O novo avião da TAP chama-se “Zé Pedro” (e o céu azul brilhará)

A TAP escolheu “Zé Pedro” para nome de um dos seus novos aviões. O músico dos Xutos & Pontapés, que morreu em 2017, será recordado na cerimónia em que a companhia apresentará um novo Airbus que chegou a Portugal em Janeiro.

A cerimónia de batismo do avião, com o nome do “guitarrista da icónica banda Xutos & Pontapés” – como se sublinha no convite oficial para o evento – decorrerá na sexta-feira, dia 8 de fevereiro, às 10h30, no hangar 6 do Campus TAP, em Lisboa, segundo o Público.

José Pedro Santos Reis, conhecido como Zé Pedro, nasceu a 14 de setembro de 1956 e faleceu a 30 de novembro de 2017, após uma carreira de quatro décadas com a sua banda, composta atualmente por Tim e Kalú – também membros fundadores dos Xutos –, além de João Cabeleira e Gui, que se juntaram ao grupo nos anos de 1980.

O grupo celebrou 40 anos de existência a 13 de janeiro e acaba de lançar um novo disco, “Duro”, cuja gravação ainda contou com a participação de Zé Pedro.

O avião escolhido pela TAP para homenagear o músico integra o grande reforço da frota da empresa para este ano: até ao final de 2019, a TAP prevê ter 37 novos aparelhos – e, até ao final de 2025, deverão ter entrado ao serviço 71 novos aviões.

A TAP tem por regra escolher os nomes de grandes figuras da cultura e História de Portugal para batizar os seus aviões. Zé Pedro junta-se assim a figuras como, entre muitos outros, Camões, Gil Vicente ou D. Afonso Henriques, mas também Humberto Delgado, Fernando Pessoa, Manoel de Oliveira, Sophia de Mello Breyner Andresen, Almada Negreiros, Aquilino Ribeiro, Amália ou Eusébio.

Zé Pedro estava doente há vários meses, mas a situação foi sempre mantida de forma discreta pelo grupo, tendo só sido assumida publicamente a 4 de novembro de 2017, no fecho da digressão dos Xutos & Pontapés, no Coliseu de Lisboa.

O estado de saúde de Zé Pedro deteriorou-se depois de, há alguns anos, o guitarrista ter sido submetido a um transplante de fígado, por causa de hepatite C.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Segurança Social demora quase cinco meses a pagar pensões

Em 2018, os beneficiários da Segurança Social tiveram de esperar, em média, 147 dias - cerca de cinco meses -, entre o dia que se aposentaram e o momento que começaram a receber a pensão …

Empresas fechadas e 28 mil despedimentos. Setor têxtil pode atravessar crise

Até 2025, a indústria têxtil em Portugal pode ver um terço das empresas a fecharem e 28 mil trabalhadores a serem despedidos. Este é o pior cenário equacionado no setor nos próximos anos. O setor da …

Ministério Público arquiva queixa de Aguiar-Branco contra Ana Gomes por difamação

Aguiar Branco tinha levantado um processo de difamação a Ana Gomes por declarações sobre alegadas ligações entre o seu escritório de advogados e o grupo Martifer. O Ministério Público (MP) arquivou a queixa apresentada pelo ex-ministro …

66 louvores a funcionários. Centeno é o ministro mais "agradecido" de todo o Governo

Mário Centeno e os seus secretários de Estado publicaram em Diário da República 66 louvores. O seu gabinete garante que não há qualquer significado político associado - nem mesmo uma despedida anunciada. O louvor é dado …

Os glaciares da Nova Zelândia estão a mudar de cor

À medida que o Hemisfério Sul entra no verão, acontece uma temporada catastrófica de incêndios florestais na costa leste da Austrália. Há casas destruídas, coalas a morrer e um fumo espesso que cobre o estado …

Não se irrite. Fisco vai comunicar de forma mais clara

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai lançar um serviço de apoio e defesa ao contribuinte que usará uma linguagem mais simples e clara. A alteração é inspirada num modelo britânico. A Autoridade Tributária e Aduaneira vai …

Juiz Rui Rangel justificou ganhos com direitos de autor de programa televisivo

O juiz afirmou, perante o plenário do Conselho Superior da Magistratura, que os ganhos fora da magistratura correspondiam a direitos de autor de um programa na televisão. O juiz Rui Rangel, que foi demitido da magistratura esta …

Governo faz ultimato: empresas têm 30 dias para regularizar fundos europeus parados (ou devolver dinheiro)

O Governo vai dar 30 dias para que as empresas que têm fundos comunitários parados regularizem a situação. Findo esse período, terão de devolver o dinheiro. José Mendes, secretário de Estado do Planeamento, garantiu, em entrevista …

Pelo menos 58 mortos em naufrágio ao largo da Mauritânia

Pelo menos 58 pessoas morreram, esta quinta-feira, num naufrágio ao largo da costa da Mauritânia. Pelo menos 58 migrantes morreram num naufrágio ao largo da costa da Mauritânia, anunciou a Organização Internacional para as Migrações (OIM). …

Sá Carneiro, hipocrisia e maçonaria. Após troca de ataques, candidatos à liderança do PSD concordaram (mas pouco)

Os três candidatos à liderança do PSD trocaram esta quarta-feira acusações de hipocrisia e de maus resultados em diferentes momentos da história do partido, com Luís Montenegro e Miguel Pinto Luz a negarem pertencer à …