Constitucional “absolve” (mas critica) socialista que chamou “cigana” a deputada

Manuel dos Santos / Twitter

O eurodeputado socialista Manuel dos Santos

O Tribunal Constitucional (TC) anulou a decisão do PS de condenar o ex-eurodeputado, mas o presidente fez uma declaração de voto em que reprovou o “chocante racismo”.

O caso remonta a junho de 2017, quando Manuel dos Santos chamou “cigana” à deputada socialista e agora presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Luísa Salgueiro.

Na altura, o ex-eurodeputado escreveu na sua conta do Twitter que a deputada socialista era “cigana não só pelo aspeto, mas também porque paga os favores que recebe com votos alinhados com os centralistas”.

O caso levou o atual primeiro-ministro e secretário-geral do PS, António Costa, a defender a sua expulsão do partido por “preconceitos racistas”, afirmando que se tinha tornado “uma vergonha para o PS”.

Segundo o jornal Público, o Tribunal Constitucional anulou agora a decisão do PS de suspender os direitos de Manuel dos Santos de eleger e ser eleito durante dois anos. No entanto, esta decisão foi tomada com base na violação do princípio do contraditório no processo disciplinar movido pela distrital do Porto.

O presidente do TC, João Caupers, apresentou mesmo uma declaração de voto em que condena o comportamento do histórico socialista.

“Votei a decisão relativa ao processo em referência por entender que os vícios de que enferma o processo disciplinar instaurado ao recorrente, traduzindo sérias violações dos seus direitos de defesa, não permitiam outra decisão”, começou por dizer.

“Todavia, não ficaria de bem com a minha consciência se não assinalasse que o comportamento do arguido, cuja factualidade não foi posta em causa, foi reprovável e intolerável”, cita o matutino.

“Dirigir-se a um membro da organização partidária em que ambos militam apelidando-a, por duas vezes, de ‘cigana’, num contexto de acusações relativas à respetiva atividade política, não pode deixar de consubstanciar um comportamento orientado para a humilhação e o achincalhamento da visada”.

“Seja como for, trata-se de evidente e chocante racismo, ‘temperado’ com alguma discriminação de género, uma vez que a insultada é uma mulher e as mulheres ainda são uma minoria na política”.

Para Caupers, “esta conduta não é aceitável, ainda por cima vinda de quem foi várias vezes deputado e exerceu relevantes cargos políticos e partidários”.

  ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O Manuel dos Santos tem alguma desculpa, ainda não está publicado o “Manual das Boas Práticas do Politicamente Correcto”…Por exemplo, chamar euro-asiática ao António Costa, será um linguajar racista não permitido pelo futuro manual. Contudo, se a dra. Luisa é de etnia cigana, concordo que Manuel dos Santos se excedeu, ligando o comportamento – nómada, segundo ele – à etnia.

RESPONDER

Domingo invulgar: 17 grandes jogos para ver, em poucas horas

A ementa começa em França, ao meio-dia, e acaba no Chile, já depois das oito da noite. Não estamos perto do Carnaval mas vem aí um "domingo gordo" no futebol. Vários jogos grandes, uns mais mediáticos …

Sporting 1-0 Moreirense | Capitão Coates embala leão

O Sporting igualou hoje o FC Porto na liderança provisória da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa o Moreirense, por 1-0, em jogo da nona jornada. O capitão Sebastián Coates marcou, aos …

Relatório médico indica que jovem chinês morreu após beber uma garrafa de Coca-Cola em dez minutos

Um homem chinês morreu depois de beber uma garrafa de 1,5 litros de Coca-Cola em dez minutos, informaram os médicos num relatório. O jovem de 22 anos, que não tinha doenças subjacentes, dirigiu às urgências do …

Universidade no Reino Unido tem arquivo de "casas assombradas"

A Universidade de Sheffield, no Reino Unido, tem um arquivo aberto ao público com quase 80 mil fotografias de "casas assombradas" de várias feiras populares. Para muitos, o medo é parte integrante da experiência de uma …

J&J acusada de usar manobra para impedir processos judiciais relativos à venda de pó de talco com propriedades cancerígenas

A Johnson & Johnson está a ser criticada por usar uma manobra para impedir cerca de 38 mil processos judiciais que alegam que o famoso baby powder da marca causa cancro. De acordo com a NPR, …

Tondela 1-3 FC Porto | Hat-trick de Taremi castiga insolência beirã

O iraniano Mehdi Taremi foi a grande figura da vitória do FC Porto em casa do Tondela, por 3-1. Os homens da casa marcaram primeiro, mas cedo se viram reduzidos a dez elementos e tiveram …

Chamam-lhe "Lady Trump". A candidata a governadora do Nevada que está a gerar polémica

Conhecida como "Lady Trump", Michele Fiore anunciou a sua candidatura a governadora do estado do Nevada em estilo, gerando polémica nos Estados Unidos. Michele Fiore, vereadora de Las Vegas, anunciou esta terça-feira a sua candidatura a …

Benfica abre inquérito a envolvimento de colaboradores em negócio de ações da SAD

O Benfica abriu um inquérito interno para averiguar o possível envolvimento de dois colaboradores num eventual negócio de transação de ações da SAD ‘encarnada’, informou hoje o clube, em comunicado. “Tendo em conta as recentes notícias …

Um hipopótamo na água

Tribunal norte-americano reconhece hipopótamos de Pablo Escobar como pessoas jurídicas

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do legado deixado na Colômbia por Pablo Escobar, recebeu o estatuto de "pessoas jurídicas". Um tribunal federal dos Estados Unidos defendeu que os descendentes dos hipopótamos do barão da …

Mais rapidez e menos ruído. E-bikes permitem que militares em ação passem despercebidos

Os soldados do Regimento de Cavalaria da Infantaria Montada de Queensland, na Austrália, estão a testar e-bikes para perceber se o veículo poderá ser uma opção válida para operações no terreno. Passar despercebido no terreno é …