Superbactéria com 4 milhões de anos encontrada na caverna mais profunda dos EUA

A bactéria Paenibacillus

A bactéria Paenibacillus

Os cientistas descobriram, numa das cavernas mais profundas do mundo, uma antiga estirpe de bactérias chamada Paenibacillus, que parece ser resistente a todos os antibióticos que a medicina moderna já conseguiu criar.

As bactérias estiveram escondidas durante 4 milhões de anos, o que sugere que existam outras igualmente poderosas que podem desenvolver resistência a certos tipos de antibióticos sem a influência dos seres humanos e dos medicamentos.

A estirpe foi descoberta a cerca de 305 metros de profundidade, na caverna Lechuguilla, no Novo México, nos EUA. Segundo os especialistas, as bactérias desenvolveram tal resistência através da exposição a “antibióticos naturais” no ambiente subterrâneo.

Os cientistas da Universidade de Akron, nos EUA, e da Universidade McMaster, no Canadá, analisaram amostras da caverna para identificar cinco formas através das quais a Paenibacillus consegue bloquear os antibióticos – para tentarem descobrir como vencer essa resistência no futuro.

Os antibióticos bloqueiam os mecanismos que as bactérias prejudiciais usam para infetar os seres vivos, mas o problema é que os patógenos estão a evoluir rapidamente e a encontrar novos mecanismos de defesa.

Além disso, o aumento do uso de antibióticos em hospitais e outras indústrias, como a agricultura, parece estar também a agravar a resistência a antibióticos.

“Identificamos alguns mecanismos únicos de resistência que nem sequer emergiram em bactérias que nos deixam doentes, o que é emocionante, porque isso significa que temos tempo”, explica a investigadora Hazel Barton, da Universidade de Akron.

Os testes realizados pelos cientistas revelam que as bactérias descobertas são resistentes a 18 antibióticos diferentes, incluindo a daptomicina, que é usada como um “antibiótico de último recurso”.

Nesta fase, esta bactéria resistente não torna os seres humanos doentes, mas caso se torne patogénica – o que pode acontecer com ou sem intervenção humana -, a equipa espera já ter encontrado uma maneira de derrotá-la.

De acordo com o estudo publicado na Nature Communications, se a caverna Lechuguilla contém superbactérias antigas, também pode conter os ingredientes essenciais para a criação novos antibióticos.

“Esse é o próximo passo deste estudo”, disse um dos membros da equipa, Gerry Wright, da Universidade McMaster.

Para os cientistas, é essencial descobrir novas informações acerca dos agentes patogénicos porque, no futuro, a resistência aos antibióticos pode fazer com que a cura para certas doenças se torne tão arriscada quanto as próprias doenças.

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting disposto a pagar 5 milhões ao Sp. Braga por Rúben Amorim

O Sporting estará decidido a "roubar" o treinador Rúben Amorim ao Sporting de Braga. E para isso poderá pagar cinco milhões de euros, incluindo jogadores nas negociações, segundo a CMTV. O percurso vitorioso do Sp. Braga …

Rui Pinto apresenta queixa contra Portugal na União Europeia

A defesa de Rui Pinto, criador do Football Leaks, anunciou esta segunda-feira que vai apresentar uma queixa contra Portugal na União Europeia, alegando que as regras europeias de extradição do seu constituinte não foram respeitadas. “Houve …

Português infetado com coronavírus no Japão já foi transferido para o hospital

O português infetado com o coronavírus Covid-19 num navio de cruzeiros no Japão foi esta terça-feira transferido para um hospital na cidade de Okazaki. A mulher de Adriano Maranhão afirmou à agência Lusa que tinha acabado …

Cientistas descobrem novo estado eletrónico da matéria

Uma equipa de cientistas norte-americanos observou um novo estado da matéria, que mostra que os eletrões podem unir-se de maneira semelhante à forma como os quarks se combinam para formar neutrões e protões. Normalmente, os eletrões …

"Célula de combustível reversa" converte resíduos de carbono em produtos valiosos

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Toronto, no Canadá, anunciou o desenvolvimento de um eletrolisador capaz de produzir produtos químicos valiosos a partir de CO2 e eletricidade limpa com uma velocidade 10 vezes superior …

Descobertas da missão Juno alimentam mistério da água em Júpiter

A missão Juno da NASA forneceu os seus primeiros resultados científicos sobre a quantidade de água na atmosfera de Júpiter. Publicados recentemente na revista científica especializada Nature Astronomy, os resultados da Juno estimam que, no …

Os humanos podem descender de marcianos antigos, diz Bill Nye

Bill Nye defendeu recentemente que é importante continuar a financiar a agência espacial norte-americana, especialmente se as missões levadas a cabo pela NASA no futuro ajudarem a responder a uma questão há anos tira o …

Londres dá o nome de Freddie Mercury a uma rua

Londres rebatizou uma das suas ruas em honra do vocalista dos Queen, Freddie Mercury. A rua em causa fica perto da primeira morada do artista na capital inglesa. Uma rua nos subúrbios de Londres, onde o …

Gil Vicente 0-1 Benfica | Vlachodimos segura liderança

O Benfica regressou às vitórias na Liga NOS e recuperou a liderança na tabela classificativa. Na visita ao Gil Vicente, os “encarnados” ganharam por 1-0, num jogo que foi tudo menos fácil para os campeões nacionais. O …

Exército norte-americano está a desenvolver tecidos que neutralizam agentes nervosos

A roupa das tropas norte-americanas poderá, no futuro, combater alguns dos agentes nervosos mais perigosos do mundo. Uma equipa de químicos da Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, está a desenvolver um tecido capaz de neutralizar …