/

Com a subida a presidente interino da TAP, Ramiro Sequeira passou a ganhar o dobro

16

Ramiro Sequeira ocupa o cargo de presidente executivo da TAP de forma interina desde meados de setembro. Com a subida à liderança da companhia aérea, passou a receber 35 mil euros brutos por mês.

O salário de 35 mil euros brutos por mês corresponde a quase o dobro do que o gestor auferia enquanto chief operating officer (COO), mas fica abaixo da remuneração do antecessor Antonoaldo Neves.

De acordo com o ECO, o aumento do salário foi decidido em outubro pela Comissão de Vencimentos da TAP, onde o Estado não está representado, e começa a ser pago agora. O diário económico avança, contudo, que o Governo teve conhecimento do aval às alterações.

Ramiro Sequeira recebia 17 mil euros brutos por mês e passa agora para 35 mil, com efeitos retroativos a 17 de setembro. O diário escreve que foi o próprio Executivo a avançar com este salário quando propôs que o gestor acumulasse as funções de presidente interino com as que já tinha de administrador com a pasta operacional.

Mas o CEO interino não foi o único a ver o salário revisto. Miguel Frasquilho, presidente do conselho de administração da TAP SA e da TAP SGPS, passou a ganhar 13,5 mil euros brutos por mês (14 vezes ao ano) face aos anteriores 12 mil euros.

A revisão do salário de Frasquilho estará relacionada com novas funções assumidas na Portugália e na TAP SGPS, devido à saída de Humberto Pedrosa.

Alexandra Vieira Reis, que já era diretora da TAP e também foi para a comissão executiva, ganhava 14 mil euros mensais e passou a receber 25 mil.

No âmbito do plano de reestruturação da companhia aérea, estes gestores serão alvo de um corte salarial, que deverá ser na ordem dos 30%, tal como todos os trabalhadores da TAP.

Além da redução da massa salarial do grupo em 250 a 300 milhões ao ano e do número de aviões comerciais, de 108 para 88, o plano entregue à Comissão Europeia prevê ainda o despedimento de 500 pilotos, 750 tripulantes de cabine, 450 trabalhadores da manutenção e engenharia e 250 das restantes áreas.

  Liliana Malainho, ZAP //

16 Comments

  1. É um completo escândalo. Numa altura em que todos os Que criam riqueza na TAP, e a fazem realmente funcionar, perdem vencimento, enquanto outros passam a ganhar o dobro. É completamente inadmissível.

  2. Eis a prova que com uma privatização os encargos de uma empresa ficam mais baratos.
    Ah, mas a TAP já é privatizada?
    Então, na próxima privatização os encargos da TAP ficarão mais baratos.

  3. Esclarecer pf quem tem mais responsabilidade quem gere uma empresa ou quem gere um pais? Isto não tem pés nem cabeça é literalmente continuar a Roubar os Portugueses. Só de Politicos = corruptos, ladrões e boys

  4. Quando se duplica um salário, que já possui a máxima retenção de IRS, na pratica corresponde a um aumento de 40%, depois de aplicado os descontos de -30%x dobro=+40% aplicável a todos os trabalhadores da TAP.
    A matemática não engana!

  5. Afinal a TAP sempre dá lucro, não é para os acionistas mas não deixa de ser uma empresa estratégica para alguns portugueses. Quem fica sem perceber se este senhor tem mesmo este salário ou se se trata de uma transferencia de capital são os portugueses, otários pagantes!

  6. Um salário de 35 mil euros num país onde o salário mínimo vai ser de 665 euros é não só um escândalo com é uma afronta ao povo que trabalha.
    É como um aumento de 35 euros para o salário mínimo e de 10 euros apenas para quem tem reformas muito baixas, reformas de miséria.
    Aqui não se vê os defensores dos trabalhadores a reclamar e a fazerem manifestações…

  7. Eu não quero continuar a pagar para esta canalhada toda andar a brincar aos aviões. Fechem essa porcaria duma vez por todas.

  8. Ninguém em cargos públicos, em empresas com cotas do estado ou parcerias público-privadas devia auferir mais do que o Presidente da República.

  9. Vendam lá a TAP aos alemães, como venderam a EDP ao Chineses e a PT aos Franceses.

    Vejam lá agora os chineses (a quem venderam a EDP), vender as barragens aos Franceses ou a quem as quiser comprar porque o Tuga sabujo, analfabeto, atarracado e de cara farrusca não gosta mesmo nada de ver outros Tugas ganhar muito dinheiro. Alemães, Franceses, Chineses ou o que seja, governarem-se com o que foi criado cá dentro por nós, tudo bem! Outros Tugas é que nem pensar.

    Vendam tudo!! No final ficam pelo menos os hotéis e os restaurantes para servir cerveja e tremoços aos turistas.

    PS. O ordenado do tipo mudou, porque as funções dele também mudaram. É assim muito difícil perceber?

  10. Não é o que nos Noticiam que me escandaliza mas sim o que nos escondem !……. Quanto a estas “disparidades” salariais, sobretudo no que diz respeito ao poço sem fundo que é a TAP, estes altos valores salariais atribuídos en momento deste, é simplesmente um insulto aos Portugueses, mas enfim cá estaremos brevemente para uma vez mais sacudir algumas pulgas desta manta de retalhos que é o Governo presente. En quanto o bicho continuará no fruto, nunca teremos nenhum Governo “isento de malabarismos” !……esse parasita chama-se corrupção !

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.