Sobrevivente de Holocausto exige indemnizações aos caminhos de ferro alemães

jechstra / Flickr

Entrada do antigo campo de concentração de Auschwitz, na Polónia.

Um sobrevivente do Holocausto está a processar os caminhos de ferro alemães pelo papel que desempenharam no transporte de judeus para os campos de concentração nazis.

Salo Muller sobreviveu ao Holocausto escondendo-se em várias casas até ao fim da 2.ª Guerra Mundial. Os seus pais foram presos pelos nazis e levados num comboio da Dutch Railways até à fronteira alemã, rumo a Auschwitz. Muller conseguiu que a ferroviária holandesa pagasse indemnizações pelo papel que desempenhou no Holocausto.

Agora, escreve o Público, o homem de 84 anos quer voltar a fazer justiça e interpôs um processo à Deutsche Bahn [antiga Reichsbahn], dos caminhos de ferro alemães.

“Foram amontoados em vagões de gado, 60 a 70 pessoas cada um. Havia um balde para as necessidades fisiológicas, e muitos morreram sufocados”, contou Muller à Deutsche Welle. Os judeus eram obrigados a embarcar e eram-lhes retirados todos os seus bens pessoais.

Entre 1941 e 1944, a Dutsch Railways transportou 107 mil judeus holandeses e obrigava as vítimas a pagarem bilhetes. A empresa holandesa lucrou 16 milhões de euros ao câmbio atual.

Depois de uma enorme batalha legal, Dutsch Railways cedeu e aceitou pagar a algumas centenas de sobreviventes 50 milhões de euros. Cada um dos sobreviventes teve direito a 15.000 euros e os familiares das vítimas receberam entre 5.000 e 7.500 euros.

“Os judeus holandeses transportados pela Reichsbahn foram simplesmente esquecidos” disse o advogado de Muller, Axel Hagedorn. “O Estado é accionista a 100% dos caminhos de ferro. A responsabilidade moral da Alemanha permanece”.

Um dos principais problemas que se eleva é o facto de a Deutsche Bahn, fundada em 1994, não é a sucessora legal da empresa ferroviária que transportou os judeus. Face a isto, fica sem se saber ao certo quem deve ser processado. Hagedorn garante que o Governo federal é responsável.

“Culpo a empresa ferroviária por conscientemente transportar judeus para os campos e por os matar de uma maneira horrível“, disse Muller ao programa holandês Nieuwsuur, da NPO2. “Não posso desistir, porque isso me magoa todos os dias. Tenho que pensar todos os dias sobe isso. E quero que essa dor acabe finalmente”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Médicos alertam que Navalny pode sofrer paragem cardíaca "a qualquer momento"

Alexei Navalny está cada vez mais em risco de insuficiência renal. Médicos próximos do opositor russo alertam que pode sofrer uma paragem cardíaca "a qualquer momento". Médicos próximos do opositor russo Alexei Navalny, detido e em …

Perto de sequenciar 1 milhão de genomas, cientistas querem desvendar segredos genéticos

O projeto All of Us está a recolher informações genéticas, registos médicos e hábitos de saúde de mais de um milhão de pessoas. Os dados podem ser usados para desvendar segredos genéticos. O primeiro esboço do …

"Besta dos cinco dentes". Descoberta nova espécie de mamífero na Patagónia

Paleontólogos descobriram uma nova espécie de mamífero, com dentes peculiares, que viveu na Patagónia durante o período Cretáceo. De acordo com a agência Europa Press, os fósseis foram encontrados em Cerro Guido, na província chilena de …

Com os zoos fechados, tudo serve para entreter uma família de lontras. Até um simples galho de bambu

O confinamento serviu como um lembrete indesejado de que ficar preso dentro de casa sem muito o que fazer pode ser desgastante. O mesmo é verdade para os animais, por isso os jardins zoológicos tiveram …

Uma ilha, cinco géneros. Os Bugis têm palavras para as "cinco maneiras de estar no mundo"

Uma ilha, cinco géneros. O povo Bugis é um poderoso grupo étnico que se destaca pelo reconhecimento de cinco géneros distintos. Na Indonésia, a ilha Sulawesi é a casa de um povo que reconhece cinco …

O "aeroporto do amanhã" está abandonado no meio de um pântano dos Estados Unidos

Era para ser o "aeroporto do amanhã", um centro intercontinental para aviões supersónicos com seis pistas e conexões ferroviárias de alta velocidade para as cidades vizinhas. Hoje, é pouco mais do que uma pista no …

Facebook remove (acidentalmente) página oficial de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa

O Facebook apagou a página de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa. O município passou um mês a apelar à rede social para repor a página. "Recebemos uma mensagem no Facebook e também percebemos que …

NASA escolheu SpaceX de Elon Musk para a próxima missão tripulada à Lua

Elon Musk fecha contrato de 2,9 mil milhões de dólares para levar o Homem novamente à Lua. O contrato é a mais importante vitória da SpaceX e reforça a posição da empresa como parceira …

Benfica 1-2 Gil Vicente | Galo canta e silencia águia na Luz

STOP. O Gil Vicente visitou na tarde deste sábado o Benfica e saiu do palco da Luz com os três pontos na bagagem e a “cantar de galo”, ao vencer por 2-1, num duelo relativo …

"Longa vida à monarquia." Realeza britânica tende a viver mais três décadas do que a população geral

As diferenças na longevidade de alguns membros da família real em comparação com a população em geral são extremamente grandes, mas não incomuns. O príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II e o consorte mais antigo …