Jovem que matou marido que a violava foi condenada à morte

United Nations Photo / Flickr

Uma jovem sudanesa de 19 anos foi condenada à morte por assassinar o marido, com quem foi obrigada a casar e que a violou com a ajuda de alguns familiares.

Segundo o The GuardianNoura Hussein foi condenada à pena de morte, na passada quinta-feira, num tribunal em Omdurman, no Sudão. O caso está a causar indignação nas redes sociais e, no Twitter, já circula a hashtag #JusticeforNoura.

Os advogados de defesa da jovem de 19 anos, que está presa desde maio de 2017, têm agora 15 dias para recorrer.

Noura foi forçada a casar aos 16 anos, tendo fugido para casa de uma tia, onde se refugiou durante três anos, até a família lhe ter garantido que o casamento tinha sido cancelado.

Enganada, a rapariga teve mesmo de casar e, ao sexto dia com o novo marido, foi forçada a ter relações sexuais, tendo sido violada pelo homem com a ajuda de familiares.

“Ela não queria ter relações sexuais com aquele homem”, explica a ativista Sarah ElHasan, em declarações à al-Jazeera, citada pelo jornal britânico. “Então ele pediu ajuda a alguns primos e levou-os para sua casa, onde a agarraram enquanto a violava”, conta.

No dia seguinte, quando houve uma nova tentativa de violação, Noura confrontou o marido e esfaqueou-o até à morte, tendo fugido depois para casa dos pais, as pessoas que a entregaram à polícia.

Na sequência da sentença, a Equality Now, um grupo de Direitos Humanos que está a acompanhar este caso, prometeu escrever ao Presidente do país, Omar al-Bashir, para pedir clemência. “Também apelamos às pessoas espalhadas pelo mundo para que assinem a petição de apoio a Noura”, apela Tara Carey.

ZAP //

PARTILHAR

32 COMENTÁRIOS

  1. Se era marido então não houve violação e sim actos sexuais legais e legítimos !
    Ou para que julgam vocês que o casamento primariamente serve?
    Vocês precisam de consultar o dicionário para aprender o significado de “violação” !

    E sim, naquele país a pena por homicídio é a morte!

      • Devem saber que nao se faz justiça pelas próprias mãos!.. ou não?! E o homicídio nao é crime?! Quando alguém é violado pode matar o outro?! Se me roubarem posso matar tb?! Se violarem o meu filho ou filha posso matar o violador ou violadora?!..

    • Se obrigassem o caro PL a casar-se com um brutamontes com uma gaita de 40cm que o sodomizasse até ficar em sangue, talvez percebesse que mesmo dentro de um casamento (sobretudo forçado) pode, sim, haver violação.
      Atrasado mental…

      • Ela foi obrigada a casar com uma mulher com uma rata de quilo?!.. nao sei porque num caso que era entre um homem e uma mulher se juntam 2 homens?!.. decerto se o obrigassem a casar com uma mulher com uma rata de quilo ele até gostava.. agora se nao for gay.. nao vai gostar nem com um que tenha so 5cm.. é so boiolas!…

    • La por estar casada, casamento que foi forçado, nao quer dizer que sem ela consentir haja relaçoes sexuais! Foi violaçao, alem do mais o marido pediu aos primos para a agarrar para ele poder ter relaçoes sexuais com ela! Logo VIOLAÇAO!
      O PL é que deveria consultar o dicionario e a sua consciencia se acha que o que fizeram a essa mulher é normal!

      • Vamos ver as coisas como elas sao?!.. e fazer a questão, se um homem for violado por 1 mulher que tem 2 amigas a segura lo, pode o homem matar a mulher depois?!… é que foi isto que aconteceu?!.. a pena por violação é a pena de morte, e pelas proprias mãos ?!

          • Nao sei a que te referes?!.. falas em 1 homem ser violado por outro homem?!.. e a mulher foi violada por outra mulher?!.. nao sei porque sempre esta conversa, o homem ser violado por outro homem, se fosse gay certamente ia preferir ser por um homem do que por uma mulher, embora seja sempre mau alguem obrigar outro a fazer o que quer que seja!.. isto das violações tem a ver muito com a mentalidade femina!.. para mim como homem e se fosse comigo era um milhão de vezes pior ser traído do que violado por uma mulher ou ex mulher!.. e para a maioria dos homens!.. no entanto violação é crime e traição nao é!.. para a mulher a violação é o maior mal que lhe podem fazer talvez pelos tempos em que nao havia o aborto e tinha de criar um filho de um violador, e desvaloriza a traição porque a mulher quando trai sabe sempre que é a mãe de um possivel filho!.. o homem pode andar a ser enganado e a manter os filhos dos outros durante dezenas de anos ou uma vida… e o estado nada faz!.. e para um homem é das piores coisas que se lhe podem fazer!.. talvez o estado também deve se olhar pelo homem e não so pela mulher!.. deviam ser obrigatórios os testes de paternidade ao nascer do bebe, quando se recolhe o sangue para analises via se a paternidade para nao haver destas coisas!.. e para as más linguas.. não, nunca fui corno pelo menos que saiba..:)))

            • Você complica o que é simples e nem sequer discerniu que respondi a um comentário seu. Enfim!

    • Não sei que dicionário é que PL consultou mas no dicionário diz:
      Violação: Forçar alguém a ter relações sexuais. = ESTUPRAR, VIOLENTAR

      “violação”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013,

  2. É claro que a mulher pode matar, nao foge.. nao denuncia..o que se quer é a supremacia da mulher e vale tudo.. inclusive MATAR, pode inventar, manipolar, fazer se de vítima como nos 90% de falsas denúncias por violência doméstica.. em portugal ainda a desculpavam, mais um sinal da DITADURA FEMINISTA!

    • Ela foi forçada a casar e para haver relaçoes sexuais o marido pediu aos primos para a segurarem…se isto nao é violaçao…

      • A questão é… para o homicídio a pena sao 25 anos no máximo, para a violação é a pena de morte.. a mulher pode ter sido violada mas o homem foi assassinado.. apenas esse pequeno detalhe!. Parece que e menos grave ser assassinado que violado!.. anda tudo doudo..ele perdeu a vida, a dela continua!..

  3. bem para comentarios de algumas pessoas da para pensar muito, puxa se a noticia não é clara se poderia entender e se desculparia esses comentarios, mas assim da para pensar muito por acharem que é normal, será que? enfim pessoas com mentalidade de mais de 60 anos, mentalidades que ca em Portugal se achava que a mulher tinha que casar com quem os pais queriam e que a mulher tinha que abrir as pernas senão levava no lombo ..

    • Caro Paulo; Não sei o que você tem contra os “mais de 60 anos”. Provavelmente tratar-se-á de um complexo da sua parte. Eu tenho mais de 60 anos e não deixo naturalmente de condenar a atitude execrável do marido da jovem sudanesa. Claro que na civilização sudanesa existirão outros princípios, como serem os pais a decidir com quem a filha deve casar, obrigando-a mesmo a casar. Mas isso não dará certamente direito do homem se servir sexualmente da mulher quando e da forma que ele quiser. À luz da nossa civilização ocidental, o abuso sexual da mulher, sem ela dar para isso o seu consentimento, como de resto está patente pelo facto do marido ter-se servido da ajuda violenta dos familiares para consumar o seu desejo sexual, é pura violação. Daí não há qualquer margem de dúvida. A mulher, para nós ocidentais, não é nenhum objecto, nem nenhuma escrava. Penso que devemos lutar fortemente, aqui no Ocidente, para que a sudanesa não seja condenada à morte. Matou o marido em estado de extremo desespero; fora violada a primeira vez com a ajuda violenta de familiares do marido e iria ser violada pela segunda vez pelo marido, sem possibilidades de defesa. Há portanto uma morte, isto é, existe um crime – quer considerado no Ocidente ou no próprio Sudão -, todavia a violação também é crime. A condenação da sudanesa terá que ter, a meu ver, as respectivas atenuantes.

      • Apoiadíssimo! Era isso mesmo que eu ía dizendo enquanto lia os restantes comentários. Será que Às vezes as pessoas não entendem que apesar de terem opiniões diferentes, não quer dizer que essas opiniões estejam em conflito?

        Com certeza que houve violação e que é um acto criminoso (mesmo que o não seja para a cultura sudaneza). Mas evidente que isso não lhe dá nem legal nem moralmente o direito de matar, até porque assassínio é um crime mais grave do que violação. Por alguma razão uma mulher com uma arma apontada à cabeça deixa-se normalmente violar… Porque prefere ser violada do que ser morta.

        Como tal ela deve responder pelo crime de assassinato, embora com as respectivas atenuantes dado ser na defesa contra violação.

      • penso que me fiz mal entender, falo de 60 , anos atraz, que ainda muitas mentalidades achavam que a mulher tinha que fazer as vontades do seu companheiro, e não falo nas pessoas com 60 anos.. espero me ter feito bem entender..

    • E quê, queres que te dê os PARABÉNS por defenderes uma assassina?!.. isso são muito coisas do feminismo!.. ja podem matar legalmente bebés, agora devem estar na luta para poder matar legalmente homens e a seguir?! Matam as mulheres nao feministas?!

      • há marias que tem prazer a sonhar em serem violadas por muitos homens, deve ser o teu caso. se ela não o matasse quando é que iam parar as violações e abusos? quando ela morresse por excesso de porrada e falta de respeito e carinho. ele há cada maryazinha.

        • Claro mata se o homem!…. as mulheres ja tem uma nova desculpa, alegam violação e matam, talvez um dia a tua mulher aproveite a dica e se tiver um amante e se queira livrar de ti alegue violação e seja um assassinato legal…. é isso que queres?!.. podes crer que é o que as feministas querem!…

  4. Acho que está na altura dos jornais online, blog’s e outros enviarem aos fornecedores de Internet o IP destes animais que vem para estes espaços semear o que de mais baixo e porco existe na sociedade para que os advirtam que estão a incorrer em falta passível de pena prevista na lei que pode não só dar cadeia como inibi-los de terem acesso à internet. essa gente não presta .

    • Que horror de comentários,sexistas,criminosos,abrutalhados escondidos por trás de um anonimato!Gostava de saber se os comentários aqui escritos seriam feitos para as suas mães ,filhas, filhos ou mulheres.Se o são, então temos uma sociedade completamente doente!

RESPONDER

Nem senhoras, nem senhores. Japan Airlines vai abolir expressões de género

A habitual saudação "senhoras e senhores" da companhia aérea japonesa vai ser substituída por saudações neutras relativamente ao género como, por exemplo, "bom dia" e "boa noite". Segundo o jornal The Telegraph, a Japan Airlines vai …

Centeno pediu e Marcelo recebeu o governador do Banco de Portugal

Marcelo Rebelo de Sousa recebeu o governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, esta segunda-feira à tarde, a pedido deste. O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, recebeu esta segunda-feira à tarde, no Palácio …

Vila romena reelege autarca que morreu de covid-19 dez dias antes

Os moradores de Deveselu, na Roménia, decidiram prestar uma última homenagem ao presidente da Câmara, nas eleições locais deste domingo, que morreu devido a complicações provocadas pela covid-19 dez dias antes. De acordo com a agência …

Jogador do Rio Ave recusou jogar

Matheus Reis não quis defrontar o Vitória de Guimarães porque quer sair rapidamente de Vila do Conde. Presidente anunciou suspensão do atleta. O Rio Ave apareceu no duelo com o Vitória de Guimarães (0-0) sem Matheus …

António Joaquim entrega recurso no Supremo no caso do homicídio do triatleta

O advogado de António Joaquim, condenado pelo Tribunal da Relação pelo homicídio do triatleta Luís Grilo, entregou, esta segunda-feira, no Supremo Tribunal de Justiça um recurso sobre essa decisão, defendendo a sua revogação e a …

57% dos portugueses diz que a pandemia dificultou acesso à saúde (e mais de 600 mil perderem consultas)

Mais de metade dos portugueses (cerca de 57%) considera que a pandemia dificultou o seu acesso aos cuidados de saúde, sendo a população mais idosa (69%) e os doentes crónicos (70%) quem mais manifesta esta …

“Negacionista e bem raivosa”. Livro de ex-ministro da Saúde revela reação de Bolsonaro à pandemia

O primeiro ministro da Saúde do mandato de Jair Bolsonaro, Luiz Henrique Mandetta, publicou um livro sobre o combate à pandemia no Brasil e revelou que o Presidente teve uma reação “negacionista” e “raivosa”. De acordo …

"É um génio". Futre acredita que João Félix lutará pela Bola de Ouro dentro de pouco tempo

O antigo internacional português e antigo jogador do Atlético de Madrid Paulo Futre acredita que João Felix lutará pela Bola de Ouro dentro de pouco tempo. "É um génio. Cada vez que a bola passa pelos …

Seis novos sauditas indiciados na Turquia pela morte de Khashoggi

Os seis sauditas, indiciados a alguns dias do segundo aniversário do homicídio, não se encontram na Turquia e devem ser julgados à revelia. O procurador de Istambul indiciou, esta segunda-feira, seis novos sauditas suspeitos de …

Expressões neutras e imagens de homens e mulheres. Governo quer militares a usar linguagem inclusiva

O Ministério da Defesa quer que os militares comecem a usar uma linguagem mais inclusiva e menos discriminatória nos documentos e comunicações oficiais, de acordo com uma diretiva enviada Estado-Maior-General das Forças Armadas e aos …