Não somos só o que comemos, “somos o que vemos” no dia-a-dia

No que diz respeito à saúde física, somos o que comemos. Mas e quanto à saúde mental? Segundo o médico David Fryburg, endocrinologista, somos o que vemos.

Conforme aponta Fryburg, a comida é uma mistura complicada de fontes de energia – calorias – , proteínas (para fazer novos tecidos como músculo, pele e curar feridas) e micronutrientes como vitaminas para apoiar uma ampla gama de processos bioquímicos. Quando as dietas estão desequilibradas, diferentes funções no nosso corpo podem sofrer.

Por exemplo, pouca vitamina D pode levar a fraqueza óssea e muita vitamina D pode levar a cálcio no sangue, pedras nos rins e possivelmente problemas no fígado. Logo, a chave para uma boa saúde nutricional parece ser o equilíbrio e a moderação.

Há alguns anos, quando se deu conta de que estava “a ingerir” muitas notícias negativas, Fryburg percebeu que o equilíbrio também é o segredo para uma excelente saúde mental.

Fryburg começou a refletir sobre a sua “dieta visual” e descobriu que alguns breve minutos de exposição a notícias negativas podem induzir ansiedade, stress e sintomas de depressão em algumas pessoas.

Um grupo de investigadores concluiu que um vídeo de 14 minutos com notícias televisivas negativas pode aumentar rapidamente a ansiedade e a tristeza. Além disso, os participantes do estudo que viram notícias negativas – em contraste com vídeos positivos ou neutros – expressaram uma maior ansiedade relacionada com as suas próprias questões pessoais.

Notícias deprimentes e que induzem o medo podem fazer com que as pessoas se sintam mais tristes e ansiosas, o que, por sua vez, pode ampliar os seus próprios problemas por algum tempo – um ciclo emocional negativo que se pode “autorreforçar”.

Por outro lado, os poucos estudos que existem sobre o impacto de notícias positivas sugerem que fontes de media inspiradoras têm efeitos opostos. Um estudo descobriu que assistir a um vídeo curto de quatro minutos de um jovem que construiu uma casa para os sem-abrigo na Filadélfia induziu gratidão e amor nos espetadores.

Outros estudos indicam que a visualização de vídeos inspiradores pode ter efeitos positivos ou desejáveis sobre o preconceito sexual, bem como estimular as mães a amamentar.

“Este estudo conduziu-nos à frase Assim como somos o que comemos, somos o que vemos”, explica Fryburg.

O cientista esclarece que a palavra “dieta” não se refere apenas aos alimentos que comemos – vem do grego para “estilo de vida”. Com essa definição ampliada, a expressão tem um significado mais abrangente em relação às coisas que absorvemos e o impacto que elas têm.

Mas isto não significa que que deva começar a ignorar notícias negativas. Fryburg acredita que, a partir delas, é possível aprender coisas importantes que podem ajudar a entender o que as outras pessoas estão a passar e como se pode resolver problemas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Biologia sintética pode levar a uma catástrofe global no futuro

Apesar dos aspetos positivos da evolução da biologia sintética, há certas preocupações que este avanço científico acarreta. Nas mãos erradas, a modificação genética de um vírus pode ser um problema de grandes dimensões. A cepa da …

Estamos mais propensos a devolver uma carteira perdida se ela estiver cheia de dinheiro

Os humanos podem ser mais bondosos do que aquilo que pensa. Quando encontramos uma carteira perdida, mais rapidamente a devolvemos ao dono se estiver cheia de dinheiro. Pode parecer um paradoxo, mas a verdade é que …

O T-Rex tem dois novos primos tailandeses

Duas novas espécies de dinossauros, que eram predadores eficientes e parentes distantes do Tiranossauro-Rex, foram identificadas em restos fósseis encontrados há 30 anos na Tailândia, revelou a Universidade de Bonn, na Alemanha. Há três décadas, …

Encontrados os corpos de sete alpinistas desaparecidos em maio nos Himalaias

Os corpos de sete alpinistas desaparecidos na Índia, nos Himalaias, foram encontrados no domingo por uma equipa de socorristas especializados em intervenções em alta montanha, anunciou a polícia. De acordo com o Expresso, os socorristas tinham …

Há uma "corrida brutal" por mega-centrais de energia solar (e pode aumentar a factura da luz)

A aposta do Governo português no sector das Energias Renováveis está a fomentar uma "corrida brutal" a projectos solares de grandes dimensões. Uma procura excessiva que preocupa a REN - Redes Energéticas Nacionais que avisa …

No adeus ao Prédio Coutinho, últimos 12 moradores recusam entregar chaves

Os últimos 12 moradores do prédio Coutinho em Viana do Castelo recusaram, nesta segunda-feira, 24 de junho, entregar a chave das habitações à VianaPolis no prazo fixado para aquela sociedade tomar posse administrativa das últimas …

Reino Unido. Boris Johnson em queda nas sondagens depois de discussão com namorada

A discussão de sexta-feira com a namorada está a afetar a campanha de Boris Johnson à liderança do Partido Conservador britânico. Desde quinta-feira, o ex-ministro caiu de uma vantagem de 27 pontos percentuais nas sondagens para …

NASA encontra nuvens de metano em Marte (e aguarda notícias de vida)

A sonda espacial Curiosity, da NASA, detectou elevado níveis de emissão de metano na superfície de Marte. A presença do gás, normalmente produzido por seres vivos, pode ser evidência de vida bacteriana no planeta vermelho. A descoberta, …

Factura do gás ainda cobra taxa "eliminada" em 2017

A taxa cobrada pelos municípios às empresas distribuidoras de gás natural, que estava previsto no Orçamento do Estado desde 2017 que deixaria de ser cobrada aos consumidores, continua a constar nas facturas das famílias. A medida …

Marques Mendes acredita que o SNS está pior do que no tempo da troika (e culpa Centeno)

Luís Marques Mendes afirmou que a situação que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) é tão má que, na atualidade, o panorama "é pior do que no tempo da troika". E tudo por causa de …