FC Porto ameaça não ir a jogo. Sporting acusa “dragões” de “pressão inaceitável”

António Cotrim / Lusa

O Sporting acusou segunda-feira o FC Porto de estar a “pressionar, de forma absolutamente inaceitável, as autoridades da Saúde e a Liga” para que Nuno Mendes e Sporar falhem hoje as meias-finais da Taça da Liga de futebol.

“A FC Porto SAD, fingindo não perceber o óbvio, entretém-se a pressionar, de forma absolutamente inaceitável, as autoridades da Saúde e a Liga de Portugal”, avançou, em comunicado, a SAD do Sporting, confirmando a presença dos dois jogadores e pedindo que o comunicado do FC Porto “pela sua gravidade, seja devidamente analisado e punido pelos órgãos jurisdicionais competentes”.

Os ‘dragões’ acusaram, em comunicado, o Sporting da intenção de “cometer um atentado à saúde pública”, com a utilização dos futebolistas Nuno Mendes e Sporar no ‘clássico’ das meias-finais da Taça da Liga, e ameaçaram mesmo “repensar a participação na final four“, se as autoridades não fizerem cumprir a lei.

Em resposta, os ‘leões’ explicam o caso, adiantando que “não vale a pena tentar poluir a opinião pública”, até porque se trata de uma situação “muito simples”.

O Sporting reconhece que Sporar e Nuno Mendes tiveram na quarta-feira testes PCR positivos, mas que, desde logo, o clube estranhou estes resultados.

“Atendendo a que a Sporting CP – Futebol, SAD sempre cumpriu escrupulosamente os planos de testagem e inclusive adotou medidas adicionais com introdução de rastreio interno diário e tendo em conta a dissonância entre os resultados dos testes internos e os resultados dos testes efetuados na quarta-feira, a Sporting CP – Futebol, SAD considerou que esses resultados seriam, com toda a probabilidade, falsos positivos”, explicam os ‘leões’.

Desta forma, o Sporting “submeteu os seus atletas a dois outros testes, em laboratórios de referência, feitos na sexta-feira e no sábado” e “os resultados desses testes foram negativos, o que confirmou a convicção” do Sporting de que “os primeiros resultados seriam ‘falsos positivos'”.

Com estes resultados, o Sporting contactou “nos termos regulamentares, a Autoridade de Saúde Territorialmente competente e o laboratório responsável pela realização daqueles exames”, entidades que “reconheceram que, em função dos novos exames, os dois atletas em causa estavam em condições de ser considerados aptos para o jogo”.

Segundo os ‘leões’, “nenhum dos jogadores em causa consta da Plataforma oficial de identificação de casos positivos à covid-19”.

“A atuação célere e responsável da Autoridade de Saúde deve ser enaltecida, pois permitiu repor uma flagrante injustiça – à semelhança, aliás, do que já havia sucedido com situação idêntica com outro jogador participante na Liga”, lembra o Sporting.

Assim, o Sporting “considera que os seus jogadores estão aptos e, mediante opção técnica, poderão integrar a lista de convocados para o jogo a disputar amanhã [hoje], na meia final da Taça da Liga”, contra o FC Porto, pelas 19h45, em Leiria.

Face ao exposto, o clube ‘leonino’ é da opinião de que o FC Porto “apenas pretende [com a “ameaça vã” de não participar na final four da competição] que dois falsos positivos continuem a falsear a verdade desportiva”.

“A Sporting SAD não cederá a essas pressões e apela à Direção da Liga de Portugal para que faça o mesmo”, prossegue o Sporting, adiantando que “exigirá à Direção da Liga para que, tanto de ora em diante, como relativamente aos jogos já disputados, solicite a todas as SAD participantes o envio de cópias de todos os exames efetuados a todos os jogadores convocados por cada uma das SAD”.

Para o clube de Alvalade, “só com essa centralização se assegurará a transparência do sistema”.

O diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, acusou ainda o Sporting de ter a “intenção de cometer um crime público”.

“Há testes que detetem mentirosos? Ou vai começar a crescer-lhes uma zaragatoa pelo nariz? Com que então o laboratório reconheceu o erro… que pândegos”, disse o responsável portista noutro tweet.

O FC Porto e o Sporting defrontam-se hoje na primeira meia-final da Taça da Liga, em encontro marcado para as 19h45, no Estádio Municipal de Leiria, Dr. Magalhães Pessoa.

Braga “indignado” com intenção de Sporting utilizar os jogadores

O Sporting de Braga disse hoje estar “profundamente indignado pela intenção do Sporting de ter um tratamento de exceção neste contexto pandémico” da covid-19, em relação à eventual utilização dos futebolistas Nuno Mendes e Sporar na Taça da Liga.

“O Sporting de Braga mostra-se profundamente indignado pela intenção do Sporting em ter um tratamento de exceção neste contexto pandémico, não só face ao protocolo vigente a nível da Liga profissional de futebol, como no que diz respeito à sociedade em geral. Iremos estar particularmente atentos à decisão soberana das autoridades locais de saúde, confiando que se mantenha o cumprimento escrupuloso das normas vigentes”, pode ler-se num comunicado dos minhotos.

O Sporting de Braga lembra ter ficado “privado de vários jogadores devido a testes positivos” para o novo coronavírus, que provoca a covid-19, e que, diante do Boavista e do Sporting, ambos fora, a sua defesa “foi totalmente dizimada pelo vírus, com Bruno Viana, Tormena e David Carmo a ficarem arredados das opções, aos quais se juntou ainda o [médio] André Castro”.

“Como clube cumpridor das regras, o Sporting de Braga aceitou o impacto da pandemia, colocou imediatamente os jogadores em isolamento durante os 10 dias exigidos pelo protocolo da DGS para o futebol, não contestou resultados positivos e, após este período, só voltou a reintegrá-los em treino no momento em que testaram negativo à covid-19, alguns dos casos bem depois dos 10 dias exigidos por lei”, explicam.

Para o Sporting de Braga, “as regras são explícitas” e “elaboradas com a obrigatoriedade de todos os clubes as cumprirem”.

“Qual não é a nossa surpresa quando ontem [segunda-feira], ao final da tarde, somos confrontados com dois ‘falsos positivos’ por parte do Sporting, alegando um putativo erro do laboratório de análises (entretanto desmentido ao jornal O Jogo pelo diretor clínico da UNILABS, Maia Gonçalves)”, pode ler-se.

O clube liderado por António Salvador considera que “o não cumprimento do protocolo (aceite por todos os clubes na altura da retoma) irá, certamente, provocar um cenário anárquico, caótico e disruptivo no futebol português, havendo, inclusivamente, o sério risco de todas as competições profissionais serem feridas de morte ao ponto de não se concluírem”.

O Sporting de Braga conclui garantindo que “continuará a cumprir escrupulosamente as regras definidas pelo protocolo da Direção-Geral da Saúde, mas exige que todos os restantes clubes o façam de forma igual e sem exceções, nem que para isso seja necessária a imediata intervenção da Liga, da FPF ou do Governo”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Dezenas de pessoas estiveram presentes no último adeus do "sempre fundamental" Jorge Coelho

Várias dezenas de pessoas compareceram este sábado de manhã na Basílica da Estrela para a missa de corpo presente do antigo dirigente e ministro socialista Jorge Coelho, "um elemento sempre fundamental nos momentos mais difíceis …

Desconfinamento já se faz sentir nos internamentos. R(t) já está acima de 1

O número de casos está a aumentar e este efeito já se começa a sentir nos internamentos. Esta foi a segunda semana consecutiva com aumento de casos, com uma média de 495 novos casos diários. De …

Plano contra o racismo. Bloco de Esquerda é o único partido a favor de quotas no ensino superior

O Governo colocou em consulta pública o Plano de Combate ao Racismo e Discriminação, que prevê que alunos socialmente desfavorecidos poderão aceder ao Ensino Superior através de contingente especial. O Bloco de Esquerda é o …

Novo Banco vendeu carteiras ao melhor preço (e só depois avaliou conflitos de interesses)

A venda das três carteiras de crédito do Novo Banco em 2019 foi feita pelo preço mais alto e em conformidade com o Acordo de Capitalização Contingente (CCA), segundo a auditoria da Deloitte às operações. “Nos …

UE investiga possível ligação entre tromboses e vacina da Johnson&Johnson nos EUA

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou esta sexta-feira ter iniciado uma investigação sobre casos de coágulos sanguíneos após toma da vacina da Johnson & Johnson/Janssen contra a covid-19, antes de o fármaco estar disponível …

Cabras

"É um terror. Nunca vi disto". Relâmpago matou 68 cabras no Alto Minho

Um relâmpago matou 68 cabras na freguesia de Gondoriz, em Arcos de Valdevez, distrito de Viana do Castelo. O pastor que perdeu os animais, Dário Silva, diz que, em "40 anos de serra", nunca viu …

Placa de pedra da Idade do Bronze poderá ser o mapa mais antigo da Europa

Uma placa de pedra da Idade do Bronze, redescoberta em 2014 em França, poderá ser o mapa tridimensional mais antigo já conhecido da Europa. De acordo com a BBC, a laje de pedra, conhecida como placa …

TAP conclui programa de rescisões (e lança nova ronda de medidas para evitar despedimento coletivo)

A TAP concluiu o programa lançado para redimensionar o corpo de trabalhadores da companhia e ficou com 750 postos de trabalho preservados e 690 adesões ao programa voluntário de medidas laborais. Num comunicado interno assinado pelo …

Segunda fase da vacinação. Peritos propõem extensa lista de novas (e raras) doenças

A segunda fase de vacinação contra a covid-19 já arrancou em alguns centros de saúde. Os peritos estão a propor uma nova e extensa lista de doenças de maior risco que passam também a ser …

Dietas veganas são boas para o coração? A Ciência sugere que não

Não há evidências científicas que sustentem a alegação de que uma dieta vegetariana faz bem ao coração. No entanto, há outros benefícios neste tipo de alimentação. Cerca de meio milhão de britânicos são agora veganos, de …