Sócrates saúda saída da prisão de Lula. “Sei que estás em festa, pá”

Ricardo Stuckert / Instituto Lula

Lula da Silva no lançamento do livro de José Sócrates

O antigo primeiro-ministro José Sócrates, acusado de corrupção, considerou que a saída da prisão de Lula da Silva representou uma “reentrada no mundo” do ex-chefe de Estado brasileiro, acontecimento em relação ao qual o PS, “grávido de Estado”, manifestou “indiferença”.

Estas posições foram assumidas por José Sócrates num artigo esta sexta-feira publicado na revista brasileira Carta Capital, ao qual a agência Lusa teve acesso e que é dedicado ao líder histórico do Partido dos Trabalhadores (PT) do Brasil, de quem é próximo, tendo como título “Sei que estás em festa, pá”.

“Não foi uma saída da prisão, mas uma reentrada no mundo. No mundo, literalmente: Televisões em direto e primeiras páginas dos jornais. Um simbolismo extraordinário. Regressado da provação, Lula da Silva entra em palco com firmeza e de coração limpo. O que mais impressiona é a energia – vem para lutar, não para se reformar. Vem sem ressentimento, mas sabe também o que não pode voltar a acontecer”, escreveu.

Neste artigo, o antigo secretário-geral do PS entre 2004 e 2011 referiu-se às reações em Portugal na sequência da saída da prisão de Lula da Silva.

De acordo com José Sócrates, em Portugal, “o tom dominante foi de regozijo”, até porque, na sua opinião, “muitos portugueses já conhecem a fraude judicial e a miserável conduta de um juiz [Sérgio Moro] que, para chegar a ministro, instrumentalizou a sua função, colocando-a ao serviço de uma caçada política”.

“Na política institucional, o costume: O Partido Comunista e o Bloco de Esquerda saudaram a libertação, a direita institucional calou-se e o PS mostrou indiferença”, sustentou. Segundo o antigo líder dos socialistas, para o PS, “grávido de Estado, já nada o impressiona nesta história de direitos constitucionais”.

Ainda no panorama político nacional, José Sócrates lançou um duro ataque ao eurodeputado social-democrata Paulo Rangel pela posição que adotou na sequência da saída da prisão do antigo Presidente brasileiro.

Hedeson Alves / EPA

Lula da Silva na saída da prisão

“Pelo caminho ainda vi na televisão um deputado europeu vomitando ódio contra Lula, dizendo que este é, sem dúvida, corrupto – só que não têm provas. Parece que é jurista. Como veem, não são só os brasileiros que tem que lidar com pulhas”, afirmou.

Neste seu artigo, José Sócrates defendeu que “a grandeza” do momento em que Lula da Silva abandonou a prisão “fez-se de muitas iniquidades”.

“Vem da história do golpe, da Presidenta [Dilma Roussef] destituída sem crime de responsabilidade, como se o regime fosse parlamentar e não presidencial. Vem da história da lava jato, operação judiciária que se revelou ser o instrumento e a oportunidade para criminalizar todo um partido e perseguir o seu líder histórico. Vem da história da singular condenação de corrupção por factos indeterminados e da prisão em violação da Constituição”, advogou o antigo líder do executivo português entre 2005 e 2011.

José Sócrates condenou depois “a história da cassação dos direitos políticos, rasgando com petulância o direito internacional e a determinação do comité de direitos humanos das Nações Unidas para que o antigo presidente fosse candidato”.

“A emoção do instante é também o resultado da memória de violência e de humilhação destes últimos anos e em particular da disputa eleitoral. De um lado toda a direita unida, a moderada e a extremista, a que se juntou a agressividade da imprensa e a vergonhosa parcialidade do aparelho judiciário. Por detrás deles surgiu ainda a sombra do partido militar que, passo a passo, em aproximações sucessivas, ganhou rosto e visibilidade na vida pública”, salientou.

Do outro lado, segundo José Sócrates, “rodeados de uma linguagem ameaçadora e belicista e com o antigo presidente preso, os dirigentes e militantes do partido lutaram e lutaram e lutaram para defender o seu património de governação e a ímpar transformação social conseguida na economia, na distribuição de riqueza, nas oportunidades educativas, na redução das desigualdades, na inclusão social, na afirmação do Brasil como uma nova e jovem voz na cena da política internacional”.

“Agora que o seu líder histórico dá um pequeno passo para a liberdade, tudo muda e o país parece outro. Fico contente”, acrescentou.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Canadá. Indígena e neta de 12 anos detidos ao tentarem abrir conta em banco

Um indígena apresentou duas queixas por racismo após ter sido detido e algemado, juntamente com a sua neta de 12 anos, quando tentava abrir uma conta no BMO - Banco de Montreal, no Canadá. Em dezembro, …

ONG encontra alianças de casal de migrantes que sobreviveu a naufrágio

As alianças encontradas pela ONG espanhola pertencem a um casal de migrantes argelinos que sobreviveu, em outubro, a um naufrágio ao largo da costa de Lampedusa, em Itália. De acordo com o jornal The Guardian, foi no …

Turquia condena 337 pessoas a perpétua por ligação à tentativa de golpe

Mais de 300 pessoas foram condenadas a prisão perpétua, esta quinta-feira, na maioria oficiais e pilotos militares, no principal julgamento relacionado com a tentativa de golpe falhado de 2016. De acordo com o jornal Público, a …

Rangers 2-2 Benfica | "Power" das águias chega para empatar

Num último assomo, o Benfica conseguir empatar um jogo que parecia irremediavelmente perdido. No espaço de três minutos – dos 78 aos 81 -, um autogolo de Tavernier, com intervenção decisiva de Gonçalo Ramos, e …

Lulas gigantes estão a deixar enormes cicatrizes em tubarões brancos

Cientistas marinhos encontraram evidências que sugerem que grandes tubarões brancos (Carcharodon carcharias) estão a ser atacados por lulas gigantes no Oceano Pacífico. Uma equipa de investigadores encontrou 14 tubarões brancos (Carcharodon carcharias) com evidências de cicatrizes …

Twitter passa a alertar utilizadores que colocam "like" em informações incorretas

O Twitter passou a alertar os utilizadores quando estes tentam 'curtir' uma publicação que contenha informações consideradas incorretas, medida que faz parte da esforço da empresa para combater a desinformação. Esta mudança significa que os utilizadores …

Erosão causada por tempestade tropical revela naufrágio do século XIX na Florida

Depois da tempestade tropical Eta arrebatar o norte da Florida no início deste mês, um banhista fez uma descoberta inesperada enquanto caminhava na costa de St. Augustine. Ao caminhar pelas dunas de areia de Crescent Beach, …

Uma mentira de um trabalhador de uma pizzaria forçou o confinamento na Austrália do Sul

O estado da Austrália do Sul decretou um confinamento geral, no dia 18 de novembro, depois de um funcionário de uma pizzaria ter mentido. Segundo o Huff Post, o homem, de nacionalidade espanhola, estava infetado com …

Jogar Monopólio, Scrabble ou até bilhar pode ser (ainda) mais divertido com uma nova mesa touch

Por mais divertidos que sejam os jogos de tabuleiro, estes podem ser um passatempo caro pois quem realmente gosta não se cansa de os comprar. Agora, a empresa Arcade1Up criou o Infinity Game Table que …

A apreensão histórica de cetamina na Tailândia não foi assim tão histórica. Eram só aditivos alimentares

Análises laboratoriais revelaram que a apreensão "histórica" de cetamina anunciada pelo Governo da Tailândia há cerca de duas semanas foi, na verdade, uma apreensão de aditivos alimentares e agentes de limpeza. As autoridades tailandesas anunciaram, …