Uma tarefa doméstica está a poluir sorrateiramente o ambiente

O que vestimos e como lavamos as nossas roupas influencia o número de microfibras sintéticas que libertamos no meio ambiente.

Há uma tarefa doméstica a poluir sorrateiramente o ambiente. Um novo artigo científico, publicado na PLOS One, indica que uma grande quantidade de microfibras é libertada no meio ambiente quando lavamos a nossa roupa.

Cerca de 14% de todo o plástico produzido é usado para fazer fibras sintéticas, principalmente para indumentária. Quando as roupas são lavadas, soltam pequenos fios, muito mais finos do que um fio de cabelo humano.

De acordo com o Inverse, a equipa da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, analisou o volume de microfibras sintéticas libertadas pela lavagem da roupa entre 1950 e 2016 e descobriu que quantidades semelhantes de plástico entram no solo e em seres vivos marinhos todos os anos: cerca de 5,6 megatoneladas, sendo que metade do total foi libertada só na última década.

À medida que o acesso ao tratamento de águas residuais aumenta em todo o mundo, as quantidade de microfibras que chegam à terra, especialmente às plantações, podem vir a aumentar.

Jenna Gavigan, investigadora da universidade norte-americana, disse que o objetivo da pesquisa era “criar uma estimativa básica das emissões de microfibras para que possamos compreender a escala do problema em todo o mundo”.

Resolver um problema tão global como a poluição do plástico deverá envolver mudanças para além do comportamento individual. Ainda assim, qualquer pessoa que tenha uma máquina de lavar em casa pode fazer algo para reduzir a quantidade de plástico que entra no ambiente.

A etapa mais prática de todas passa por reduzir o número de vezes que se lava a roupa. Os cientistas também aconselham a compra de roupas de alta qualidade; o uso de um saco de retenção de microfibras para evitar que estas poluam o ambiente e o desenvolvimento de um melhor tratamento de resíduos.

“Apesar de serem necessárias mais pesquisas sobre as interações entre as microfibras e o meio ambiente, especialmente em ecossistemas terrestres, isso não nos deve impedir de implementar medidas de mitigação no imediato”, rematam os cientistas.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Não sou cientista, mas sempre disse o mesmo em relação ao piso dos pneus…
    Já pensaram para onde vão os milhões de toneladas correspondente
    ao pneu que se desgasta durante o seu uso?
    Essa matéria não se evapora!!!
    E mesmo que sim, iria para a atmosfera…

    • É bem tranquil rabbit. Também já tinha debatido comigo próprio não apenas isso como os materiais resultantes do desgaste dos calços dos travões (penso que aquilo também leva borracha entre outros compósitos, mas leve lá o que levar, aquilo parece-me pouco amigo do ambiente e também se desgasta a bom ritmo).

RESPONDER

Mercado teme corrida ao imobiliário com o fim dos vistos gold

A partir de janeiro, segundo as novas regras aplicáveis aos vistos gold, vão deixar de estar abrangidos os investimentos em imobiliário com destino a habitação em Lisboa, no Porto e no litoral. O regime que visa …

Desempregados inscritos no IEFP caem 10% em agosto

O número de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) voltou a cair, pelo quinto mês consecutivo. Agosto fechou com 368.404 desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego De acordo com os dados …

Agora que a catedral de Notre-Dame está estabilizada, pode dar-se início à reconstrução

Dois anos e meio após o incêndio que devastou a catedral de Notre-Dame, o edifício encontra-se seguro para iniciar o processo de reconstrução, que se espera estar concluído em 2024. Os trabalhos de segurança e consolidação …

Agente de viagens burlou Cristiano Ronaldo em 200 mil euros

Cristiano Ronaldo foi burlado, ao longo de mais de três anos, pela funcionária de uma agência de viagens a quem confiou os seus cartões de crédito e códigos. Jorge Mendes, Gestifute, Nani e Manuel Fernandes …

França diz-se "enganada" pela Austrália após suspensão de contrato de submarinos

Na semana passada, Estados Unidos, Austrália e Reino Unido anunciaram um acordo de defesa que inclui o desenvolvimento de submarinos nucleares na Austrália. O embaixador francês na Austrália, Jean-Pierre Thebault, disse esta segunda-feira que a França …

Sete mortos e 306 infetados nas últimas 24 horas

Portugal registou, esta segunda-feira, 306 novos casos e sete mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Rússia Unida anuncia vitória nas legislativas

O partido do Kremlin, Rússia Unida, reivindicou no domingo a vitória nas eleições legislativas russas, mas a sua maioria constitucional na Duma, a câmara baixa do parlamento, está ainda por apurar, após a contagem de …

Cientistas estão a dar vida ao holodeck, um holograma que você pode tocar

Os cientistas estão cada vez mais perto de tornar o holodeck uma realidade. Investigadores estão a criar um holograma que você pode tocar. A série Star Trek: The Next Generation apresentou a milhões de pessoas a …

A partir de novembro, EUA passam a permitir entrada de estrangeiros totalmente vacinados

A partir do início de novembro, os Estados Unidos passam a permitir a entrada de viajantes da União Europeia (UE) e do Reino Unido, desde que estejam totalmente vacinados. Os Estados Unidos vão reduzir as restrições …

Talibãs mandam funcionárias do governo de Cabul ficar em casa

As funcionárias do governo de Cabul devem ficar em casa. A única exceção aplica-se às trabalhadoras cujos cargos não podem ser desempenhados por homens. Só as mulheres "que não podem ser substituídas por homens" podem regressar …