O blindado do futuro manobra sozinho, usa IA e está a nascer em Israel

Um veículo blindado de combate, com inteligência artificial, design inovador e cabine transparente, que identifica objetos, manobra automaticamente e escolhe a rota mais segura. O tanque do futuro foi testado esta terça-feira numa missão simulada no norte de Israel.

A empresa israelita de tecnologia de defesa Rafael apresentou o tanque do futuro, tendo usado um ambiente urbano simulado na base militar de Eliakim para demonstrar as capacidades tecnológicas do veículo em missão de combate.

O tanque necessita apenas de dois operadores, em vez dos quatro habituais, uma vez que o seu sistema operativo permite monitorizar todo o envolvimento do tanque — desde os perigos que podem ser encontrados no terreno, como minas ou explosivos, até a inimigos que possam ser identificados como alvo.

Os tripulantes do blindado apenas precisam de saber as instruções operacionais de uma dada missão, uma vez que o veículo se move automaticamente, fornecendo todas as informações em tempo real do que o envolve.

O Programa Carmel, projetado para equipar os veículos de combate com inteligência artificial e funcionamento autónomo, entrou esta semana na fase final de testes. O programa foi desenvolvido pela Rafael em conjunto com a companhia israelita Elbit e a Indústria Aeroespacial de Israel.

O programa não produz novos veículos, mas incorpora tecnologia avançada além da inteligência artificial. As empresas envolvidas incorporam no novo blindado as suas mais recentes inovações tecnológicas: propulsão híbrida, defesa cibernética, camuflagem ativa, radar multi-tarefa e um sistema de reconhecimento visual para identificar tropas.

As plataformas desenvolvidas serão incorporadas nos veículos armados do exército israelita. O programa, que está em desenvolvimento há três anos, permitirá ao exército do país ter “tanques ágeis, efetivos, inovadores, compactos e fáceis de manobrar, a um baixo custo”, comentou fonte do Ministério da Defesa de Israel.

// EFE

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Talvez não fosse má ideia incorporar a inteligência artificial no cérebro dessas mentes brilhantes que só procuram a destruição!

  2. Porque não há sanções a Israel?! Fez bombas nucleares as escondidas, enganou todos os inspectores da ONU.. É um país que só procura a guerra!.. Mas lá estão os mansos a defender los.. Se fosse com outro país já eram sanções atrás de sanções..
    Israel é um estado terrorista!..

    • Mas a verdade é que Israel lá se vai mantendo no seu cantinho e incomoda muita gente, os vizinhos da mesma forma incomodados decidiram acabar com eles, acabaram eles próprios por se sair mal da contenda e agora resta aos israelitas precaverem-se de futuros maus humores da vizinhança.

  3. Admiro a tenacidade do povo israelita.

    Abomino o extermínio que estão a fazer ao povo Palestiniano.

    Dois pesos e duas medidas.

  4. Esqueceram-se de dizer que, se o tanque for envolvido com um manto de alumínio pelo inimigo, perde mais de 50% das suas super-capacidades, sendo facilmente abatido. Para evitar que tal aconteça terá que ser sempre auxiliado por ajudas externas, tais como, drones ou conexão directa GPS, via satélite, em tempo real. Qualquer obstrução às suas câmaras e sondas, tornam o mesmo completamente vulnerável.

RESPONDER

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …

Sérgio Conceição sai do FC Porto no fim da época

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, deixará o comando dos dragões no final da temporada. A derrota em casa com o Braga terá ditado a saída do técnico azul e branco. O técnico do FC …

Joacine quer mais direitos para deputados sem partido. "Está a antecipar" o futuro

A deputada Joacine Katar Moreira, do partido Livre, defendeu esta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos. A deputada única do Livre assumiu esta posição no final de uma reunião do …

França confirma 3 casos de coronavírus chinês. Já chegou à Austrália e Malásia

Depois de França ter confirmado três pessoas infetadas com o novo coronavírus oriundo da China, também a Austrália e Malásia reportaram casos. As autoridades da Malásia anunciaram este sábado terem registado os primeiros três casos de …

Amadora. Agredido motorista de autocarro que denunciou Cláudia Simões

Foi agredido o motorista de autocarro que chamou a PSP para denunciar a passageira Cláudia Simões, que alegou posteriormente ter sido agredida pelos agentes da polícia. As agressões tiveram lugar na noite desta sexta-feira, em …

"Dos 4 mil euros que ganho, 3 mil vão para os frades". O padre Vítor Melícias recusa que Tomás Correia ainda controle o Montepio

O padre Vítor Melícias, presidente da Assembleia Geral do Montepio, diz que Tomás Correia "faz falta, mas fez muito bem" em abandonar a liderança da mutualista Montepio. "Dizer que Tomás Correia continua a controlar através …

Amesterdão prepara-se para comprar dívidas dos seus jovens

A partir de fevereiro, a capital dos Países Baixos vai comprar dívidas dos seus jovens para ajudá-los a recomeçar e a construir um futuro. Numa nota publicada esta semana na página oficial do Governo local …