Sonda Cassini prepara o seu “grande final” com um mergulho em Saturno

A sonda Cassini, em órbita de Saturno desde 2004, prepara manobras para entrar na atmosfera do planeta gigante gasoso a 15 de setembro, informou esta quarta-feira a agência espacial norte-americana NASA.

A primeira manobra começará com uma última aproximação a Titã, uma das luas de Saturno, a 22 de abril. Dotada de 12 instrumentos científicos, a sonda vai efetuar, a 26 de abril, a primeira descida ao espaço inexplorado de 2.400 quilómetros que separa o planeta dos seus anéis.

Nenhuma sonda se aventurou nesta região única que vamos tentar atravessar 22 vezes”, explicou o adjunto da direção das missões científicas da NASA, Thomas Zurbuchen.

Segundo o investigador, a informação recolhida a partir das últimas trajetórias da Cassini poderá permitir uma melhor compreensão da formação e da evolução dos planetas gigantes e dos sistemas planetários em geral.

Importantes descobertas foram feitas graças à sonda, como a da existência de um vasto oceano sob a superfície gelada da lua Encélado e de mares de metano líquido em Titã.

A equipa espera obter dados sobre a estrutura interna de Saturno e a origem dos seus anéis, assim como imagens sem precedentes das neblinas saturnianas.

Quando entrar na atmosfera do planeta, a sonda continuará a transmitir informação a partir de muitos dos seus instrumentos, nomeadamente sobre a composição da atmosfera, até à perda do seu sinal.

Lançada no espaço há cerca de 20 anos, a sonda deve o seu nome ao astrónomo italiano Giovanni Cassini, que descobriu quatro luas de Saturno e observou a divisão de anéis do planeta.

Grande final

A NASA vai ter que decidir qual a melhor maneira de terminar a missão a Saturno, uma vez que a Cassini já não tem muito combustível. Mas o começo do fim para a Cassini é, em muitos aspetos, uma missão inteiramente nova.

Usando a perícia obtida durante os muitos anos da missão, os engenheiros da Cassini projetaram um plano de voo que maximiza o valor científico de enviar uma sonda até ao seu fatídico mergulho no planeta no dia 15 de setembro.

À medida que dá início às suas órbitas finais, durante os próximos cinco meses a missão vai acumular uma lista impressionante de feitos científicos.

“Esta conclusão planeada da viagem da Cassini foi, de longe, a escolha preferida dos cientistas da missão,” explica Linda Spilker, cientista do projeto Cassini no JPL da NASA em Pasadena, no estado norte-americano da Califórnia. “A Cassini fará algumas das suas mais extraordinárias observações no final da sua longa vida.”

A Cassini vai fazer a transição para as órbitas do seu grande final, com um último “flyby” pela lua gigante de Saturno, Titã, no dia 22 de abril, sábado.

Tal como o fez muitas vezes ao longo da missão, a gravidade de Titã vai curvar a rota de voo da Cassini. A órbita da Cassini irá então encolher até que em vez de fazer a sua maior aproximação de Saturno, mesmo para lá dos anéis, começará a passar entre o planeta e a orla interna dos seus anéis.

Em meados de setembro, após um distante encontro com Titã, o percurso da nave será dobrado o suficiente para fazer com que mergulhe no planeta.

Quando a Cassini fizer o seu mergulho final na atmosfera de saturno, no dia 15 de setembro, enviará dados de vários instrumentos – principalmente dados sobre a composição atmosférica – até que o seu sinal seja perdido.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Francisco Rodrigues dos Santos não se quer eternizar "na cadeira de presidente do CDS"

"À medida que as pessoas se vão eternizando nos lugares, começam a confundir o interesse público com o interesse particular". Por isso, Francisco Rodrigues dos Santos não se quer eternizar no CDS-PP. Em entrevista à TVI, …

Menos 115 deputados. Itália realiza referendo para reduzir Parlamento

A Itália organiza em 29 de março um referendo sobre a alteração da Constituição e a redução do número de deputados, uma data esta proposta pelo Governo de coligação entre o Movimento Cinco Estrelas (M5S) …

Flamengo chega a acordo com o Inter por Gabigol

Flamengo e Inter de Milão já chegaram a acordo para a transferência definitiva de Gabigol, jogador que esteve durante a última temporada na equipa brasileira por empréstimo. Segundo o portal brasileiro Globo Esporte, os dirigentes do …

Espanha quer "assaltar" o lugar de Centeno no Eurogrupo

Nadia Calviño, a número dois do Governo Espanhol, assume-se como favorita para assumir a presidência do Eurogrupo, caso o ministro das Finanças português, Mário Centeno, decida não entrar na corrida. A notícia é avançada esta terça-feira …

Dívidas de hospital de Lisboa travam compra de dois medicamentos para cancro

As dívidas do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte, que inclui os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, levaram o Tribunal de Contas (TdC) a chumbar a compra de dois medicamentos para um cancro …

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões da Sonangol para uma empresa de Isabel dos Santos

Em 15 dias, foram transferidos 73 milhões das contas da petrolífera estatal Sonangol no private banking do Eurobic, em Lisboa, para uma empresa de Isabel dos Santos, avança o Correio da Manhã esta terça-feira. …

Livro de John Bolton pode prolongar julgamento de Donald Trump

  Ao segundo dia de defesa dos advogados da Casa Branca no julgamento do impeachment de Donald Trump, caiu uma "bomba" no Senado. O livro escrito por John Bolton, ex-conselheiro de segurança nacional do Presidente dos …

Afinal, Bruno Fernandes pode rumar ao Barcelona (e fazer escala no Valência)

Afinal, o futuro do internacional português Bruno Fernandes pode passar por Espanha e não por Inglaterra, onde foi dado como quase certo. O negócio envolve dois emblemas espanhóis e o avançado ex-Benfica Rodrigo Moreno. De …

Coronavírus já matou 106 pessoas na China. E já chegou à Alemanha

A China elevou para 106 o número de mortos causados pelo coronavírus e o número de infetados já chegou aos quatro mil. Esta segunda-feira, confirmou-se um caso na Alemanha, sendo agora o segundo país da …

Iniciativa Liberal quer privatizar CGD, TAP e RTP

O Iniciativa Liberal quer privatizar a Caixa Geral de Depósitos, a TAP e a RTP. Esta segunda-feira, no Parlamento, o deputado único João Cotrim Figueiredo defendeu ainda a redução do IVA na eletricidade para uma …