Sul-africano morre esmagado por elefante que estava a tentar caçar

(dr) Theunis Botha Big Game Safaris

Theunis Botha, caçador sul-africano que morreu esmagado por um elefante

Theunis Botha, caçador sul-africano que morreu esmagado por um elefante

Um famoso caçador sul-africano morreu, na passada sexta-feira, esmagado por um dos elefantes que estava a tentar caçar num safari no Zimbabué.

Theunis Botha, de 51 anos, era um dos mais experientes e conhecidos caçadores de animais africanos. No entanto, a sua última caçada acabou de forma trágica.

O sul-africano estava a guiar um grupo de caçadores na região de Gwai, no Zimbabué, quando avistou uma manada de elefantes. Três do animais aperceberam-se da sua presença e avançaram contra o grupo. Foi aí que Botha começou a disparar.

O problema é que o homem não viu um quarto elefante que veio na sua direção e que o ergueu com a tromba. Um dos elementos do grupo atirou contra o animal, acabando por matá-lo. Ao mesmo tempo que o elefante caiu, o caçador ficou debaixo do corpo do animal e acabou por morrer esmagado.

Botha nasceu em Joanesburgo, na África do Sul, e conduzia safaris desde 1989. O caçador viajava com frequência até aos EUA em busca de clientes com dinheiro que quisessem fazer caçadas no continente africano. Foi pioneiro por implementar um sistema de caça europeu que usa cães para assustar as presas.

De acordo com a imprensa sul-africana, Botha era amigo do também caçador Hunter Scott Ven Zyl, cujos restos mortais foram encontrados dentro de um crocodilo, no mês passado, nas margens do rio Limpopo, também no Zimbabué.

ZAP // BBC / HypeScience

PARTILHAR

23 COMENTÁRIOS

  1. Quem com ferros mata, com ferros morre.
    Esse é o ditado e neste caso a triste sorte de um caçador que também terá morto muitas presas de espécies hoje em dia fortemente ameaçadas de extinção.
    Que sirva de exemplo e sirva para pôr termo à organização de safaris com o intuito de matar animais pelo simples troféu que constituem, uma prática bárbara e sem sentido.

  2. Bravo, elefante!
    (Morreu, mas conseguiu levar um dos assassinos com ele…)
    Adoro este tipo de mortes bravas, em que – ainda que não consigam tais animais impedir a sua morte – ao menos conseguem levar o seu inimigo com eles.
    Era o que devia acontecer em todos os safaris e corridas de touros (de morte).
    Bravo!

  3. Cá se faz, cá se paga. Bem ditos sejam estes inocentes animais que apenas tentam viver em paz. mas o animal dito racional não deixa, estraga tudo onde coloca a mão. Pena não terem lá ficado todos estes seráveis caçadores.

  4. Este elefante foi um verdadeiro Herói que se sacrificou pela sua manada de amigos e familiares que só queriam viver em paz…. em nome da maioria dos humanos que condenam totalmente estas atitudes bárbaras, desculpa-nos por séculos de caçadas e crueldade sem sentido. :'(

    Quanto ao lixo humano do caçador, Karma is a bitch, espero que tenhas sentido todos os ossos desse corpo nojento a estalarem e que tenham tido de usar uma espátula para te tirar do chão, por mim ficavas lá, podia ser que virasses farelo para os abutres !!!!!

  5. Pobres elefantes. Caçados até quase à extinção, apenas para divertimento e lucro de um grupo de seres humanos sem escrúpulos e sem compaixão pelos mesmos. Assim todos os caçadores tivessem o mesmo destino, já que não querem arrepiar caminho e deixar de praticar por si mesmos tamanha desumanidade…

  6. O mundo está prostituído em tudo! A caça ao elefante segundo tenho ouvido e lido está proibida bem como o comércio das suas presas no entanto como estes são uns caçadores especiais cheios de dinheiro aí a história já é outra e a troco do dito cacau vale tudo, pena é que todos os outros abonados caçadores não tenham a mesma sorte em nome e defesa das espécies.

  7. Eu sou contra a caça a estes animais, mas um homem morre e vocês aplaudem, talvez seja melhor irem, não sei, viver com os elefantes.

    • E?!
      Não sabes há pessoas a mais no mundo e que muitos só servem para prejudicar os outros (e o planeta)?!
      Como este assassino que, felizmente, já não vai fazer mal a mais ninguém…

  8. Também eu acho a caça a estes restantes animais de um mundo selvagem que se perde a cada dia um acto de barbárie. Sobretudo porque alimenta este desejo perverso de matar que existe em MUITOS seres ‘humanos’.
    No entanto, estas caçadas nos dias de hoje, fazem parte de programas de controle de nºs de certas espécies, para que a situações ecológica dos espaços onde eles habitam possam continuar a ser sustentáveis.
    Logo, as pessoas que estão envolvidas na organização destas caçadas estão a contribuir para a preservação destes ‘sanctuários’ de animais selvagens.
    O caçador não fica com o dinheiro da licença. Que é caríssima. O dinheiro é reinvestido nos parques naturais num processo de melhoria contínua e sustentabilidade.

    • Thomas, conversa sem sentido. Toda a gente sabe, que os elefantes estão em extinção. Controle a elefantes não há e, essa conversa só serve para outro tipo de animais e, aqui, estamos a falar de elefantes. Esse tipo de argumento é o mesmo que se usa em peditórios, quando se envia dinheiro para África para uma qualquer instituição e, ele só chega às mãos a quem não tem por direito usá-lo em proveito próprio. Para quem não sabe destes caçadores é tão bom ter dinheiro para pagar guias, jipes, casas e festas feitas com todas as mordomias nas pradarias, com o rio ao longe e disfrutar de uma vida “longa” na paz da natureza. Mas, e a que custos? Bons exemplos, fazem-se milhares de safaris em África pagos a peso de ouro onde não se dá um tiro sequer, a não ser, que haja algum turista em risco depois de um ataque de um qualquer animal. Esse dinheiro é depois usado na preservação dos parques. Tudo o resto que se conte do abatimento de animais, é só para defender o vício a “matadores”
      R.I.P ao elefante e, todos os caçadores que vão lá com o mesmo fim. Espero que tenham todos o mesmo tratamento, que o elefante deu a esse caçador. A vida humana tirada a esse ou a outros escroques, não me deixa pena nenhuma, entristece-me sim, a morte de um elefante.

  9. Pena o elefante ter morrido!
    Não tenho pena nenhuma do assassino!
    Oh Thomas…pelo amor da santa…Controle da espécie? Nós é que somos a especie invasiva!

  10. Controlo de espécies… em vias de extinção?

    E quem controla a pior espécie? Tem de ser a Natureza.
    Mas tenho esperança que as novas gerações mudem o rumo das coisas. Esperemos é que não seja tarde demais.

  11. Morreu Tragicamente!
    Até que enfim que morreu!
    Dia feliz para todos aqueles que amam animais.
    Hoje é dia de festa.
    O que desejo para todos os caçadores do mundo é que morram e que sofram para morrer.

Mark Zuckerberg tem medo do TikTok (e já se sabe porquê)

Mark Zuckerberg já deixou claro, mais do que uma vez, que não gosta do TikTok. No entanto, agora sabemos o que está por trás desta hostilidade pelo rival: a aplicação está a crescer muito, mesmo …

A empresa mãe da Google já vale um bilião de dólares

Esta quinta-feira, a Alphabet, empresa mãe da Google, conseguiu uma cotação na bolsa de 1 bilião de dólares, cerca de 900 mil milhões de euros. A Alphabet tornou-se, esta quinta-feira, a quarta empresa norte-americana a conseguir …

Cientistas criam "cimento vivo" capaz de se "curar"

Uma equipa de cientistas dos Estados Unidos criou um "cimento vivo" juntando areia e bactérias num material de construção capaz de se auto-reproduzir, de absorver dióxido de carbono e manter a resistência. "Já usamos materiais biológicos …

Sporting 0-2 Benfica | Águia vence dérbi e foge na frente

O Benfica foi o grande vencedor do dérbi lisboeta. Na visita ao Sporting, os “encarnados” marcaram dois golos sem resposta, ambos na segunda parte, por Rafa Silva, entrado no decorrer da segunda parte, após ter …

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos

Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos e podem levam décadas até pedir ajuda, por nem sempre aceitarem e entenderem que sofreram violência sexual. Na maior parte dos …

"Messiah", da Netflix, reacende controvérsia sobre os limites da liberdade de expressão

A série Messiah, disponível na plataforma de streaming Netflix, acende a controvérsia em torno dos limites da liberdade de expressão e da criatividade no mundo das artes e do entretenimento. Messiah, uma série produzida por Michael …

Quadro encontrado por jardineiro era mesmo a obra desaparecida de Klimt

Em 1997, Retrato de uma Senhora desapareceu da Galeria de Arte Moderna Ricci Oddi, em Piacenza. Em dezembro, o quadro foi descoberto. Estava escondido numa parede da instituição. O quadro encontrado em dezembro, escondido na reentrância …

Terramotos modificaram a geografia de Porto Rico (e a NASA mostra como)

Os terramotos que Porto Rico tem sentido desde dezembro passado, que causaram pelo menos um morto e milhões de dólares em prejuízos, estão também a mudar a geografia desta ilha das Caraíbas. A agência espacial …

Maldivas desesperam por fundos enquanto continuam a afundar

As Maldivas correm o risco de desaparecer completamente a menos que o Governo consiga aceder a financiamentos para combater a subida das águas. Atualmente, 80% do país está um metro abaixo do nível do mar. "Não …

O avião-baleia da Airbus já fez o seu primeiro voo

https://vimeo.com/385554265 O BelugaXL, da Airbus, é um avião-baleia e é a aeronave com mais espaço de carga do mundo. O avião foi desenvolvido para transportar peças de aviões entre as várias fábricas da empresa europeia e …