Taiwaneses mudaram o nome para “Salmão” para usufruir de uma promoção no sushi. O Governo pediu para pararem

O frenesim começou esta semana, depois de a cadeia de restaurantes japonesa Sushiro ter anunciado que ofereceria uma refeição de sushi aos clientes cujos nomes incluíssem os caracteres chineses tradicionais “guiyu”, que significa salmão.

A oferta foi encarada por muitos taiwaneses como irresistível, o que levou os meios de comunicação locais a apelidarem o sucedido como “Caos do Salmão”.

O The Washington Post escreve que a campanha promocional ditava que qualquer cliente com “guiyu” escrito no documento de identificação teria direito a um rodízio ilimitado de sushi. A promoção durou dois dias e permitia que o contemplado pudesse convidar cinco amigos para usufruir da oferta.

A campanha levou cerca de 150 jovens a alterarem o nome nos registos. As leis de Taiwan ditam que cada pessoa pode mudar de nome três vezes.

“Agradecemos aos que estão dispostos a mudar os seus nomes pelo nosso sushi”, reagiu Dory Wang, gerente de marketing do Sushiro.

Mas os responsáveis taiwaneses não ficaram satisfeitos com o impacto da campanha da cadeia de restaurantes japonesa e pediram bom senso à população. Chen Tsung-yen, ministro do Interior, disse que estes pedidos criavam burocracia desnecessária, que culminava num desperdício de tempo e de recursos.

“Espero que todos consigam ser mais racionais sobre isto”, pediu, citado pela BBC.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Número de desempregados inscritos nos centros de emprego recua em maio

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego recuou 1,7% em maio em termos homólogos e 5,1% face a abril, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). De acordo com …

BE quer retirar da fatura elétrica taxa de carbono paga às barragens e eólicas

A coordenadora do Bloco de Esquerda anunciou, em Torres Novas, a apresentação de uma proposta para que os portugueses deixem de pagar taxa de carbono na energia produzida pelas barragens e eólicas, a exemplo do …

"Eternizar" moratórias de crédito "é negativo", defende Centeno

O governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, defendeu esta segunda-feira que não se pode "eternizar" as moratórias de crédito, concedidas para fazer face aos efeitos da pandemia na economia, e que empresas e …

Barcelona: foram campeãs europeias mas pedem outro treinador

Época inédita no futebol feminino do Barcelona não é sinónimo de continuidade do técnico vencedor. Jogadoras pedem mudança no banco. O Barcelona protagonizou uma época histórica e inédita no futebol feminino. A equipa catalã foi novamente …

PSD/Porto diz que escolha de António Oliveira para Gaia foi "erro de casting"

O presidente do PSD/Porto disse esta segunda-feira que a escolha de António Oliveira para encabeçar a candidatura à Câmara de Vila Nova de Gaia foi “um erro de casting”, pelo que encara a desistência deste …

Há mais três mortos e 756 novos casos de covid-19

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), nas últimas 24 horas registaram-se mais 756 casos de infeção por covid-19 e três pessoas morreram. A região de Lisboa e Vale do Tejo regista …

Mensagem em garrafa atravessou o Atlântico e foi encontrada nos Açores

Três anos depois de ter sido lançada ao mar, uma mensagem numa garrafa uniu dois adolescentes separados pelo Oceano Atlântico. Em 2018, durante um feriado (25 de novembro) no estado norte-americano de Rhode Island, no leste …

Afinal, autoagendamento só avança para maiores de 37 anos (e não 35)

O autoagendamento da vacina contra a covid-19 vai ficar disponível apenas para pessoas com mais de 37 anos esta segunda-feira, ao contrário do que informou, domingo, a task-force de vacinação. Ao contrário do que estava previsto, …

Retomado voo entre Portugal e a China após duas semanas de suspensão

Depois de ter sido suspensa por duas semanas, a ligação aérea entre Portugal e a China foi retomada este fim de semana. A ligação aérea entre Portugal e a China foi retomada este fim de semana, …

Líder do CDS diz que Portugal é uma "república das bananas" que já nem pune os criminosos

O líder do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, acusou o Governo de "descongestionar as cadeias à boleia de um pretexto sanitário". O regime especial de perdão das penas, aprovado em abril de 2020, continua em vigor, …