O teimoso problema da soma dos três cubos que dá 33 foi finalmente resolvido

Um matemático insistiu e finalmente conseguiu resolver o teimoso problema da soma dos três cubos que dá 33. O problema, aparentemente simples, tem confundido cientistas e computadores ao longo dos últimos 64 anos.

Este enigma remonta, pelo menos, a 1955, e pode ter sido considerado por pensadores gregos já no século III. Agora, Andrew Booker, professor de matemática da Universidade de Bristol, no Reino Unido, conseguiu finalmente apresentar uma resposta.

x3 + y3 + z3 = k é a equação subjacente ao teimoso problema agora resolvido, uma equação diofantina, assim batizada em homenagem ao antigo matemático Diofante de Alexandria, que propôs um conjunto de equações semelhantes com múltiplas variáveis ​​desconhecidas há cerca de 1.800 anos.

Esta equação funciona de uma forma muito simples: escolhemos qualquer número inteiro entre 1 e infinito e este passa a ser o nosso valor k. De seguida, o desafio é encontrar os valores para x, y e z que, quando divididos e somados, são iguais a k. Os números misteriosos podem ser positivos ou negativos, grandes ou pequenos.

Se escolhermos, por exemplo, o número 8 e o fixarmos como valor k, uma possível solução para a equação seria: 23 + 13 + (-1)3 = 8.

Os matemáticos têm tentado encontrar valores válidos para k desde o anos 1950, e descobriram, inclusivamente, que alguns números nunca funcionarão. Qualquer número com um resto de 4 ou 5 quando dividido por 9, por exemplo, não tem uma solução diofantina. Esta espécie de restrição deixa de fora 22 números abaixo do 100.

Mas a esperança não morre aqui. Dos 78 números que restam, dois deles têm captado especial atenção dos estudiosos: o 33 e o 42. Recentemente, Booker conseguiu tirar um desses números teimosos da lista – e sem querer.

O professor de matemática criou um algoritmo para encontrar soluções possíveis para a equação utilizando valores até 99 triliões. Booker propôs-se a encontrar novas soluções para todos os números abaixo de 100, mas não esperava encontrar a primeira solução para o teimoso número 33. Mas, várias semanas depois, a tão esperada resposta surgiu: (8,866,128,975,287,528)3 + (- 8,778,405,442,862,239)3 + (-2,736,111,468,807,040)3 = 33

“Saltei de alegria quando encontrei a solução”, afirmou Booker. Esta solução faz com que reste apenas um único número por desvendar abaixo do 100: o 42. Graças ao trabalho do professor britânico, os matemáticos sabem agora que a solução para o 42 deve envolver números maiores do que 99 triliões.

No entanto, segundo a Quanta Magazine, chegar novamente a uma solução deverá demorar vários e exigirá um melhoramento da computação.

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Caro responsável pelo artigo. Então os números escritos em português já têm várias virgulas? Por favor substituam as virgulas por pontos 🙂

  2. Só uma perguntinha para os matemáticos: Para que é que isto serve, além de fazer gastar imenso tempo em cálculos?

    Gostava muito que alguém me explicasse.

RESPONDER

A "Chernobyl flutuante" chegou finalmente à sua base na Rússia

A central nuclear flutuante Akadémik Lomonósov, a única deste tipo em todo o mundo, chegou, no fim de semana passado, ao porto de Pevek, na região oriental de Chukotka, no extremo norte da Rússia, onde …

A Terra tem um terceiro pólo (e está a derreter)

https://vimeo.com/360314209 Situado na plataforma tibetana a 6740 metros de acima do nível do mar, os glaciares no sopé da cadeia montanhosa Meili já perderam um quarto do gelo desde 1970 - e o pior está para …

Sinéad O’Connor acusa Prince de ter “batido em várias mulheres” e de a ter tentado agredir

A cantora Sinéad O’Connor fez revelações duras sobre Prince no programa da estação televisiva britânica ITV, Good Morning Britain. Segundo a cantora e compositora irlandesa, o músico Prince, que morreu em 2016 por overdose, terá agredido …

Ex-funcionária da Google alerta para a produção de robôs assassinos que podem despoletar uma guerra

A Google pediu a Laura Nolan para reforçar os drones militares dos EUA. Recusou e demitiu-se. Agora, alerta para o perigo destas armas que podem originar uma guerra. Cerca de um ano depois de se ter …

Boris Johnson comparou o Reino Unido ao Hulk (e ele não gostou)

Há 12 anos que o ator Mark Ruffalo encarna Hulk, uma das mais célebres personagens da Marvel, no cinema. Agora, decidiu pronunciar-se sobre o Brexit, depois de Boris Johnson ter evocado Hulk. Para o primeiro-ministro, o …

Família encontrou mais de 2.200 fetos preservados em casa de médico norte-americano

Uma família encontrou mais de 2.200 fetos preservados na casa de um médico norte-americano que morreu no início deste mês. O The Guardian avançou este domingo que uma família encontrou 2.246 fetos preservados em casa de …

Mais plástico e menos peixe. Explorador britânico teme pelo mar português

Farto de ver cada vez mais plástico e menos peixe no oceano, o veterano explorador e documentarista britânico Paul Rose defende que Portugal deve criar mais áreas marinhas protegidas. Paul Rose, que mergulha desde os anos …

Há 10 anos, Banksy pintou chimpanzés no Parlamento inglês. Agora, o quadro vai a leilão

Em 2009, o artista de rua conhecido como Banksy pintou uma enorme tela a óleo do parlamento inglês, mas em vez de deputados os tribunos eram chimpanzés. Banksy pintou o quadro, com quatro metros de comprimento, …

Tempestade em Espanha derrubou palmeira que era Património da Humanidade

A queda de "La Centinela", a árvore mais alta do conjunto que a Unesco classificou como Património da Humanidade desde 2000, está entre os danos materiais causados pela passagem da "gota fria" - um fenómeno …

Dador de esperma teve 12 filhos com autismo (e foi processado)

Danielle Rizzo tem dois filhos autistas, um com seis anos e outro com sete. Ambos foram concebidos com recurso a um dador anónimo. Há três anos, Rizzo descobriu que estes fazem parte de uma "família" …