Solucionado o mistério do estranho “gelado de tentáculos” que viveu há 500 milhões de anos

(dr) Danielle Dufault / Royal Ontario Museum

Os tentáculos de alimentação do hyolitha eram usados para filtrar a água e recolher alimento dela

Os tentáculos de alimentação do hyolitha eram usados para filtrar a água e recolher alimento dela

Um estranho animal que viveu no fundo do oceano há 500 milhões de anos  encontrou finalmente o seu lugar entre as espécies, resolvendo um mistério de longa data.

A criatura tem escapado à classificação científica desde a descoberta, há 175 anos, do seu primeiro fóssil. Afinal, não pertence mesmo à família dos moluscos – a hipótese mais vezes avançada, mas nunca comprovada.

O hyolitha, como foi chamado, tem uma concha em forma de cone, tentáculos para alimentação e apêndices que agiam como “pés”. Foi muitas vezes descrito na imprensa como sendo parecido com “um gelado com tentáculos“.

Os hyolithas pertencem a um grupo de invertebrados que inclui animais como os do filo phoronida, metazoários encontrados no mar, explicam os cientistas, e foram seguramente testemunhas do período cambriano, a chamada explosão da vida, que deu origem a várias espécies de animais.

Joseph Moysiuk, investigador da Universidade de Toronto, fez a descoberta depois de analisar mais de 1.500 espécimes escavados de rochas no Canadá e nos EUA. “Os hyolithas são pequenos animais em forma de cone que habitam os mares, conhecidos de todo o mundo, principalmente pelos fósseis de suas conchas”, explicou.

“Eles aparecem no registo fóssil há cerca de 530 milhões de anos atrás e sobreviveram até há cerca de 250 milhões de anos. Mas a questão sobre onde os hyolithas encaixam realmente na árvore da vida foi um mistério nos últimos 175 anos, desde que foram inicialmente descritos.”

O estudo, publicado na revista Nature, analisou os tecidos moles preservados em “fósseis muito especiais” de um local no Canadá conhecido como Burgess Shale. No passado, os hyolithas foram associados ao filo dos moluscos, que são comuns actualmente, e que incluem as lulas e os caracóis.

A nova pesquisa sugere que os animais estão, na realidade, mais intimamente relacionados com um grupo diferente de organismos portadores de conchas, conhecidos como lophophorata, que inclui entre outros os braquiópodes, com as suas “conchas em formato de lâmpada”.

(dr) Royal Ontario Museum

Os novos fósseis do hyolitha foram encontrados no Canadá

Os novos fósseis do hyolitha foram encontrados no Canadá

Mares antigos

Os Hyolithas estavam presentes no início do período Cambriano, há cerca de 540 milhões de anos, durante uma rápida explosão de evolução que deu origem à maioria dos principais grupos de animais.

“Ao encaixá-los na árvore da vida, resolvemos esse longo mistério paleontológico sobre o que são essas criaturas”, disse Joseph Moysiuk.

“Conseguimos descobrir algumas características novas de um grupo muito velho de animais fósseis, e isso permitiu-nos revelar a história evolutiva deste grupo de animais e onde exactamente eles encaixam na árvore da vida.”

Martin Smith, da Universidade de Durham, no Reino Unido, que também trabalhou nos fósseis, explica à BBC que, ao colocar os hyolithas no seu legítimo lugar, os cientistas agora têm uma melhor imagem da vida nos mares antigos.

Tal dá aos cientistas uma visão sobre o impacto de eventos de extinção em massa, como a extinção em massa do Permiano-Triássico, que aniquilou a maior parte da vida animal, incluindo os hyolithas.

“Compreendendo os efeitos de tais extinções em massa na ecologia e na diversidade é particularmente importante à medida que procuramos avaliar e mitigar as implicações do atual evento de extinção em massa provocado pela atividade humana”, disse Smith.

// BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Europeias: PS quer fazer o mesmo na Europa, PSD lembra cataplana de Costa e BE pede para não ficar em casa

No dia em que ficou decidido quem seria o campeão nacional de futebol deste ano, a campanha eleitoral para as europeias abrandou, com os partidos a terminarem as iniciativas pelo final da tarde. O cabeça de …

Descobertas inscrições neolíticas com símbolos da realeza egípcia

Uma missão arqueológica do Ministério de Antiguidades de Egito descobriu perto da cidade de Assuão, no sul do país, as primeiras inscrições reais que remontam ao período neolítico. Este período começou há 12 mil anos e …

Já sabemos qual é o segredo para superar a inveja

De acordo com uma investigação recente, temos mais inveja da experiência de uma determinada pessoa antes de ter acontecido do que depois de já ter passado. O segredo está no tempo. Pesquisas anteriores mostraram que os …

Holanda é a vencedora da 64.ª edição da Eurovisão

A Holanda, que venceu pela última vez há 44 anos, foi o país que obteve maior pontuação (492 pontos), atribuída pelos espetadores de cada país e pelos júris nacionais dos 41 países que participaram na …

Primavera em Plutão: uma análise ao longo de 30 anos

Sempre que passa em frente de uma estrela, Plutão fornece informações preciosas sobre a sua atmosfera, preciosas porque as ocultações de Plutão são raras.  A investigação realizada por investigadores do Observatório de Paris, ao longo …

Os carros voadores podem fazer parte do transporte público de Paris em 5 anos

A operadora de transportes públicos RATP, que administra os serviços de autocarros, elétricos e metros em Paris, anunciou a sua parceria com a companhia aérea europeia Airbus para "estudar a viabilidade" de incorporar veículos voadores …

Porto vs Sporting | Dragões vencem clássico quente

O FC Porto fechou o campeonato com uma vitória, ao bater o Sporting por 2-1, no Dragão, conseguindo, por fim, derrotar um dos principais rivais na principal prova portuguesa de clubes esta temporada. O Sporting …

Uma das ilhas mais remotas do mundo está a afogar-se num mar de plástico

Localizada a mais de dois mil quilómetros da costa noroeste da Austrália, a ilha dos Cocos pode não ter muita população, mas lidera em termos de acumulação de plástico. De acordo com um estudo publicado na …

Benfica vs Santa Clara | Águia garante 37º título

O Benfica venceu o Santa Clara no Estádio da Luz, por 4-1, e sagrou-se campeão da Liga NOS 2018/19, o 37º título da História do emblema “encarnado”. Num jogo mais difícil do que o resultado …

Benfica é campeão nacional de futebol

O Benfica venceu o Santa Clara por 4-1 com golos de Seferovic (dois), João Félix e Rafa e é campeão nacional da temporada 2018/19. Ao vencer o 'nacional' de 1976/77, os 'encarnados' somaram, então, o quinto …