EUA: agora faltam tampões. E dizem que a culpa é de Amy Schumer

Thomas Hawk / Flickr

Amy Schumer em anúncio

Semanas após a escassez de leite adaptado para bebés, também faltam produtos para o período. Senadora já enviou uma carta às empresas.

Há pouco menos de um mês informámos aqui que faltava leite para bebés nos Estados Unidos da América.

A pandemia, os constrangimentos nas matérias-primas e nos transportes, o encerramento de fábricas e a inflação recente originaram as prateleiras vazias.

Esse problema ainda não está totalmente resolvido mas agora surge outro, também muito relacionado com mulheres: os tampões.

Na semana passada acumularam-se relatos e imagens que mostram que não há tampões em muitos supermercados.

A realidade é que a oferta já começou a diminuir há meses mas foi um artigo da revista Time que fez o assunto “saltar” para a comunicação social e para conversas diárias.

Os retalhistas e fabricantes admitiram a escassez desses produtos para o período.

Mais uma vez a falta de matérias-primas é uma das origens do problema, tal como a guerra na Ucrânia (Rússia e Ucrânia são países importantes na exportação de fertilizantes utilizados para o cultivo de algodão – utilizado nos tampões).

E neste contexto ainda há um extra: Amy Schumer. A famosa humorista foi protagonista de uma campanha publicitária que fez aumentar significativamente a procura por tampões.

Por causa deste anúncio a procura aumentou muito, alegam responsáveis de marcas, e a oferta não acompanhou essa subida. Mas esta justificação poderia ser adequada só no caso de uma marca, não é uma explicação que se aplica no geral.

Maggie Hassan, senadora democrata em New Hampshire, já pediu a diversos fabricantes para explicarem, até ao final desta semana, como vão resolver este problema.

Na carta enviada nesta segunda-feira, a senadora escreveu que espera que haja mais produtos menstruais disponíveis em breve.

Maggie Hassan também questionou as empresas sobre os preços “absurdos” de tampões que foram publicados na Amazon nos últimos tempos.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.