A supererupção do vulcão Yellowstone, há 2 milhões de anos, durou décadas

Iorcel / Canva

Grand Prismatic Spring no Yellowstone National Park, EUA

Uma equipa de cientistas descobriu que uma supererupção no vulcão Yellowstone, há 2,1 milhões de anos, não foi um evento explosivo que durou algumas horas ou dias, mas sim décadas.

A perceção geral é que as grandes erupções vulcânicas podem durar apenas algumas horas ou dias. No entanto, uma equipa de investigadores conseguiu determinar que, há mais de dois milhões de anos, uma supererupção do vulcão Yellowstone se prolongou por décadas.

O vulcanologista Colin Wilson, da Victoria University of Wellington, na Nova Zelândia, analisou depósitos de uma antiga supererupção em Yellowstone para entender de que forma o magma e as cinzas foram ejetados do vulcão. O artigo científico foi publicado na Caldera Chronicles do Observatório do Vulcão de Yellowstone.



Segundo o Newsweek, a equipa analisou os depósitos vulcânicos de Huckleberry Ridge, que se formaram com o material incandescente da maior erupção ocorrida em Yellowstone nos últimos 2,1 milhões de anos.

A supererupção lançou colunas de cinzas de dezenas de quilómetros, com fluxos piroclásticos, gases e fragmentos de lava muito quentes e de rápido movimento, que se estenderam por 100 quilómetros. Com o tempo, estes restos formaram depósitos grossos de material vulcânico, conhecido como ignimbrito.

https://twitter.com/USGSVolcanoes/status/1325816250950426627

“Foi expulso tanto magma que a superfície do solo, à volta das aberturas da erupção, colapsou para formar uma caldeira de 100 por 50 quilómetros, que está entre a maiores da Terra”, sublinhou Colin Wilson.

Com base nos restos vulcânicos, os cientistas conseguiram reconstruir uma linha do tempo dos eventos. Os resultados mostraram que houve intervalos de tempo entre os eventos eruptivos. Aliás, numa camada, passou tempo suficiente para que a neve caísse e os sistemas climáticos recolhessem as cinzas e as voltassem a depositar.

Os cientistas também concluíram que o vulcão entrou em erupção, parou, arrefeceu e voltou a explodir novamente. O tempo entre os primeiros eventos foi provavelmente de vários meses, disse Wilson.

Levou anos, senão décadas, até que o próximo evento eruptivo ocorresse, com os depósitos a indicar que houve um período muito mais longo de arrefecimento antes de a próxima unidade de ignimbrito ter sido formada.

“Estas descobertas mudam o que pensamos sobre as explosões supermassivas de Yellowstone: em vez de grandes eventos individuais, podem ser compostos por múltiplos eventos menores”, rematou Colin Wilson. Os investigadores esperam usar estas informações para entender o impacto das supererupções no vulcão Yellowstone e avançar na previsão de desastres.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Uma morte horrível". Suspeitas de erro clínico no caso de mulher atacada por bode

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) abriu um inquérito à morte de uma mulher de 81 anos que foi atacada por um bode. Há suspeitas de que houve um erro clínico, com uma alegada …

"Ontem estava fantástico, hoje arrasta os pés". Ex-secretária falou da saúde de Salgado após uma vida de trabalho

A saúde de Ricardo Salgado está a degradar-se e sente-se, sobretudo, ao nível da memória, contou a secretária do ex-banqueiro, Tereza Araújo, em tribunal no âmbito do julgamento do antigo presidente do Grupo Espírito Santo …

Com foco na sustentabilidade, Apple anuncia iPhone 13

Os fãs da Apple conheceram ontem as novidades da marca para a próxima temporada. O evento de terça-feira é a iniciativa anual mais importante para a tecnológica norte-americana. Foram apresentados novos iPhones. O evento ficou marcado …

Se Rangel arriscar (e estiver isolado), Pinto Luz poderá abdicar de uma eventual candidatura à liderança do PSD

A direção de Rui Rio avisou que "esta não é a altura para conjeturas nem debates internos", mas os bastidores continuam a agitar-se em torno da eventual sucessão do líder. "Tudo o que possa contribuir para …

Francisco Rodrigues dos Santos espera que autárquicas sejam o "momento de viragem do socialismo"

Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, traça o objetivo para as eleições dos dia 26 de setembro: "conseguir mais autarcas eleitos do que em 2017". Em entrevista à Rádio Renascença, publicada esta quarta-feira, Francisco Rodrigues …

Audição "mostra o desespero do PSD". Eduardo Cabrita ouvido no parlamento sobre festejos do Sporting

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, responde esta quarta-feira no Parlamento a perguntas sobre os festejos do título do Sporting, pelos quais está a ser investigado. De acordo com o Observador, Eduardo Cabrita está esta …

De primeiro-ministro dos talibã a desaparecido. Ninguém sabe de Baradar após forte discussão com líder militar

Abdul Ghani Baradar passou de primeiro-ministro do governo talibã a desaparecido. O homem que é visto como o "diplomata" do grupo que tomou o poder no Afeganistão não é visto em público há vários dias …

Mexidas no IRS Jovem dão mais um mês de salário em cinco anos

O IRS Jovem vai ser aumentado para cinco anos. Ao longo desse período, os beneficiários vão poupar o equivalente a um mês de salário. O alargamento do IRS Jovem anunciado por António Costa, aumentando de três …

Barcelona sofre derrota pesada frente ao Bayern (e direção reúne-se de madrugada)

O Barcelona sofreu, esta terça-feira, uma derrota pesada frente ao Bayern Munique, a contar para a 1.ª jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões. O Bayern vinha de uma série de 18 jogos — …

"Fizemos as coisas bem porque fizemo-las à maneira europeia", diz Ursula von der Leyen

"Fizemos as coisas bem porque fizemo-las à maneira europeia", disse esta quarta-feira a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, na abertura do discurso do Estado da União, em Estrasburgo, referindo-se às conquistas no …