

Sun Dawu, um dos empresários mais bem sucedidos da China, corre o risco de ser condenado a 25 anos de prisão, caso seja provado que cometeu os crimes dos quais está a ser acusado. O empresário …

Cientistas criam verniz para superfícies que mata bactérias em poucos minutos

Uma equipa multidisciplinar de cientistas desenvolveu um verniz para superfícies que mata bactérias, mesmo as mais resistentes, em apenas 15 minutos, anunciou a Universidade de Coimbra (UC). Trata-se de “uma solução segura e eficaz para prevenir …

Num país marcado pelo racismo, Jane Bolin fez história tornando-se a primeira juíza negra dos EUA

A 22 de julho de 1939, Jane Bolin fez história ao prestar juramento como juíza na cidade de Nova Iorque. A jovem ocupou o cargo durante 40 anos e só saiu de cena quando atingiu …

A petrolífera Exxon está a culpá-lo pelas alterações climáticas

Nos últimos anos, as empresas petrolíferas têm-se afastado do discurso de negação das alterações climáticas. Gigantes globais de energia como a Total, a Exxon, a Shell e a BP reconhecem abertamente que a mudança climática …

"Muita fraternidade”. Portugal enviou vacinas para Cabo Verde

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta segunda-feira que os indicadores da pandemia de covid-19 em Portugal permanecem "muito estáveis" e que a última grande abertura no plano de desconfinamento não teve …

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre bullying na escola, diz relatório

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre 'bullying' na escola, alertou esta segunda-feira a UNESCO, por ocasião do Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. A Organização Internacional de Jovens e Estudantes LGBTQI (IGLYO) e …

Telescópio vai "caçar" a luz de 30 milhões de galáxias para mapear Universo e "revelar" energia escura

Um instrumento de um telescópio nos Estados Unidos vai capturar nos próximos cinco anos a luz de quase 30 milhões de galáxias e outros objetos cósmicos, permitindo aos cientistas mapearem o Universo e desvendarem os …