Surto de salmonela ligado a produtos infantis infetou crianças em três países europeus

Um surto de salmonela relacionado com produtos de alimentação infantis baseados em proteína de arroz infetou mais de 30 crianças em França, na Bélgica e no Luxemburgo, divulgou o Centro Europeu de Controlo de Doenças.

De acordo com o Centro Europeu, o surto de salmonella poona infetou 32 crianças (30 em França, uma na Bélgica e outra no Luxemburgo) entre agosto do ano passado e fevereiro deste ano.

Os produtos suspeitos, baseados em proteínas de arroz, foram fabricados em Espanha entre agosto e outubro de 2018, comercializados por uma empresa francesa e distribuídos para a UE e para quatro países não europeus através de distribuidores e lojas online.

Em fevereiro, a Agência Espanhola de Segurança Alimentar e Nutrição (Aecosan) recomendou que não fossem consumidos alguns lotes de alimentos infantis das marcas Modilac e Blemil, depois de terem sido detetados na Europa casos de salmonelose que se suspeitava estarem relacionados com o consumo destes produtos.

Num comunicado divulgado na altura, a Aecosan lembrou que a 25 de janeiro tinha sido publicada uma notificação de alerta sobre a infeção por salmonella poona em lactentes em França associada ao consumo desses alimentos infantis da marca Modilac, comercializados pela empresa francesa Sodilac e fabricados em Espanha.

Uma vez que a origem era uma fábrica em Espanha, foram realizadas diversas análises de controlo, tanto pela empresa como pelas autoridades, todos com resultados negativos. No entanto, como medida de precaução, as Astúrias, onde a fábrica está localizada, suspenderam uma das torres de secagem da empresa e retiraram do mercado todos os produtos à base de arroz que ali tinham sido fabricados.

O ECDC diz que, até agora, todos os testes realizados foram negativos para salmonella poona, mas sublinha que a salmonela é difícil de detetar em produtos secos e requer métodos de amostragem e teste com um alto grau de sensibilidade.

Em janeiro deste ano iniciou-se uma retirada destes produtos infantis e alimentos para bebés da mesma marca pela empresa francesa em território francês, seguida de uma recolha no Luxemburgo.

Segundo o ECDC, os alertas públicos entretanto lançados em França, na Bélgica e em Espanha devem diminuir o risco de novas infeções. No entanto, admite, casos de surtos isolados podem ser relatados entre pessoas que tenham comprado ou consumido os produtos antes da retirada do mercado.

Para prevenir infeções durante a utilização de fórmulas para lactentes, o ECDC aconselha os estados-membros a considerarem a prestação de aconselhamento ao público sobre as regras básicas de higiene para a preparação de alimentos destinados a lactentes, incluindo informações sobre a preparação, manuseamento e armazenamento seguro de produtos lácteos em pó.

O Centro Europeu de Controlo de Doenças diz ainda que os casos de salmonelose em lactentes devem ser notificados às autoridades nacionais de saúde para sorotipagem e que os casos isolados de salmonella pona devem ser sequenciados para identificar se estão associados a este surto.

A salmonella poona é um dos subtipos de salmonela que pode causar infeção em humanos. Durante o período de 2013 a 2017 foram reportados casos em 23 países europeus, num total que ronda as duas centenas de casos em cada um dos cinco anos. A salmonela é uma bactéria que pode causar infeções alimentares, provocando vómitos, diarreia e febre.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Infetados que furem quarentena podem arriscar prisão preventiva

Em Portugal, o crime de propagação de doença tem uma moldura penal que pode ir até oito anos de prisão, admitindo ainda medidas de coação privativas da liberdade, como é o caso da prisão preventiva. Assim, …

Conquistadores espanhóis usaram técnicas indígenas para construir as suas armas

Um novo estudo concluiu que os invasores espanhóis foram obrigados a aprender com os indígenas da Mesoamérica sobre a produção de cobre. Descobertas arqueológicas em El Manchón, no México, apoiam a ideia de que invasores espanhóis, desesperados …

Açambarcamento de medicamentos por Portugal? "É um total absurdo", diz Infarmed

O Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde reagiu à acusação feita por uma organização belga, que dizia que Portugal está a fazer um armazenamento excessivo de medicamentos essenciais para o tratamento …

Descoberto âmbar com 40 milhões de anos com duas moscas a acasalar

Há 40 milhões de anos, no supercontinente Gonduana, duas moscas que se encontravam a acasalar viram-se, inesperadamente, numa situação complicada. De alguma forma, este par de moscas de pernas longas (Dolichopodidae) ficou preso na seiva pegajosa …

40 marinheiros do porta-aviões Charles de Gaulle com sintomas de covid-19

Quarenta marinheiros do porta-aviões francês Charles de Gaulle apresentaram recentemente "sintomas compatíveis" com os da infeção pelo novo coronavírus e estão sob "observação médica reforçada", anunciou o Ministério da Defesa. "A partir de hoje, uma equipa …

Medidas para as prisões, apoios às empresas, suspensão de tarifas. Parlamento discute mais de 100 iniciativas

Medidas excecionais para prisões e banca, mais apoios às empresas ou à cultura ou a suspensão de propinas e das tarifas de gás e luz são alguns dos temas que vão passar esta quarta-feira pelo …

Trump tem "interesse financeiro" em farmacêutica que produz hidroxicloroquina (a sua "cura" para a Covid-19)

Donald Trump falou da hidroxicloroquina como uma potencial "cura milagrosa" para a Covid-19, apesar das recomendações contrárias de especialistas e da falta de estudos científicos válidos que confirmem os benefícios da substância. O The New …

Restos de bombas atómicas revelam longa vida dos tubarões-baleia

Cientistas estão a determinar a esperança de vida do maior peixe dos oceanos com a ajuda de testes de bombas atómicas realizados durante a Guerra Fria, entre os anos 50 e 60. Em perigo de extinção, …

Telescópio russo apanha o despertar de um buraco negro

O telescópio russo ART-XC do observatório espacial Spektr-RG detetou uma fonte brilhante de raios-X no centro da Via Láctea, que acabou por revelar ser o "despertar" do buraco negro 4U 1755-338. A descoberta ocorreu no passado …

O cometa interestelar 2I/Borisov partiu-se em dois

O cometa interestelar 2I/Borisov, o primeiro do seu tipo a ser descoberto em agosto do ano passado, começou a dividir-se em duas partes na semana passada. As imagens contínuas do telescópio espacial Hubble do objeto interestelar …