Stephen Hawking diz que humanos não vão sobreviver mais de mil anos na Terra

(dr) codyerekson / Flickr

O físico britânico Stephen Hawking

O físico britânico Stephen Hawking

O físico britânico Stephen Hawking prevê que os seres humanos não vão sobreviver mais de 1.000 anos, a menos que encontremos outro planeta para viver.

Durante uma conferência em Oxford, Hawking recordou “a grande mudança” pela qual passou a nossa compreensão do universo nos últimos 50 anos, e disse estar “feliz” por ter contribuído para esse processo, relata o jornal The Independent.

Para Hawking, estar vivo e investigar a física teórica em 2016 é “glorioso”.

“O facto de que seres humanos, meras partículas fundamentais da natureza, tenham sido capazes de ter esta compreensão tão próxima sobre as leis que nos governam e sobre o universo é, sem dúvida, uma vitória”, afirmou o cientista.

Em relação às experiências astronómicas “ambiciosas” que estão a ser realizadas, o físico salientou o mapeamento da posição de mil milhões de galáxias e o uso de supercomputadores, como o Cosmos, que permitem entender melhor a posição da Terra.

No entanto, quase todas as últimas previsões de Hawking têm sido pessimistas. Em janeiro, advertiu que os avanços da ciência e da tecnologia colocavam em risco a continuidade da humanidade, alegando que “as coisas podem acabar mal”.

O físico referiu uma guerra nuclear, o aquecimento global e vírus criados pela engenharia genética como possíveis consequências da desgraça criada pelos humanos.

Hawking defende que não sobreviveremos outro milénio se não continuarmos a explorar o espaço à procura de uma maneira de “escapar da frágil Terra”.

Depois de uma previsão tão negativa, o cientista incentivou os alunos a explorar os mistérios do universo que ainda não foram desvendados.

ZAP / Sputnik News

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. Façam o favor de corrigir a palavra ‘fato’ no texto para ‘facto’, como devia estar.
    Ao contrário do que por vezes erradamente se pensa, a palavra facto não perdeu o c com o novo acordo ortográfico. Apenas caem as consoantes mudas – e essa lê-se. É um erro repetido constantemente, tal como na palavra contacto, em que sucede o mesmo.

  2. A terra é tão frágil consoante a agressividade com que for tratada.
    individualmente devemos mudar a forma de ser, consumir, reciclar, plantar e relacionar com a fauna e a flora.
    o homem agirá fora da terra de forma diferente? não me parece 😛

  3. Acho que embora Hawkings mantenha a sua inteligência intacta, está a perder alguma sabedoria (coisas diferentes, para quem possa não saber). Se a causa de uma hipotética extinção humana são os erros do próprio ser humano na terra, então a solução não é esses mesmos humanos irem pra outro sítio (onde rápidamente farão as mesmas asneiras). Só uma mudança de políticas e de paradigmas no comportamento humano conseguirão salvar a humanidade… Seja aqui, seja em Andrómeda.

    Outro disparate tem a ver com o facto de estarmos longe de conseguirmos viajar até ao planeta habitável mais próximo.

    Finalmente, ao ritmo que andamos a destruir o planeta, a humanidade pode desaparecer em menos de 100 anos… Não em menos de 1000. Nem 100, quanto mais mil… Temos de mudar porque a tecnologia não avança tão rápido como a destruição que causamos a este ritmo. Nunca conseguriamos desenvolver formas de sobreviver noutro planeta, antes de dos destruirmos. Já se conseguirmos reverter este processo de destruição… Então pra quê sair daqui?

    • O Trump vai apressar o desaparecimento da espécie humana. Mas com a Clinton também seria a mesma coisa, por isso estavamos sempre lixados.

  4. Eu penso mesmo que este senhor está a ser demasiadamente otimista com a ideia dos mil anos e quanto a mim a solução não será procurar sobrevivência noutro planeta que isso será possivelmente praticamente impossível mas recuar em tudo que prejudique o planeta em que vivemos logo a começar pelas armas e guerras e investir em tudo que possa melhorar as condições deste e logo a começar pelo controle da natalidade que será já demasiado elevado o número de habitantes para mantermos o planeta saudável.

  5. O ser humano é passageiro espiritual no mundo material, mas cientificamente o ser humano será o desenvolvimento da ciência natural, isto é vivemos num planeta que desconheço outros planetas ou seres humanos…

  6. O problema não é a frágil Terra. O problema são os incompetentes humanos, que mais não farão do que transportar para outro planeta a desgraça que já criaram aqui.

  7. O Português tem um problema: Quando vê alguém dizer uma coisa inteligente e sensata, em vez de elogiar ou dizer que concorda com essa pessoa, copia o que ela disse pra parecer que a ideia foi dele.

    Basta ler os posts aqui, pra perceber isso.

    Ai tugas, tugas…

RESPONDER

Amazon inaugura loja que funciona sem funcionários ou caixas de pagamento

Esta segunda-feira, a Amazon inaugurou a sua loja física sem caixas de pagamento. Entrar, pegar no que se quer e sair sem pagar - é esta a dinâmica da Amazon Go. Esta segunda-feira, a Amazon inaugurou, …

"Quero representar a humanidade na máquina". A próxima meta de Ishiguro é a consciência artificial

https://vimeo.com/252082730 Hiroshi Ishiguro aliou a paixão pela arte ao fascínio pela robótica com o objetivo de "representar a humanidade na máquina". Deu à inteligência artificial um corpo. Agora, quer dar ao corpo uma consciência. Hiroshi Ishiguro …

Cidade do Cabo pode ficar sem água dentro de 90 dias

Numa bacia geológica por baixo da Montanha da Mesa e historicamente alimentada por forte precipitação no inverno, a capital sul africana tem sido conhecida como um paraíso de abundante água natural. Mas isso pode estar …

Adeus homens. Extinção já tem data marcada

O cromossoma Y, responsável pelo desenvolvimento das propriedades sexuais masculinas, vai desaparecer. Mas, podem os homens todos estar descansados, tal apenas acontecerá dentro dentro de 4,5 milhões de anos. Segundo um novo estudo de investigadores da …

Indiano está a abrir uma estrada de 8 km para os filhos irem à escola

Durante dois anos, Jalandhar Nayak usou uma enxada e uma picareta para construir sozinho uma estrada de 8 quilómetros num vilarejo remoto do Estado de Orissa, na Índia, para que os filhos conseguissem ir mais …

Supernanny perde patrocinador principal

Supernanny perdeu o patrocínio da Corine de Farme. A marca comercializada pelos Laboratórios Sarbec Portugal era a principal patrocinadora do controverso programa da SIC. A retirada do patrocínio, que já estaria a ser equacionada desde a semana passada, surge …

Supremo recusa pedido para emitir mandado europeu de detenção contra Puigdemont

O Supremo Tribunal de Justiça espanhol recusou o pedido do Ministério Público para voltar a emitir um mandado europeu de detenção contra o ex-presidente da Catalunha, que se deslocou à Dinamarca. A procuradoria-geral espanhola pediu esta …

Rui Rio mantém Hugo Soares na liderança da bancada do PSD até ao congresso

Rui Rio esteve reunido com Hugo Soares, esta segunda-feira, no Porto. O novo líder do PSD decidiu que vai manter o atual líder da bancada parlamentar até que se realize o Congresso Nacional do partido. Em …

Algoritmo vanguardista de investigadores portugueses supera o Google Brain

Um novo algoritmo de inteligência artificial que desenvolve "uma abordagem vanguardista para automatizar processos de aprendizagem no campo da visão computacional" foi criado por investigadores da Universidade de Coimbra. Quatro investigadores do Centro de Informática e …

Incêndios no Pinhal de Leiria tiveram mão criminosa

A Polícia Judiciária de Leiria determinou que os dois incêndios que consumiram o Pinhal de Leiria tiveram mão criminosa. O engenho explosivo foi encontrado no pinhal, mas ainda não foram identificados os autores. A Polícia Judiciária …