Sócrates vai lançar um livro. “Nem é de mexericos nem de um paranoico”

Pedro Nunes / Lusa

O ex-primeiro-ministro José Sócrates, abandona a sua casa para exercer o seu direito de voto

O ex-primeiro-ministro José Sócrates, abandona a sua casa para exercer o seu direito de voto

O ex-primeiro-ministro José Sócrates anunciou este sábado que vai lançar em outubro um livro de teoria política, que garante que não é “de mexericos”, considerando que não o conseguiram afastar do coração dos militantes socialistas.

José Sócrates discursava durante um almoço de apoio que decorreu ontem em Lisboa, no qual anunciou que em outubro vai publicar um livro que resulta das suas reflexões dos últimos meses.

“Queria sossegar-vos quanto a uma coisa: nem é um livro de mexericos nem é um livro de um paranoico. É um livro que pretende ser de teoria política. Pus de lado tudo o que escrevi sobre este processo. Não é o momento, mas lá chegará”, disse, em declarações registadas pela SIC, numa crítica implícita do livro do ex-diretor do Expresso e do Sol, José António Saraiva.

No debate quinzenal de quinta-feira, o primeiro-ministro, António Costa, tinha utilizado também a expressão “mexericos” para se demarcar do presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, que tinha sido convidado (mas que entretanto pediu para ser “desobrigado”) para apresentar o livro de José António Saraiva: “nem nos distraímos a ler livros de mexericos de que fomos convidados para apresentar”.

O antigo primeiro-ministro do PS aproveitou o momento para relatar a primeira participação, sexta-feira, num evento institucional do PS desde que foi constituído arguido na Operação Marquês, a Universidade de Verão do Departamento Federativo das Mulheres Socialistas da Federação da Área Urbana de Lisboa: “as pessoas levantaram-se, aplaudiram e começaram a gritar PS, PS”.

“Muitos quiseram afastar-me. Detemos-te, pomos-te na prisão, não dás entrevistas. O primeiro objetivo era isolar-me da sociedade portuguesa. Porventura conseguiram esse objetivo com a direção do PS, mas quero dizer-vos que não conseguiram afastar-me do coração dos militantes”, assegurou.

Sócrates avisa que não vai “admitir que façam o banimento da vida pública querendo fazer essa condenação sem julgamento” e que vai “lutar contra isso”.

“Eu já bebi o meu próprio sangue e estou com mais força do que nunca. Vou continuar a aceitar todos os convites que me fizeram. Fui a muito sitio neste último ano e vou continuar a ir. Tenho o maior gosto em falar em público”, disse, em jeito de aviso.

Sócrates voltou a criticar o sistema judicial devido ao processo que o envolve.

“O que está em causa é o objetivo que eles têm. Sabem qual é? É cometer o ato mais abjeto que vocês possam imaginar: é querer condenar alguém sem direito a julgamento. Não é na praça pública, é sem direito a julgamento”, condenou, deixando claro “a essas pessoas que não vão conseguir”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Oposição denuncia sequestro de dois membros da equipa de Guaidó

Este domingo, a oposição venezuelana denunciou que alegados funcionários das forças de segurança sequestraram dois membros da equipa do líder da oposição, Juan Guaidó. Rafael Rico, do partido Vontade Popular, indicou que o sequestro teve lugar …

Há 853 profissionais de saúde infetados. Cerco sanitário no Porto em discussão

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, revelou que existem 853 profissionais de saúde infetados com a covid-19 em Portugal. Em conferência de imprensa ao fim da manhã desta segunda-feira, depois de a …

Fazer despedimentos ou não renovar contratos são situações distintas, explica Siza Vieira

O ministro da Economia afirma que o acesso aos apoios financeiros do 'lay-off' simplificado está condicionado ao compromisso de não haver despedimentos, mas reconhece que despedimento e não renovação são situações distintas. O ministro da Economia …

Empresas denunciadas por abusos nos despedimentos e violações ao código de trabalho

A CGTP recebeu denúncias a 40 empresas em que são relatadas situações de abuso e aproveitamento laboral. Milhares de trabalhadores foram afetados em todo o país, garante a líder sindical. Isabel Camarinha, classificou como "muito negro" …

NOS Primavera Sound adiado para setembro

Devido ao estado de emergência em que o país se encontra, resultado do surto de COVID-19, a nona edição do NOS Primavera Sound foi adiada e vai acontecer de 3 a 5 setembro. “Perante este cenário …

Twitter apaga publicações de Bolsonaro que defendiam fim das medidas de contenção

O Twitter bloqueou dois vídeos publicados no perfil oficial de Jair Bolsonaro sobre a visita que fez no domingo a vários pontos de Brasília, contrariando as recomendações sanitárias da Organização Mundial de Saúde (OMS) para …

País vai entrar no "mês mais crítico" da pandemia (e medidas vão ser prolongadas)

O primeiro-ministro, António Costa, avisou esta segunda-feira que Portugal "vai entrar no mês mais crítico desta pandemia" da covid-19 e por isso é necessário que se prepare para esta fase. António Costa falava aos jornalistas na …

Bancos também dão moratória no crédito automóvel

Para além da moratória no crédito à habitação decretada pelo Governo, alguns bancos estão a alargar a moratória ao crédito de consumo, como por exemplo, à prestação do carro. Face à pandemia de covid-19, o Governo …

Justiça dos Estados Unidos investiga senadores por delitos financeiros

Vários senadores norte-americanos estão a ser investigados por terem vendido ações depois de terem recebido briefings sobre a pandemia de covid-19. De acordo com a CNN, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos começou a investigar …

MAI aconselha que se circule com comprovativo de deslocação

Este domingo, o Ministério da Administração Interna (MAI) aconselhou os automobilistas a circular com comprovativos de deslocação. Além de fazer um apelo aos automobilistas para que circulem apenas quando for absolutamente imperioso, o Ministério da Administração …