Sporting vence Belenenses e encontra Benfica na Taça de Honra

1a_4710

O Sporting venceu esta sexta-feira o Belenenses por 2-1 e vai defrontar o Benfica na final da 66.ª edição da Taça de Honra da Associação de Futebol de Lisboa, que decorre no Estádio do Restelo, em Lisboa.

Wilson Eduardo e André Martins “carimbaram” hoje o passaporte do Sporting para a final da 66.ª edição da Taça de Honra da AF Lisboa em futebol, após a vitória frente ao Belenenses (2-1).

Assente no habitual 4x3x3, o Sporting, que teve em Rosell o único reforço no “onze” inicial, entrou mais dominante no capítulo ofensivo e em raras ocasiões permitiu ao Belenenses, com os recém-contratados Abel Camará e Palmeira como titulares, ganhar espaço e criar perigo para a baliza a cargo do brasileiro Marcelo Boeck.

Na defesa do título conquistado na temporada passada, os “leões” mostraram não só um excelente entrosamento entre os setores, mas também um perfil de jogo à imagem do treinador Marco Silva, em que assume o risco e a vontade de marcar golos.

Não foi de espantar que, aos 33 minutos, os “leões” se encontrassem a vencer por 2-0, graças aos golos de Wilson Eduardo, na sequência de um pontapé de canto, e de André Martins, de livre direto, e tivessem, logo aí, cortado qualquer aspiração aos comandados de Lito Vidigal.

No segundo tempo, os “leões” entraram transfigurados, pela negativa, e tiraram o pé do acelerador, fruto das sete alterações efetuadas ao intervalo (Belenenses não as fez), com destaque para os reforços Tanaka, Paulo Oliveira, Slavshev e André Geraldes, contudo o Belenenses manteve-se incapaz de pressionar o reduto defensivo do Sporting.

Aliás, foi necessário esperar até aos 64 minutos para ver o primeiro remate dos “azuis” no segundo tempo. Deyverson, a passe de Palmeira, levou a bola a passar muito próximo do poste direito de Marcelo Boeck.

O Belenenses acabaria por conquistar o golo de honra através de um lance de azar do estreante André Geraldes, que introduziu a bola na própria baliza, após um ligeiro desvio com a nuca.

Com este resultado, o Sporting irá defrontar na final da Taça de Honra da AF Lisboa, às 20:30 de domingo, o Benfica, que hoje venceu o Estoril-Praia, por 1-0. Já o Belenenses medirá forças com os “canarinhos”, às 18:00, no encontro de atribuição do terceiro lugar.

Equipas:

Sporting: Marcelo Boeck, Cédric Soares (André Geraldes, 46), Eric Dier, Maurício (Paulo Oliveira, 46), Jefferson (Michael Pinto, 60), André Martins (João Mário, 46), Adrien Silva (Slavshev, 46), Rosell (Ruben Semedo, 60), Carrillo (Carlos Mané, 46), Montero (Tanaka, 46) e Wilson Eduardo (Capel, 46).

(Suplentes: Luís Ribeiro, Vítor Silva, Shikabala, Capel, João Mário, Tanaka, Heldon, Paulo Oliveira, Gauld, Slavchev, Semedo, Carlos Mané, Mica Pinto, André Geraldes e Cissé).

Treinador: Marco Silva.

Belenenses: Matt Jones (Filipe Mendes, 67), André Teixeira (João Meira, 61), João Afonso, Mário Palmeira, Filipe Ferreira (Daniel Martins, 67), Tiago Silva (Fábio Nunes, 67), Bruno China (Ricardo Alves, 84), Miguel Rosa (Danielsson, 61), Deyverson (Adilson, 84), Abel Camará e Sturgeon (Fredy, 61).

(Suplentes: Filipe Mendes, Rafael Veloso, João Meira, Daniel Martins, Danielsson, Fredy, Fábio Nunes, Tiago Caeiro, Duarte Machado, Fernando Ferreira, Ricardo Alves e Nelson Semedo).

Treinador: Lito Vidigal.

Futebol 365

PARTILHAR

RESPONDER

Rocha desafia teoria da escassez de oxigénio na Terra primitiva

Uma rocha sedimentar única rica em carbono, depositada há dois mil milhões de anos, deu aos cientistas novas pistas sobre as concentrações de oxigénio na superfície da Terra nessa época. De acordo com a agência Europa Press, …

As bactérias formam comunidades na nossa língua (e uma imagem revela como)

Cientistas norte-americanos descobriram que as bactérias que vivem na nossa língua têm uma organização complexa e altamente estruturada. Os micro-organismos estão em toda a parte - até no interior da nossa boca. Um novo estudo revela …

Como sobreviver ao isolamento? Astronautas explicam

Em todo o mundo, cidades e até países inteiros estão em quarentena como forma de travar a propagação do novo coronavírus, Covid-19. Alguns astronautas deixaram conselhos sobre como sobreviver ao isolamento. Para alguns, o auto isolamento …

"Indiana Jones do mundo da arte" recupera manuscrito do poeta persa Hafez

Uma das primeiras cópias do reverenciado Divan do autor do século XIV Hafez, iluminado com ouro, será leiloado no início de abril. O famoso poeta persa do século XIV, Hafez, escreveu uma coleção de versos místicos …

O palco onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda

O palco de madeira onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda. Agora, alguém poderá replicar o primeiro concerto da famosa banda. A 10 de abril, em comemoração dos 50 anos da separação da …

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …

Pandemia pode trazer nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas

A pandemia de Covid-19 pode trazer uma nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas como limpeza de superfícies infetadas ou vigiar pessoas em quarentena, afirmam esta quarta-feira alguns dos principais investigadores internacionais em …

Multimilionários refugiam-se da Covid-19 a bordo de iates

Vários multimilionários têm procurado refugiar-se da pandemia de Covid-19, que nasceu em dezembro passado na China, em alto mar, a bordo de iates de luxo. Em declarações ao jornal The Telegraph, Jonathan Beckett, executivo da …

Este mamífero consegue sobreviver a quase sete mil metros de altura

Cientistas pensam ter confirmado que um pequeno rato descoberto no vulcão Llullaillaco, nos Andes, é o mamífero que consegue viver à maior altitude já conhecida (6739 metros). Segundo o IFLScience, o Phyllotis xanthopygus rupestris foi descoberto, …

O glaciar Denman recuou quase cinco quilómetros nos últimos 22 anos

O glaciar Denman, na Antártica Oriental, recuou cerca de cinco quilómetros nos últimos 22 anos. Investigadores da Universidade da Califórnia, Irvine e do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA estão preocupados coma topografia exclusiva …