Snowden oferece ajuda em troca de asilo no Brasil

Laura Poitras / Wikimedia

Edward Snowden, ex-analista informático da NSA (foto: Laura Poitras / Wikimedia)

Edward Snowden, ex-analista informático da NSA (foto: Laura Poitras / Wikimedia)

Edward Snowden, analista que prestava serviços à Agência Nacional de Segurança (NSA) dos Estados Unidos, procura agora asilo político do governo brasileiro.

Pronunciando-se numa “carta aberta ao povo brasileiro“, Snowden pretende obter o apoio para entrar no país. Esta deverá ser a segunda vez que o pede asilo ao governo brasileiro. Quando as primeiras denúncias sobre espionagem dos Estados Unidos vieram à tona, o ex-analista pediu asilo político a 21 países, entre os quais o Brasil. Na época, o governo negou o pedido.

“Se Snowden estivesse no Brasil, seria possível que ele pudesse fazer muito mais para ajudar o mundo a entender como a NSA e aliados estão a invadir a privacidade de pessoas no mundo todo, e como podemos nos proteger”, informa o texto da campanha na Internet. “O país mais adequado para abrigar alguém que denuncia irregularidades, o país cuja presidente fez um discurso veemente na ONU a denunciar a espionagem, é o Brasil”, acrescenta o texto.

O norte-americano, que se encontra na Rússia, acrescenta que “atualmente” quando uma pessoa pega num telemóvel em São Paulo (Brasil), a NSA pode determinar onde a pessoa está e o que faz.

“Faz isso mesmo cinco mil milhões de vezes por dia com pessoas do mundo inteiro”, sublinha Snowden, acrescentando que está disposto a ajudar “quando seja legal e oportuno”, mas ressalva que a administração norte-americana trabalha “arduamente” para limitar a capacidade para o fazer.

Esta semana, Snowden enviou uma carta à senadora Vanessa Grazziotin, uma das relatoras da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Espionagem, no Senado, em que se dispõe a colaborar com o governo brasileiro caso haja “possibilidades legais” para tal. Hoje (17), essa CPI se reúne para discutir o tema e a possibilidade do asilo brasileiro a Snowden está na ordem de trabalhos.

A concessão de asilo político é uma possibilidade prevista pela Constituição e é uma prerrogativa do Executivo, por meio do Ministério da Justiça. Em julho, o assunto chegou a ser debatido na Comissão de Relações Exteriores e Defesa do Senado brasileiro. Por unanimidade, os parlamentares recomendaram a concessão de asilo ao ex-analista da NSA.

No Brasil reside o jornalista Glenn Greenwald, ex-colunista do jornal britânico Guardian que mantém contacto com Snowden e que publicou muitos documentos revelados pelo ex-analista da NSA. “Se o Governo brasileiro agradece as revelações, seria lógico proteger Snowden”, disse Greenwald à Folha de São Paulo.

Edward Snowden está atualmente na Rússia. O país concedeu-lhe asilo temporário de um ano, prazo que expira em meados de 2014. As denúncias feitas por Snowden sobre as práticas de espionagem dos Estados Unidos causaram reações em vários países, entre os quais o Brasil. O tema chegou a ser discutido na ONU, para que sejam elaboradas normas internacionais com o objetivo de proteger dados na internet.

ZAP / MA / ABr / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ryanair despede 432 trabalhadores em Espanha

A companhia aérea irlandesa Ryanair confirmou esta quarta-feira a sua intenção de despedir em Espanha 432 trabalhadores das suas bases de Girona e Canárias, 327 tripulantes de cabine e 105 pilotos, informou o sindicato USO. Num …

Eleições em Moçambique. Dados preliminares dão vitória a Nyusi

Segundo as projeções de resultados da Sala da Paz, de acordo com valores “preliminares” baseados na leitura dos editais pelos seus observadores, o atual Presidente moçambicano e candidato da Frelimo, Filipe Nyusi, terá sido reeleito …

"Quem acusou Sócrates tem de provar. Se não provar tem de ser punido"

O ex-Presidente brasileiro, Lula da Silva, defende punição de procuradores da Operação Marquês, caso a acusação contra José Sócrates seja arquivada. Esta terça-feira, em entrevista à RTP, Lula da Silva defendeu a punição dos procuradores que …

Na Saúde, Warren torna-se alvo de ataques. Mas o foco é "derrotar Trump"

O maior debate televisivo para umas eleições primárias na história dos EUA juntou 12 candidatos num só palco. Foi o primeiro debate para o qual o ex-vice-Presidente Joe Biden não partiu com vantagem, tendo a …

Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira …

Grécia. Incêndio em campo de refugiados deixa 600 pessoas sem alojamento

Um incêndio no campo de identificação e registo de migrantes de Vathy, na ilha grega de Samos, deixou 600 refugiados sem alojamento, alertou na terça-feira a organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF). "Em Vathy, seis …

Lista candidata à Ordem dos Enfermeiros excluída por ter poucos homens

Uma das listas candidatas às eleições para a Ordem dos Enfermeiros foi excluída por ter poucos homens. A comissão eleitoral nomeada explica que a lista não respeita a lei da paridade, aprovada pela Assembleia da …

“É a desilusão”. PSD queria novos ministros na Saúde, Educação e Justiça

  O PSD defendeu esta quarta-feira que "não há um novo Governo", mas "uma remodelação com alargamento", com um executivo aumentado e "mais partidário", considerando "uma desilusão" a continuidade em pastas como Saúde, Educação e Justiça. "Não …

Dobradinha poderá render 1,6 milhões de euros a Bruno Lage

Caso consiga alcançar a dobradinha, isto é, vencer o campeonato e a Taça de Portugal, o treinador do Benfica, Bruno Lage, receberá em prémios cerca de 1,6 milhões de euros brutos, avança a imprensa desportiva. A …

Lisboa aumenta seis vezes IMI de prédios devolutos nos centros

A Câmara de Lisboa vai aumentar, em 2020, seis vezes a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para os prédios devolutos nas zonas de maior pressão urbanística, anunciou esta quarta-feira o vereador das Finanças, …