TAP quer “soluções permanentes” para reduzir custos após quebra de 70% nos voos

Patrick Ludolph / Wikimedia

Airbus A319 da TAP

A TAP não quer depender mais dos mecanismos criados pelo Governo para as empresas em dificuldades e procura “soluções permanentes” para reduzir os custos com trabalhadores.

O plano de reestruturação da TAP prevê o despedimento de 500 pilotos e a redução em 25% dos seus salários. Além disso, a atual frota da companhia aérea também será reduzida significativamente. As circunstâncias da pandemia fizeram com que muitos dos seus aviões nem levantassem voo nos últimos meses.

Até ao momento, a TAP tem-se aguentado graças aos mecanismos criados pelo Governo para ajudar as empresas. No entanto, a empresa quer “soluções permanentes” para baixar os encargos com trabalhadores, escreve o jornal ECO.

A TAP perdeu mais de 700 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, com uma quebra de 70% nos voos. A principal quebra de faturação ocorreu no verão, a época alta das companhias aéreas. O cenário de prejuízos de mil milhões em 2020 está em cima da mesa.

No terceiro trimestre deste ano, “os custos com pessoal foram reduzidos em 49% face a igual período de 2019”, salienta a TAP, explicando que a poupança deriva da “não renovação de contratos a termo”.

“Até ao final de setembro de 2020, 729 trabalhadores viram os contratos atingir o seu termo e deixaram a TAP”, refere a empresa

Ainda assim, a maior poupança foi feita através dos mecanismos do Governo: “No que respeita aos custos com pessoal, em substituição do regime de layoff simplificado, a TAP recorreu ao longo do terceiro trimestre ao Apoio Extraordinário à Retoma Progressiva, regulado nos termos do Programa de Estabilização Económica e Social, através do qual se estabeleceu um mecanismo de redução do horário de trabalho entre 70% e 5%”.

“Este novo regime foi um contributo muito importante, mas a natureza temporária deste enquadramento torna imperativa a adoção de soluções permanentes”, realça a companhia aérea portuguesa.

Até ao terceiro trimestre deste ano, a TAP tinha 101 aviões na sua frota. Agora, já assinou um acordo para a venda de oito aeronaves nos próximos dois a três meses. A reestruturação da empresa pode mesmo levar a frota até aos 83 aviões.

“Para o total do ano de 2020, prevê-se que estas renegociações reduzam em cerca de 175 milhões de dólares americanos as saídas de caixa relacionadas com leasing operacional de aviões”, diz a TAP, num comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O governo e seus apoiantes, vão despedir da TAP. Vão fazer algo que se fossem privados a fazer, seriam apelidados de tudo e mais alguma coisa. Por coerencia, espero greves, aberturas de telejornal, manifestações, etc, etc.

RESPONDER

Risco de ser hospitalizado ou morrer de covid diminui 90% após vacinação

O risco de um adulto ser hospitalizado ou morrer por covid-19 diminui 90% a 95% passados 35 dias sobre o início da vacinação, conclui um estudo divulgado este sábado pelo Instituto Nacional de Saúde de …

No Japão, combater a pandemia implica pedir ajuda a um grande gato cor-de-rosa

Um super-herói mascarado patrulha dois dos distritos mais movimentados de Tóquio para ajudar os cidadãos japoneses a derrotar o coronavírus. O seu nome é Koronon e é um gato cor-de-rosa. O cruzado é um mascote com …

Portugal regista mais uma morte e 334 novos casos. Internamentos voltam a subir

Nas últimas 24 horas, foram confirmados 334 novos casos e registou-se mais um óbito. O boletim deste domingo dá ainda conta de mais 229 recuperados. Segundo o boletim epidemiológico deste domingo, dia 16 de maio, atualmente …

Romualda Fernandes - PS

"Senti alguma dor". Romualda Fernandes fala sobre a atitude racista da qual foi vítima

Romualda Fernandes pronuncia-se pela primeira vez sobre a notícia da Lusa para dizer que aquilo que a define não é a cor da pele, mas os seus valores. Em causa está uma notícia da Agência Lusa, …

Elefantes encontrados mortos numa reserva florestal. Envenenamento pode ser a causa

As autoridades estão a tentar perceber de que forma é que os 18 elefantes selvagens asiáticos morreram no nordeste da Índia. Os elefantes, que incluíam cinco filhotes, foram encontrados mortos na reserva florestal protegida de Kondali, …

"Máxima segurança". Porto de Lisboa com protocolo de segurança para receber cruzeiros

A administração do Porto de Lisboa assinalou este domingo o regresso do movimento de passageiros de cruzeiros a partir desta segunda-feira, com o levantamento das restrições ao desembarque de passageiros em viagens não essenciais, sublinhando …

”Terrível engano”. Programa do Governo para incentivar regresso dos emigrantes exclui as ilhas

O Programa Regressar, criado em 2019 pelo Governo da República para incentivar o regresso dos emigrantes ao país, descrimina os Açores e a Madeira. O Governo prolongou os apoios (que podem chegar aos 7679 euros por …

Relatório alerta que parte da produção de painéis solares depende da exploração de uigures

A região de Xinjiang, na China, evoluiu nas últimas duas décadas e tornou-se num importante centro de produção para muitas das empresas que fornecem ao mundo as peças necessárias para a construção de painéis solares. No …

Morreu a atriz brasileira Eva Wilma. Tinha 87 anos

A atriz de brasileira Eva Wilma morreu este sábado aos 87 anos no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internada desde abril devido a um cancro de ovário. A artista tinha sido internada a …

Marcelo quer descentralizar poder para regionalizar bazuca europeia

Marcelo Rebelo de Sousa quer desconcentrar poderes do Estado central para as comissões de coordenação e desenvolvimento regio­nal (CCDR), já a pensar na execução dos milhões que vão chegar de Bruxelas. A perspetiva do Chefe de …