Stephen Hawking diz que humanos não vão sobreviver mais de mil anos na Terra

lwpkommunikacio / Flickr

O físico britânico Stephen Hawking

O físico britânico Stephen Hawking prevê que os seres humanos não vão sobreviver mais de 1.000 anos, a menos que encontremos outro planeta para viver.

Durante uma conferência em Oxford, Hawking recordou “a grande mudança” pela qual passou a nossa compreensão do universo nos últimos 50 anos, e disse estar “feliz” por ter contribuído para esse processo, relata o jornal The Independent.

Para Hawking, estar vivo e investigar a física teórica em 2016 é “glorioso”.

“O facto de que seres humanos, meras partículas fundamentais da natureza, tenham sido capazes de ter esta compreensão tão próxima sobre as leis que nos governam e sobre o universo é, sem dúvida, uma vitória”, afirmou o cientista.

Em relação às experiências astronómicas “ambiciosas” que estão a ser realizadas, o físico salientou o mapeamento da posição de mil milhões de galáxias e o uso de supercomputadores, como o Cosmos, que permitem entender melhor a posição da Terra.

No entanto, quase todas as últimas previsões de Hawking têm sido pessimistas. Em janeiro, advertiu que os avanços da ciência e da tecnologia colocavam em risco a continuidade da humanidade, alegando que “as coisas podem acabar mal”.

O físico referiu uma guerra nuclear, o aquecimento global e vírus criados pela engenharia genética como possíveis consequências da desgraça criada pelos humanos.

Hawking defende que não sobreviveremos outro milénio se não continuarmos a explorar o espaço à procura de uma maneira de “escapar da frágil Terra”.

Depois de uma previsão tão negativa, o cientista incentivou os alunos a explorar os mistérios do universo que ainda não foram desvendados.

ZAP / Sputnik News

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. Façam o favor de corrigir a palavra ‘fato’ no texto para ‘facto’, como devia estar.
    Ao contrário do que por vezes erradamente se pensa, a palavra facto não perdeu o c com o novo acordo ortográfico. Apenas caem as consoantes mudas – e essa lê-se. É um erro repetido constantemente, tal como na palavra contacto, em que sucede o mesmo.

  2. A terra é tão frágil consoante a agressividade com que for tratada.
    individualmente devemos mudar a forma de ser, consumir, reciclar, plantar e relacionar com a fauna e a flora.
    o homem agirá fora da terra de forma diferente? não me parece 😛

  3. Acho que embora Hawkings mantenha a sua inteligência intacta, está a perder alguma sabedoria (coisas diferentes, para quem possa não saber). Se a causa de uma hipotética extinção humana são os erros do próprio ser humano na terra, então a solução não é esses mesmos humanos irem pra outro sítio (onde rápidamente farão as mesmas asneiras). Só uma mudança de políticas e de paradigmas no comportamento humano conseguirão salvar a humanidade… Seja aqui, seja em Andrómeda.

    Outro disparate tem a ver com o facto de estarmos longe de conseguirmos viajar até ao planeta habitável mais próximo.

    Finalmente, ao ritmo que andamos a destruir o planeta, a humanidade pode desaparecer em menos de 100 anos… Não em menos de 1000. Nem 100, quanto mais mil… Temos de mudar porque a tecnologia não avança tão rápido como a destruição que causamos a este ritmo. Nunca conseguriamos desenvolver formas de sobreviver noutro planeta, antes de dos destruirmos. Já se conseguirmos reverter este processo de destruição… Então pra quê sair daqui?

    • O Trump vai apressar o desaparecimento da espécie humana. Mas com a Clinton também seria a mesma coisa, por isso estavamos sempre lixados.

  4. Eu penso mesmo que este senhor está a ser demasiadamente otimista com a ideia dos mil anos e quanto a mim a solução não será procurar sobrevivência noutro planeta que isso será possivelmente praticamente impossível mas recuar em tudo que prejudique o planeta em que vivemos logo a começar pelas armas e guerras e investir em tudo que possa melhorar as condições deste e logo a começar pelo controle da natalidade que será já demasiado elevado o número de habitantes para mantermos o planeta saudável.

  5. O ser humano é passageiro espiritual no mundo material, mas cientificamente o ser humano será o desenvolvimento da ciência natural, isto é vivemos num planeta que desconheço outros planetas ou seres humanos…

  6. O problema não é a frágil Terra. O problema são os incompetentes humanos, que mais não farão do que transportar para outro planeta a desgraça que já criaram aqui.

  7. O Português tem um problema: Quando vê alguém dizer uma coisa inteligente e sensata, em vez de elogiar ou dizer que concorda com essa pessoa, copia o que ela disse pra parecer que a ideia foi dele.

    Basta ler os posts aqui, pra perceber isso.

    Ai tugas, tugas…

RESPONDER

"Era como se a morte estivesse num copo." No século XVIII, o gin estava a arruinar a Inglaterra

A bebida alcoólica tornou-se tão popular no Reino Unido que os empresários começaram a utilizar todo o tipo de aditivos para enriquecerem. No século XVIII, o gin tornou-se a maior droga que o homem poderia consumir …

Vacinar animais contra a covid-19? Dezenas de zoos nos EUA estão a avançar com a ideia

Cerca de 70 jardins zoológicos e espaços de conservação nos Estados Unidos estão a administrar a vacina da farmcêutica veterinária Zoetis aos seus animais. Não são só os humanos que estão a ser vacinados contra a …

Lewis Hamilton: "Eu não disse que estava a morrer"

Acidente com Max Verstappen originou dores no campeão; Helmut Marko disse que já era "espectáculo" a mais. Troca de palavras entre os dois candidatos ao título. Como se esperava, o acidente que envolveu Lewis Hamilton e …

Autorretrato de Frida Kahlo deverá ser vendido por um valor recorde de 30 milhões de dólares

A Sotheby’s espera ultrapassar os 30 milhões de dólares (mais de 25 milhões de euros) com o autorretrato da pintora mexicana Frida Kahlo, no qual aparece também o seu marido Diego Rivera. O autorretrato Diego y …

David Luiz: "Um dos dias mais especiais da minha vida" - e ainda se fala sobre Jorge Jesus

Flamengo ficou mais próximo de mais uma final da Libertadores, depois de derrotar o Barcelona de Guayaquil. David Luiz estreou-se. O Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil por 2-0, na primeira "mão" das meias-finais da Copa …

Iémen. Escassez de alimentos empurra 16 milhões de pessoas para a fome, revela ONU

Pelo menos 5 milhões de pessoas no Iémen estão à beira da fome e outros 16 milhões estão "a caminhar para a fome", num país dilacerado pela guerra civil. O Programa Mundial de Alimentos (WFP, na …

Presidente da Tunísia governará por decreto, ignorando partes da constituição

O Presidente da Tunísia, Kais Saied, declarou que governará por decreto e ignorará partes da constituição, enquanto se prepara para mudar o sistema político, gerando críticas imediatas da oposição. Desde 25 de julho, dia em que …

Alemanha deixa de pagar quarentena a trabalhadores não vacinados

A Alemanha vai deixar de indemnizar trabalhadores não vacinados que forem forçados a quarentena devido ao coronavírus, por ser "injusto pedir aos contribuintes que subsidiem aqueles que se recusam a ser vacinados", disse na quarta-feira …

Governo acaba com recomendação do teletrabalho

O Conselho de Ministros decidiu acabar com a recomendação da opção pelo teletrabalho e eliminar a testagem em locais de trabalho com mais de 150 trabalhadores. Estas medidas integram a terceira e última fase do plano …

Cansado de denúncias, Betis pede aos seus sócios: "Portem-se bem"

Clube onde jogam dois portugueses quer que os adeptos tenham um "comportamento adequado" durante os jogos no Benito Villamarín. O Betis de Sevilha jogou seis vezes até agora, nesta época. Quatro desses encontros foram disputados em …