Templo em Tóquio oferece túmulos conjuntos para casais homossexuais

jpellgen / Flickr

Templo Jodo Shinshu de Ishiyama-dera, em Otsu, Shiga, Japão

Templo Jodo Shinshu de Ishiyama-dera, em Otsu, Shiga, Japão

Um templo budista de Tóquio oferece pela primeira vez túmulos para casais do mesmo sexo, algo incomum no Japão, país que não reconhece o casamento homossexual e onde normalmente não se permite que casais que não sejam casados compartilhem a mesma sepultura.

“Já que se está a mudar o conceito padrão de família hoje em dia, deveria variar também a forma dos cemitérios”, explicou à Agência Efe um porta-voz do templo Shodaiji de Tóquio, responsável pela iniciativa.

No Japão é habitual guardar as cinzas de um casal na mesma sepultura, embora não haja restrição legal para que um casal não casado o possa fazer.

No entanto, estes enterros são pouco frequentes, principalmente devido à oposição das famílias ou dos funcionários dos cemitérios.

O templo da corrente budista Jodo Shinshu, um dos maiores do Japão, pretende mudar essa dinâmica, pelo que desde outubro do ano passado está a oferecer sepulturas conjuntas para todo o tipo de pessoas, sem levar em conta a religião, país de origem ou relacionamento legal entre os mortos.

Por enquanto, 10 dos 200 túmulos disponíveis para pessoas não casadas foram contratados, embora nenhum deles tenha sido adquirido por casais homossexuais.

A quantia para este tipo de sepultamento é a partir de 1,2 milhão de ienes (cerca de 10 mil euros) para o plano básico, que permitiria guardar as cinzas por até seis anos depois da morte do último falecido, período após o qual seriam transferidas para um túmulo coletivo.

A Constituição japonesa define o casamento como “união baseada só no consentimento mútuo de pessoas do sexo oposto”, enquanto a legislação civil nacional não reconhece o direito de casais homossexuais.

No entanto, algumas autoridades japonesas, como as do distrito de Shibuya, em Tóquio, começaram a reconhecer as uniões civis homossexuais, e inclusivamente o templo budista de Shunkoin, em Quioto, começou em 2014 a realizar casamentos de casais do mesmo sexo.

Além disso, muitas das grandes empresas japonesas começaram a implementar recentemente leis laborais que igualam os direitos dos seus funcionários homossexuais aos os dos trabalhadores heterossexuais.

// EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Espanha prepara-se para decretar estado de alerta

O Governo espanhol prepara-se para decretar estado de alerta em todo o território, depois de ter colocado a região de Madrid neste nível de alerta. A notícia é avançada este sábado pelo jornal espanhol El País, …

Jerónimo de Sousa deve ser reconduzido na liderança do PCP

O atual secretário-geral do PCP deve ser reconduzido no cargo no congresso que está agendado para o final de novembro, avança este sábado o jornal Público. De acordo com o matutino, as atuais regras sanitárias …

Elixir oral (e outros produtos domésticos) poderá ajudar a neutralizar o SARS-CoV–2

Alguns produtos domésticos, como é o caso do elixir oral e produtos para a descongestionar as vias nasais, mostraram-se eficazes em neutralizar um tipo coronavírus num estudo científico levado a cabo com células humanas. A …

Presidente da Polónia com teste positivo de covid-19

O Presidente da Polónia, Andrzej Duda, testou positivo para o novo coronavírus, anunciou este sábado o porta-voz do chefe de Estado. "Como se esperava, o Presidente @AndrzejDuda foi ontem [sexta-feira] submetido a um teste para detetar …

"Com o futebol acabei com a Guerra do Iraque". Jorvan Vieira, o treinador português que é Deus no mundo árabe

Jorvan Vieira é um nome que pouco deve dizer à maioria dos adeptos de futebol. Filho de portugueses emigrados no Brasil, fez grande parte da sua carreira no Médio Oriente, onde é acarinhado por milhões. …

Capacidade de cuidados intensivos na Europa vai chegar ao limite, alerta OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou esta sexta-feira que muitas unidades de cuidados intensivos na Europa vão chegar ao limite da sua capacidade nas próximas semanas. "Há uma situação muito preocupante a acontecer na Europa. …

Geólogos "ressuscitam" placa tectónica desaparecida

A existência da placa tectónica Ressurreição nunca foi consensual: alguns geólogos argumentam que nunca foi real e outros alegam que a placa sofreu um processo de subducção no manto da Terra, em algum lugar da …

Não se esqueça: muda a hora este domingo

Os relógios vão atrasar 60 minutos na madrugada do próximo domingo em Portugal para dar início ao horário de inverno. Em Portugal Continental e na Região Autónoma da Madeira, os relógios deverão ser atrasados uma hora …

Cientistas mediram o período de tempo mais curto de sempre

Uma equipa de físicos e metrologista da Universidade Goethe de Frankfurt, na Alemanha, anunciou que conseguiu medir o menor período de tempo já determinado - são 247 zeptosegundos, segundo os cientistas. O processo físico cuja …

Viagens expresso no Sistema Solar. Nave espacial pode chegar a Titã em apenas 2 anos

Uma equipa de cientistas está a trabalhar num propulsor de nave espacial que, segundo eles, poderia alcançar a misteriosa lua de Saturno, Titã, em menos da metade do tempo que o satélite Cassini demoraria. Apesar de …