Fugir ou contra-atacar? Imagens inéditas mostram como uma tartaruga lida com um ataque de tubarão

Uma equipa de investigadores capturou a primeira filmagem conhecida que mostra imagens inéditas da visão de uma tartaruga a ser atacada por um tubarão.

Uma batalha entre uma tartaruga e um tubarão parece ter um vencedor óbvio, mas imagens inéditas parecem provar o contrário.

Reunida por investigadores do Harry Butler Institute, da Murdoch University, e do Departamento de Biodiversidade, Conservação e Atrações da Austrália Ocidental (WA DBCA), a filmagem é a primeira do mundo a mostrar como se desenrola um ataque de tubarão na perspetiva de uma tartaruga.

O agressor é um tubarão-tigre, considerado por muitos o tubarão mais perigoso do mundo depois do tubarão-branco. Estes grandes predadores podem atingir até cinco metros de comprimento e tentarão comer quase tudo, desde outros tubarões e tartarugas marinhas a pedaços de lixo no fundo do mar.

No vídeo, a tartaruga-marinha-australiana observa a posição do tubarão-tigre pouco antes de o agressor se lançar na sua direção e, em vez de fugir ou recuar, a tartaruga vira a cabeça na direção do tubarão que se aproxima e faz uma série de investidas agressivas.



O tubarão-tigre parece decidir que a tartaruga não vale o esforço, uma vez que as ações agressivas da tartaruga detêm com sucesso o tubarão. À medida que o tubarão desiste, a tartaruga foge a alta velocidade com as pequenas dobras do seu pescoço a tremer enquanto nada pela água.

A carapaça dura característica das tartarugas marinhas protege os animais da predação conforme nadam no oceano, mas estas imagens mostram que não são vítimas passivas que optam por se esconder ao primeiro sinal de problema. Como o vídeo revela, podem defender-se com sucesso, lançando um contra-ataque aos tubarões que se aproximam.

“Esta nova tecnologia oferece uma visão incomparável do que estas tartarugas fazem quando estão no mar, longe das suas praias de desova”, disse Sabrina Fossette, do WA DBCA, em comunicado.

“Suspeitamos que o comportamento agressivo é simplesmente um meio de reduzir as hipóteses de ser comido quando a carapaça não oferece proteção total. Nesta ocasião, a tartaruga conseguiu escapar ilesa do tubarão”, acrescentou Jenna Hounslow.

A filmagem foi possível usando uma nova tecnologia chamada “tag inteligente” que os cientistas comparam a anexar uma GoPro a um Fitbit. Os dados resultantes fornecem uma análise visual e quantitativa do movimento do animal em foco.

A filmagem faz parte de um corpo maior de trabalho no WA DBCA Marine Science Program, em conjunto com o programa Yawuru Joint Management. O projeto visa investigar o comportamento das tartarugas em Roebuck Bay, no oeste da Austrália, para tentar preencher as lacunas na compreensão de como as tartarugas regressam aos seus locais de alimentação todos os anos.

Este estudo foi publicado em novembro na revista científica Ecology.

  Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas estão a plantar mesas de xadrez de corais para restaurar recifes - e contam com a ajuda de garrafas de Coca-Cola

Nas últimas três décadas, os recifes de coral têm sofrido uma grande tensão e consequente destruição, devido ao impacto das alterações climáticas. Agora, os cientistas querem minimizar os danos e já encontraram uma solução. O objetivo …

Belenenses 0-4 Sporting | Melhor o resultado que a lesão

O Sporting, da I Liga, venceu hoje o Belenenses, do Campeonato de Portugal, por 4-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, garantindo o apuramento para a próxima fase da competição. No …

Sintrense 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto, da I Liga, venceu hoje o Sintrense, do Campeonato de Portugal, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, e segue em frente na competição. A jogar em …

Nova tecnologia usa calor dos estacionamentos subterrâneos para aquecer apartamentos

A startup Enerdrape, que funciona dentro da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, desenvolveu uma tecnologia que aproveita o calor emanado pelo solo no aquecimento de apartamentos. Quase 60% do aquecimento utilizado nos edifícios residenciais …

Pela primeira vez, um drone transportou os pulmões de um dador em segurança. Voo demorou seis minutos

Pela primeira vez na história da medicina, um drone aéreo transportou os pulmões de um dador com rapidez e segurança entre dois hospitais. O voo, que durou apenas seis minutos, ocorreu no passado dia 25 de …

Grupo de hackers clonou a voz de empresário para roubar 35 milhões de dólares do banco

Um grupo de hackers clonou a voz do diretor de uma empresa, conseguindo assim roubar mais de 35 milhões de dólares de um banco nos Emirados Árabes Unidos. No início do ano passado, o gerente de …

Portugueses comem duas vezes mais do que o recomendando

Os portugueses consumiram, em média, duas vezes mais calorias do que o recomendando para um adulto entre 2016 e 2020, ano em que a pandemia provocou uma redução do consumo de alimentos diário, mas ainda …

Aos 95 anos, a rainha Isabel II terá de abdicar da sua bebida favorita

A monarca foi aconselhada pelos médicos a abdicar do seu habitual martini de fim de dia, em antecipação a uma fase de agenda especialmente preenchida. Com 95 anos, a rainha Isabel II tem tido uma semana …

Médicos vão avaliar estado mental do atacante da Noruega

A investigação ao ataque com arco e flecha que na quarta-feira fez cinco mortos na Noruega reforçou, até agora, a tese de um ato devido a doença, anunciou hoje a polícia norueguesa. “A hipótese que foi …

Há mais de 100 anos, o Hawai teve uma monarquia - mas a força da princesa Ka'iulani não chegou para a preservar

Antes de morrer, com apenas 23 anos, a princesa Victoria Ka'iulani foi a última herdeira da coroa havaiana. A jovem era uma das últimas esperanças em manter a monarquia viva, mas nem a sua determinação …