Sonda passa ao lado de Vénus, tira-lhe uma fotografia e surpreende cientistas da NASA

A imagem obtida pelo Wide-field Imager (WISPR) da Parker Solar Probe foi capturada a 12.380 quilómetros de Vénus.

A Parker Solar Probe, da NASA, capturou vistas deslumbrantes de Vénus em julho de 2020. O alvo da missão é o Sol, mas o planeta desempenha um papel muito importante: a sonda vai passar muito perto de Vénus sete vezes ao longo da sua missão de sete anos e usar a gravidade do planeta para se mover em direção ao seu destino final.

Além da dinâmica orbital, as passagens podem produzir vistas únicas e inesperadas do Sistema Solar. A 11 de junho de 2020, durante a sua terceira assistência gravitacional, o Wide-field Imager (WISPR) da Parker Solar Probe capturou uma impressionante imagem do lado noturno do planeta a uma distância de 12.380 quilómetros.



O Europa Press explica que o WISPR foi desenhado para gerar imagens da coroa solar e da heliosfera interna em luz visível, assim como imagens do vento solar e das suas estruturas à medida que se aproximam da sonda.

No caso de Vénus, a câmara detetou uma borda brilhante à volta do planeta que pode ser um brilho noturno causado por átomos de oxigénio na alta atmosfera.

A proeminência escura no centro do planeta é Afrodite Terra, a maior região montanhosa na superfície de Vénus, que aparece escura na imagem devido à sua temperatura mais baixa – cerca de 30 graus Celsius mais fria em comparação com os arredores.

A imagem apanhou os cientistas de surpresa. “O WISPR foi projetado e testado para observações de luz visível. Esperávamos ver nuvens, mas a câmara captou diretamente a superfície”, comentou o investigador Angelos Vourlidas, em comunicado.

WISPR capturou a emissão térmica da superfície de Vénus“, completou Brian Wood, astrofísico e membro da equipa WISPR do Laboratório de Investigação Naval dos Estados Unidos. “São semelhantes às imagens capturadas pela Akatsuki em comprimentos de onda próximos ao infravermelho.”

Se o instrumento for mesmo sensível a comprimentos de onda de luz próximos do infravermelho, proporcionará aos cientistas novas oportunidades para estudar a poeira à volta do Sol e do Sistema Solar interno.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Escândalo". FCSH acusada de abrir concurso à medida de Raquel Varela

A Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa está a ser acusada de abrir um concurso à medida da historiadora Raquel Varela. A polémica com a historiadora começou na segunda-feira, 20 de …

Descobertos cadáveres de guerreiros do século XIII. Podem ter sido enterrados pelo Rei Luís IX

Cientistas britânicos acreditam que os cadáveres dos guerreiros cristãos tenham sido enterrados por Luís IX, rei de França, no século XIII. Um grupo de arqueólogos internacionais encontrou no castelo de Sidon, no Líbano, valas comuns com …

Hidroavião de Sacadura Cabral e Gago Coutinho é único no mundo e está em Lisboa

Um dos hidroaviões que há quase 100 anos transportaram Sacadura Cabral e Gago Coutinho na primeira Travessia Aérea do Atlântico Sul está exposto no Museu da Marinha, em Lisboa, e é o único aparelho original …

Programa da SIC Notícias comentou eleições em dia de reflexão. CNE deixou aviso

O "Programa Cujo Nome Estamos Legalmente Impedidos de Dizer", da SIC Notícias, falou sobre as eleições em dia de reflexão, porque "comentário não é propaganda eleitoral". As eleições autárquicas estão marcadas para este domingo e, como …

Os dentes das formigas-cortadeiras são tão resistentes como facas

Um novo estudo indica que as formigas-cortadeiras têm uma teia de átomos de zinco entrelaçados na estrutura biológica das mandíbulas, o que lhes dá a durabilidade de um conjunto de facas de aço inoxidável. De acordo …

Francisco George defende vacinação de crianças com menos de 5 anos contra a covid-19

As crianças maiores de cinco anos devem ser vacinadas contra a covid-19, desde que a segurança e a eficácia da vacina estejam comprovadas cientificamente nestas idades, defende o médico especialista em saúde pública Francisco George. A …

Cientistas imprimiram, pela primeira vez, células cerebrais vivas em 3D

Uma equipa de cientistas usou uma nova técnica laser e conseguiu imprimir em 3D células cerebrais vivas. A maioria dos neurónios sobreviveram durante mais de dois dias após terem sido impressos em 3D, o que significa …

Descoberto antídoto contra agentes nervosos tipo Sarin e Novichok

Uma equipa do Laboratório Nacional Lawrence Livermore (LLNL), nos Estados Unidos, desenvolveu um antídoto que neutraliza a exposição ao envenenamento por agente nervoso. O estudo, que foi publicado na revista Scientific Reports, foi o resultado de …

Marte sobreviveu a super-erupções (que libertaram "oceanos" de poeira e gases tóxicos)

A região de Arabia Terra, situada no norte de Marte, já foi palco de erupções suficientemente potentes para libertar "oceanos" de poeira e gases tóxicos no ar.  A NASA confirmou, recentemente, que uma região do norte …

Vulcão, La Palma

O Cumbre Vieja também tem negacionistas. "É tudo orquestrado"

Nos últimos dias, as redes sociais têm-se tornado o palco dos "negacionistas dos vulcões" que defendem que, por trás da erupção do Cumbre Vieja, há mão humana. Nas redes sociais já há negacionistas do vulcão Cumbre …