Sporting não marcava quatro desde 2014 (e alguém deste plantel jogou na última vitória?)

Paulo Novais / Lusa

Campeão português foi ao terreno do Beşiktaş ganhar por 4-1. A maior vitória na fase de grupos dos últimos anos.

O Sporting conseguiu a primeira vitória na fase de grupos da Liga dos Campeões, com um resultado “gordo”: 4-1 na Turquia, contra o Beşiktaş.

O clube de Alvalade não marcava quatro golos na fase de grupos da Liga dos Campeões há praticamente sete anos: no dia 5 de Novembro de 2014 o Sporting liderado por Marco Silva ganhou por 4-2 contra o Schalke 04. Apesar deste resultado, os alemães ficaram à frente dos portugueses e seguiram para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões; o Sporting não.

Na temporada seguinte, 2015/16, o Sporting não conseguiu passar da pré-eliminatória do torneio, sendo afastado pelo CSKA Moscovo.

Em 2016/17, regresso à fase de grupos, mas com um percurso muito negativo: uma vitória (2-0) e cinco derrotas. Último lugar do grupo.

Mais uma presença no torneio em 2017/18, com passagem pela pré-eliminatória e com direito a cinco golos: 5-1 na Roménia, contra o Steaua Bucareste. Mas aconteceu no play-off, não na fase de grupos.

Foi igualmente nessa época que o emblema lisboeta esteve, pela última vez (até à presente temporada) na fase de grupos da Liga dos Campeões. E, por isso, a última vitória do Sporting na fase de grupos da Liga dos Campeões, antes desta goleada na Turquia, havia sido no dia 22 de Novembro de 2017: conseguiu vencer o Olympiacos por 3-1.

Fica a curiosidade: quase quatro anos depois, dos jogadores convocados por Jorge Jesus para esse encontro com os gregos, só João Palhinha está no plantel do Sporting, em 2021/22 (só passaram quatro anos). Mas o médio nem jogou, em 2017.

Sete goleadas na Liga dos Campeões

Esta foi a sétima goleada imposta pelo Sporting na Taça/Liga dos Campeões. A primeira foi já em 1962, contra o Shelbourne, e a última havia sido em 2008, diante do Dínamo Kiev (3-0).

Esta vitória permitiu manter a tendência: o Sporting nunca perdeu os três primeiros jogos realizados na fase de grupos da Liga dos Campeões.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.