Sudão anula sentença de morte de jovem que matou marido que a violava

(dr) Amnistia Internacional

Noura Hussein, a sudanesa de 19 anos que tinha sido condenada à morte por assassinar o marido que a violava

A jovem sudanesa de 19 anos foi condenada à morte por assassinar o marido, com quem foi obrigada a casar e que a violou com a ajuda de familiares. Agora, um tribunal reverteu a sentença para uma pena de cinco anos de prisão.

Em maio, Noura Hussein tinha sido condenada à pena de morte, num tribunal em Omdurman, no Sudão, por assassinar o marido, com quem foi obrigada a casar e que a violou com a ajuda de alguns familiares.

Agora, deu-se o “milagre” que a jovem de 19 anos tanto pediu. O tribunal reverteu a sentença de morte e Noura terá de cumprir uma pena de cinco anos de prisão e indemnizar a família do marido em 337 mil libras sudanesas, cerca de 16 mil euros.

A sudanesa foi forçada a casar aos 16 anos, tendo fugido para casa de uma tia, onde se refugiou durante três anos, até a família lhe ter garantido que o casamento tinha sido cancelado. Enganada, a rapariga teve mesmo de casar e, ao sexto dia com o novo marido, foi forçada a ter relações sexuais, tendo sido violada com a ajuda de outros familiares.

No dia seguinte, quando houve nova tentativa de violação, Noura confrontou o marido e esfaqueou-o até à morte. Numa entrevista à BBC, o pai admitiu que nunca tinha imaginado que obrigá-la a casar com o primo pudesse ter consequências tão terríveis.

“Noura passou-se a odiar-se depois da violação”, disse a mãe, Zainab Ahmed, antes da decisão judicial. “Tinha uma faca pronta para tirar a sua própria vida se ele lhe tocasse outra vez”. Foi, no momento em que se aproximou novamente, que o esfaqueou em legítima defesa, alega a progenitora.

O caso causou indignação a nível internacional, com as redes sociais a fazer circular a hashtag #JusticeforNoura e uma petição que reuniu mais de um milhão de assinaturas. A Amnistia Internacional também apelou às pessoas que ajudassem Noura. Resultado: o ministro da Justiça recebeu tantas mensagens, a pedir que interviesse a favor da jovem, que foi obrigado a criar um novo endereço de e-mail duas semanas depois.

A jovem, detida desde maio de 2017, só descobriu esta corrente de apoio quando recebeu a visita da mãe, no início deste mês, na prisão feminina de Omdurman. Foi a primeira vez que recebeu a visita de um familiar desde que está presa.

Atualmente, o mundo de Noura está limitado às paredes da prisão, onde todas as detidas vivem num grande quintal. “Não há teto, por isso, a maioria tem de usar lençóis para se proteger do sol”, explica Hafiz Mohammed, coordenador da ONG Justice Africa, acrescentando que a rapariga continua com as algemas desde que foi presa.

Para o diretor adjunto regional da Amnistia Internacional, esta é uma oportunidade para o Sudão rever a legislação relativa ao casamento infantil, casamento forçado e violência sexual matrimonial.

“Embora a anulação desta sentença de morte seja uma notícia extremamente bem-vinda, deve agora levar a uma revisão legal para garantir que Noura Hussein seja a última pessoa a passar por esta provação”, afirma Seif Magango.

ZAP ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

O uso doméstico de carvão na China resulta em mortes prematuras

Um novo estudo indica que, na China, a poluição da queima de carvão residencial causa um número desproporcional de mortes prematuras por exposição a poluentes minúsculos inaláveis, conhecidos como PM2.5. A combustão do carvão por centrais …

Estudo alerta para níveis preocupantes de produtos químicos tóxicos no leite materno

Um novo estudo, que analisou o leite materno de mulheres americanas quanto à contaminação por PFAS, detetou o produto químico tóxico em todas as 50 amostras testadas, e em níveis quase 2.000 vezes mais altos …

Dinheiro, imóveis e arte. João Rendeiro perde fortuna para o Estado

Um milhão e meio de euros em numerário, contas e ativos bancários, obras de arte e quatro imóveis em Lisboa, Cascais e Oeiras vão ser arrestados a João Rendeiro, ex-presidente do Banco Privado Português (BPP). Segundo …

A primeira eco-casa impressa em 3D "nasceu" em Itália

A empresa de impressão 3D WASP e o Mario Cucinella Architects concluíram a casa TECLA. É o primeiro modelo de habitação eco-sustentável a ser construído a partir de matérias-primas locais usando tecnologia de impressão 3D.  O …

Partido de Le Pen desviou 6,8 milhões de fundos europeus, segundo jornal francês

O partido francês de extrema-direita União Nacional (RN, sigla original), liderado por Marine Le Pen, terá desviado 6,8 milhões de euros de fundos do Parlamento Europeu, revela este domingo um inquérito policial noticiado pelo Le …

Proporção divina. Antiga fórmula grega pode ser responsável pelo sucesso dos musicais

Desde 1972, quando "Jesus Christ Superstar" estreou na Broadway, os mais populares musicais quase unanimemente empregaram uma fórmula centenária conhecida como “a proporção divina” - e, surpreendentemente, parecem tê-lo feito acidentalmente. A proporção divina é um …

Egito já iniciou obras de alargamento do Canal do Suez

A Autoridade do Canal do Suez iniciou este sábado obras para ampliar dez quilómetros do troço sul, onde o navio Ever Given encalhou em março passado, causando o bloqueio de uma das vias de navegação …

Museu do Prado descobre erro de 500 anos numa das suas esculturas

O Museu do Prado, em Madrid, descobriu que uma das suas esculturas, que se pensava ser do século XV, é afinal uma obra do século XX. Em comunicado, o museu espanhol explicou que a escultura – …

Costa entrou em “modo avestruz” e Cabrita é uma “mancha”. Líder do CSD não poupa nas críticas

Francisco Rodrigues dos Santos fez duras críticas ao primeiro-ministro, António Costa, e ao ministro da Administração Interna, Eduarda Cabrita. O presidente do CDS-PP disse que o primeiro-ministro entrou "em modo avestruz no caso João Galamba" referindo-se …

Morreu o prefeito de São Paulo que venceu a covid-19, mas que perdeu a batalha para o cancro

O prefeito da cidade brasileira de São Paulo, Bruno Covas, morreu este domingo, aos 41 anos, vítima de cancro, segundo a imprensa brasileira e várias personalidades que nas redes sociais têm lamentado a sua morte. Bruno …