Tensão escala em Hong Kong após divulgação de imagens de jovem baleado pela polícia

Jerome Favre / EPA

Esta segunda-feira, os manifestantes pró-democracia que se juntaram no centro de Hong Kong gritaram a mesma palavra de ordem. “Cinco exigências. Nem uma a menos!”

A tensão aumentou esta segunda-feira em Hong Kong, em mais um protesto que encheu as ruas de manifestantes com máscaras negras e de agentes da autoridade, munidos de capacetes e escudos transparentes.

Poucos metros separavam estes dois grupos tão antagónicos. Os manifestantes levantaram um braço o ar, com a mão aberta, como que a travar simbolicamente a polícia, que os observava, avaliando o jogo de forças instalado.

Em coro e bem alto, os manifestantes gritavam: “cinco exigências. Nem uma a menos!”, numa referência Às reivindicações que há meses vêm fazendo ao Governo de Hong Kong.

São cinco: a retirada da lei da extradição para a China (a que deu origem aos primeiros protestos, em Junho, e a única em que, até agora, Lam cedeu); uma comissão de inquérito para investigar as acusações de brutalidade policial; libertação e amnistia para os manifestantes detidos; a garantia de que os protestos não são classificados como motins; e o sufrágio universal para o Conselho Legislativo e o Executivo (parlamento e governo).

O domingo foi marcado pela convocação de vários protestos, mas esta segunda-feira Hong Kong acordou com um ambiente de alta tensão em pano de fundo.

Asim que despertaram, os habitantes da cidade depararam-se com imagens de um manifestante a ser alvejado por um polícia e a cair ferido no chão, num confronto que aconteceu antes das oito da manhã. Pouco depois, a indignação com a atuação policial já tinha tomado conta das principais plataformas de comunicação usadas nestes protestos para mobilizar as pessoas.

Segundo o Público, rapidamente começaram a surgir notícias de novos incidentes por toda a cidade. Aliás, num deles, uma discussão terminou com uma pessoa a atear fogo a um homem. Esperava-se que a polícia, mais cedo ou mais tarde, reagisse. E isso acabou mesmo por acontecer.

A polícia ergueu uma bandeira negra, avisando que ia ser disparado gás lacrimogéneo e, quase de imediato, os manifestantes dividiram-se em dois grupos: houve quem fugisse e houve quem colocasse a máscara para enfrentar os traços brancos que pintaram o ar.

Depois de lançar o gás, a polícia recuou e a tensão baixou. Ainda assim, a situação em Hong Kong parece ter entrado numa escalada para a qual ninguém consegue prever o fim.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Simeone confessa que gostava que João Félix "tivesse mais gasolina"

O treinador do Atlético de Madrid, Diego Simeone, elogiou João Félix no final da partida deste sábado contra o Osasuna, mas confessou que gostava que o internacional português "tivesse mais gasolina na fase final dos …

Ex-diretor do FBI admite que houve "negligência" na investigação da ingerência russa

O ex-diretor do FBI James Comey admitiu este domingo que “verdadeiras negligências” foram cometidas pela polícia federal no início da investigação sobre a ingerência da Rússia nas eleições presidenciais de 2016 nos Estados Unidos. Donald Trump, …

"Alcochete sempre". Equipa do Sporting vaiada à chegada aos Açores

A comitiva do Sporting foi este domingo vaiada à chegada ao hotel em Ponta Delgada, nos Açores, na véspera do jogo contra o Santa Clara. "Alcochete sempre", gritou um grupo de cerca de 30 adeptos à …

Os seus genes não são o único fator que determina o risco de Alzheimer

O desenvolvimento da doença de Alzheimer não está exclusivamente ligado à genética, sugere um artigo científico publicado recentemente. No primeiro estudo publicado sobre a doença de Alzheimer em trigémeos idênticos, os cientistas descobriram que, apesar de …

"Poções do amor" podem tornar-se na solução para uma relação eterna

Numa verdadeira fusão entre ficção e realidade, as nossas relações amorosas podem vir a ser salvas por uma "poção do amor". A solução passa por se recorrer à manipulação química do amor para tentar que …

Há uma segunda população estelar no disco espesso da Via Láctea

As estrelas que compõem o disco espesso da Via Láctea pertencem a duas populações estelares distintas, com características diferentes. Um novo estudo sobre a composição cinemática e química de uma amostra de estrelas nas proximidades do …

Igrejas evangélicas cultivam violência doméstica ao defender a supremacia dos homens sobre as mulheres

O facto de a igreja evangélica defender que o homem deve controlar a mulher apenas agrava o problema de violência doméstica, justificando os atos dos homens. Jane (nome fictício) era membro da comunidade cristã evangélica da …

A Cidade do México está a pagar aos seus polícias para que percam peso

A Polícia da Cidade do México está a levar a cabo um programa para combater o excesso de peso e a obesidade no seu efetivo através de incentivos financeiros.  Ao todo, escreve a agência AFP que …

Há um novo método para medir buracos negros

Os buracos negros supermassivos são os maiores buracos negros, com massas que podem exceder mil milhões de sóis. Apenas esta primavera foi divulgada a primeira imagem do buraco negro supermassivo no centro da galáxia M87, …

E Tudo o Vento Levou… há 80 anos

E Tudo o Vento Levou celebra este domingo 80 anos de vida, marcando a data da sua estreia nos Estados Unidos. Oito décadas depois, o filme mantém-se como uma das maiores obras primas do cinema …