TAP recomenda aos clientes que alterem voos

Companhia diz que uma desconvocação da greve poucos dias antes da mesma teria consequências igualmente negativas nas contas.

Com o aproximar dos dias 8 e 9 de dezembro, para quando o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) entregou um pré-aviso de greve, e perante a inexistência de uma perspetiva de acordo, a TAP recomendou aos passageiros para que mudem os voos marcados para estas datas.

“Não sabendo qual o nível de disrupção que a operação poderá sofrer nesses dias, a TAP recomenda aos seus clientes que tentem remarcar os seus voos. Deverão fazê-lo através do call center ou das suas agências de viagens. A alteração das datas dos voos previstos para este período poderá ser feita sem qualquer penalização e sem alteração de tarifa, para datas entre 28 de novembro e 19 de dezembro, e sem penalização, embora com alteração de tarifa, para qualquer outro período“, avança a companhia.

A TAP destacou ainda o seu compromisso com um acordo que permita evitar a greve, a qual, avança, terá consequências penalizantes nas suas receitas. “A TAP informa ainda que continua disponível para um entendimento com o sindicato dos tripulantes de cabina, nos termos da proposta que já lhes foi apresentada. E reitera que fez todos os possíveis para que isso acontecesse em tempo útil, tendo agora de concentrar os seus esforços na organização da operação e na salvaguarda dos seus clientes”.

“As propostas foram apresentadas atempadamente e a falta de resposta do SNPVAC em tempo útil leva a uma perda na venda de bilhetes e na receita normal destes dias. Um possível cancelamento dias antes das datas da greve continuaria a ter um efeito comercial negativo para a companhia”, aponta.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.