Tecnologia de Coimbra integra missão espacial a Mercúrio

ESA

A missão BepiColombo será lançada em 2017 para explorar o planeta Mercúrio

A missão BepiColombo será lançada em 2017 para explorar o planeta Mercúrio

Uma tecnologia desenvolvida pela Active Space Technologies (AST), empresa localizada em Taveiro, Coimbra, vai integrar uma missão científica ao planeta Mercúrio desenvolvida pelas agências espaciais europeia e japonesa e prevista para janeiro de 2017.

A tecnologia em causa foi recentemente integrada num dos três veículos espaciais da missão BepiColombo, em desenvolvimento pelo parceiro japonês, e vai analisar os níveis de sódio da atmosfera do planeta Mercúrio.

“Foi um dos primeiros protótipos que desenvolvemos para missões espaciais ainda em 2006 e é muito gratificante ver a nossa tecnologia a ser finalmente integrada nesta fase da missão“, afirma Ricardo Patrício, responsável da Active Space Technologies, numa nota enviada à imprensa.

A AST adianta que o objetivo da missão espacial “será estudar de forma exaustiva o campo magnético do planeta, a sua magnetosfera, o interior e a superfície” de Mercúrio, o planeta do sistema solar mais próximo do sol.

No site da Agência Espacial Europeia (ESA) lê-se que a missão BepiColombo está prevista para ser lançada em janeiro de 2017 e que os veículos espaciais – um de transporte e dois que irão orbitar em redor de Mercúrio ao longo de um ano, suportando temperaturas de cerca de 350ºC – demorarão sete anos a chegar ao planeta.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

FC Porto tira pão da boca ao Sporting ao desviar central brasileiro

Os 'dragões' podem estar perto de chegar a acordo para a transferência de Gustavo Henrique. O central do Santos estava em negociações com o Sporting, mas uma forte investida do FC Porto, pode ter mudado …

Será que os cães conseguem farejar uma gravidez?

Já ouvimos falar de cães a farejar bombas e de cães a farejar cancro. E quanto à gravidez, o que poderá o nariz de um cão dizer? Há várias mulheres grávidas a relatar que o cão …

Quatro mortos em manifestações na Bolívia. São 23 desde o final de outubro

Comissão Interamericana de Direitos Humanos registou pelo menos 122 feridos desde sexta-feira. Já houve 23 vítimas mortais desde o final de Outubro, início da crise social e política na Bolívia. Quatro pessoas morreram no sábado em …

UE acusada de pagar aos próprios traficantes para travar imigração

A União Europeia conta com um processo no Tribunal Penal Internacional interposto por Omer Shatz e Juan Branco. A UE é acusado de pagar aos próprios traficantes para parar a imigração. Omer Shatz, advogado e professor …

Governo quer ter a primeira refinaria de lítio da Europa

O Governo quer abrir a primeira refinaria de lítio no continente europeu. No entanto, João Galamba refere que tudo depende dos resultados do estudo de impacto ambiental das minas. Sem confirmar que venha a haver minas …

Cientistas desvendam novas pistas sobre o maior macaco que já existiu

O mítico "Bigfoot" é uma criatura lendária mas, durante milhões de anos, o verdadeiro — um símio com o dobro do tamanho de um ser humano adulto — percorreu as florestas do Sudeste Asiático, antes …

Preço do tabaco pode aumentar. Decisão cabe ao Governo

Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um aumento do preço do tabaco, e a decisão depende agora do Governo. Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um …

Derrocada em Borba. Um ano depois, ainda é uma ferida aberta e problemas continuam

Um ano depois do acidente na pedreira de Borba, o sindicato que representa os trabalhadores garante que os perigos persistem, enquanto a associação Assimagra salienta que foi um caso “isolado” e está a avançar com …

Caracóis estão a ficar amarelos para se adaptarem às alterações climáticas

Nas áreas urbanas, os caracóis estão a ficar com as cascas amarelas para se adaptarem às alterações climáticas. Os cientistas vão agora analisar os padrões das penas dos pássaros, para perceberem se também há uma …

Os terrenos contaminados de Fukushima vão tornar-se num centro de "energia verde"

Fukushima, local que sofreu um dos maiores desastres nuclear do mundo, vai reinventar-se e tornar-se num centro de energia renovável. Depois de ser atingido por um terramoto e um tsunami de 15 metros em 2011, três …