Os snacks noturnos podem prejudicar o seu coração

Uma recente investigação, apresentada no sábado na reunião anual das American Heart Association’s Scientific Sessions, descobriu que as refeições noturnas estão associadas a um maior risco de doença cardíaca.

Devido à correria do nosso dia-a-dia, levamos um “estilo de vida atrasado” que nos obriga a adormecer mais tarde e a dormir menos. Este estilo de vida reflete-se também na maior quantidade de refeições noturnas que fazemos, elucidou o autor principal da investigação, Nour Makarem, especialista em cardiologia na Universidade de Columbia, nos EUA.

Makarem e a equipa colocaram em cima da mesa a hipótese de este tipo de refeição tardia desempenhar um papel no aumento das taxas de obesidade, pressão alta e diabetes.

Assim, para corroborar esta suspeita, os especialistas usaram um banco de dados para analisar informações sobre mais de 12.700 adultos hispânicos e latinos, com idades compreendidas entre os 18 e os 76 anos.

Desta forma, a equipa analisou dados referentes a dois dias em que os participantes relataram os seus hábitos alimentares, comparando essa informação com medidas como a pressão arterial e a glicemia.

Os especialistas chegaram à conclusão de que mais de metade dos participantes do estudo consumiram 30% ou mais das suas calorias diárias depois das 18h.

Os participantes tinham níveis mais altos de açúcar no sangue em jejum, níveis mais altos de insulina, níveis mais altos de HOMA-IR (um marcador de resistência à insulina) e maior pressão arterial do que os participantes que relataram comer menos de 30% das suas calorias diárias após as 18h.

Estes resultados não são felizes, até porque um alto nível de açúcar no sangue em jejum pode ser considerado um sinal de pré-diabetes. Aliás, aqueles que consumiram 30% ou mais das suas calorias diárias após as 18h foram 19% mais propensos a desenvolver pré-diabetes do que aqueles que comeram mais cedo.

Makarem adiantou, segundo o LiveScience, que 70% das pessoas com pré-diabetes desenvolvem diabetes tipo 2, um fator de risco para doenças cardíacas. Esses mesmos participantes eram também 23% mais propensos a desenvolver hipertensão.

Embora o estudo tenha analisado apenas uma população específica dos Estados Unidos, a população latina e hispânica, “esperamos ver associações semelhantes em outras populações”, disse o especialista

Snacks durante a noite

A equipa de investigadores encontrou apenas uma associação entre o momento da refeição e o risco de certos problemas de saúde, não tendo ficado provada qualquer relação de causa e efeito.

No entanto, Makarem disse à LiveScience que uma possível explicação para esta relação é que os problemas de saúde podem surgir quando os nossos relógios corporais não são sincronizados com o ambiente.

Quase todas as células do nosso corpo conseguem “saber o seu próprio tempo”, através de um ciclo de aproximadamente 24 horas. Uma pequena parte do cérebro, chamada de núcleo supraquiasmático, serve como o relógio principal do corpo, recebendo sinais de luz externos (idealmente do sol). Este nosso relógio ajusta o resto dos relógios nas células do corpo, dizendo às pessoas quando acordar, dormir e comer, explicou Makarem.

“Estes relógios são regulados por exposição à luz intensa, mas também por comportamentos, especialmente sinais de comida“, disse. Assim, quando comemos em horários não convencionais, os relógios do nosso corpo podem ficar desalinhados com o relógio principal, levando a problemas no metabolismo e aumentando o risco de doenças crónicas como diabetes, hipertensão e coração.

Tudo isto acontece porque ao ingerirmos snacks fora de horas, não estamos a comer no momento ideal para o nosso sistema circadiano.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"Ponte" biodegradável pode curar lesões nervosas do sistema nervoso periférico

Investigadores da Universidade de Pittsburgh descobriram recentemente uma "ponte" biodegradável que poderá ajudar no tratamento de lesões nos nervos e a recuperar cerca de 80% da função nervosa. As lesões superficiais que ocorrem no sistema nervoso …

Os polegares dos neandertais adaptaram-se a ferramentas com pega

Os polegares dos neandertais adaptaram-se para segurar melhor ferramentas com pega, da mesma forma como utilizamos atualmente um martelo, revela uma nova investigação da Universidade de Kent, no Reino Unido. A mesma investigação sugere ainda …

Sporting 2-1 Moreirense | JackPote rende pontos ao “leão”

O “Leão” soma e segue na liderança do campeonato, depois de vencer o Moreirense por 2-1, graças a um bis Pedro Gonçalves. Neste sábado, na recepção ao Moreirense, num embate relativo à oitava jornada, sofreu, mas conseguiu …

Raro crustáceo parasita descoberto na boca de um tubarão em exibição num museu

Uma equipa de cientistas descobriu uma espécie extremamente rara de Cymothoidae na boca de um espécime de tubarão capturado no Mar da China Oriental e agora em exibição num museu. Os Cymothoidae são uma família de isópodes …

Série da Netflix faz disparar venda de jogos de xadrez nos Estados Unidos

A série "The Queen’s Gambit", da plataforma de streaming Netflix, que retrata a ascensão de uma jovem jogadora de xadrez na década de 1950, fez disparar as vendas deste jogo de tabuleiro nos Estados Unidos. …

Novo comité central do PCP eleito com 98,5%

O novo comité central do PCP foi este domingo eleito no XXI congresso nacional dos comunistas, em Loures, com 98,5% dos votos. Dos 611 delegados, 602 votaram a favor, seis abstiveram-se e três votaram contra na …

Elefante salvo de um poço profundo na Índia. Resgate durou 14 horas

Uma equipa de 50 pessoas ajudou a salvar um elefante que tinha caído num poço profundo em Dharmapuri, no sul da Índia. Moradores locais atiraram folhas de bananeira para o animal comer antes de ser …

Santa Clara 0-1 Porto | Magia de Díaz resolve jogo pobre

Missão cumprida. O Porto viajou até aos Açores para defrontar o Santa Clara e leva na bagagem os três pontos. Mas não o conseguiu com brilhantismo, longe disso. A eficácia foi a palavra de ordem, num …

Raro pinguim totalmente branco encontrado nas Ilhas Galápagos

Um raro pinguim com o corpo totalmente "pintado" de branco foi encontrado no arquipélago das Galápagos, no Equador. Em comunicado, o Parque Nacional das Galápagos detalha que o raro espécime foi encontrado enquanto um guia fazia …

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. Há uma razão

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. As cidades populosas, as vias não adaptadas, as poucas escolas de treino e a própria população são entraves à existência destes companheiros (e verdadeiros …